Nos siga nas redes sociais

Empregos

A 30 dias do Enem, veja sete dicas essenciais na agenda dos candidatos

Fique atento à divulgação do cartão de confirmação e verifique documentos

Avatar

Publicado

Veja a  lista abaixo de sete dicas essencias para a agenda dos candidatos que farão o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

O primeiro passo começa por reafirmar: nesta quinta-feira (24) começa a contagem regressiva de 30 dias. E nem tudo está fechado para a prova. Os mais de 7.746.057 candidatos inscritos ainda precisam descobrir seus locais de prova, separar os documentos corretos, focar na revisão de conteúdos, trocar experiências e se manter atualizados (veja etapas abaixo).

No primeiro dia de Enem, sábado 24 de outubro, serão realizadas as provas de ciências humanas e de ciências da natureza, com duração de 4 horas e 30 minutos. No domingo, 25, os estudantes terão 5 horas e 30 minutos para resolver questões de linguagens, códigos, matemática e fazer a redação.

Os candidatos isentos da taxa de inscrição que não comparecerem nos dois dias de provas perderão o direito à isenção no exame de 2016. O objetivo da mudança no critério é diminuir o índice de abstenções.

Veja abaixo o que você não pode deixar de fazer:

1) Verifique seu cartão de confirmação

Pela primeira vez, o Ministério da Educação não vai encaminhar a versão impressa do cartão pelos Correios. A divulgação será exclusivamente no formato digital pelo site do Enem. Ainda não há data prevista, mas é preciso ficar de olho. O cartão, além de significar a confirmação de inscrição do candidato, traz o endereço de seu local de prova.

2) Reserve tempo para ir até o local onde será a prova

É preciso colocar na agenda nesses 30 dias ao menos uma visita (talvez duas, em dias diferentes) ao ponto onde será a prova. A visita é fundamenta para determinar qual o meio de transporte ideal e tempo necessário para chegar. Atrasos não são permitidos e os portões serão fechados às 13h (horário de Brasília).

3) Não esqueçar de verificar seus documentos

Para fazer as provas é necessário apresentar um documento de identificação original com foto. Se você, por algum motivo, está sem documento, vale a pena correr e providenciar.

Serão aceitos: carteira de trabalho, passaporte, carteira de habilitação e certificado de reservista. Não serão aceitos: certidões de nascimento e casamento, título de eleitor, carteira de estudante, crachás funcionais. Cópias de documentos válidos, mesmo que autenticadas, também não são aceitas.

O candidato que estiver sem o documento por motivo de perda, furto ou roubo poderá fazer as provas se apresentar um boletim de ocorrência expedido por um órgão policial, no máximo, 90 dias do primeiro dia de aplicação do exame

4) Foque nos conteúdos com mais dificuldade

Ainda dá tempo de estudar os conteúdos com mais dificuldade. É a hora de fazer exercícios, verificar as provas de anos anteriores, tirar dúvidas com professores e pegar as últimas dicas. Como o Enem engloba todo o conteúdo do ensino médio e o volume do material é muito grande, estudar tudo agora seria impossível. Porém aprender um pouco mais de uma disciplina ou outra ainda dá.Livre-se das pendências e vá para as provas confiante e seguro.

5) Converse com quem passou pela experiência

O Enem é uma prova longa. Além de conhecimento e controle da ansiedade, ela exige resistência, principalmente se no dia do exame as temperaturas estiverem altas. Vale a pena levar água para se hidratar e pequenos lanches. Outra dica é conversar com quem já enfrentou com sucesso a maratona de provas. Ouvir experiências positivas de colegas e professores pode ser inspirador e deixar o candidato mais tranquilo.

6) Acompanhe o noticiário

A prova não vai cobrar conhecimento sobre as atualidades. Porém, ler jornais, sites, revistas e se informar ajuda no desenvolvimento de um repertório para escrever uma boa redação. No ano passado o tema foi publicidade infantil e em 2013, os efeitos da implantação da Lei Seca. A redação é feita no segundo dia de prova, no domingo. Garantir uma boa pontuação é essencial para elevar a nota e ter mais chances de disputar vagas pelo Sisu.

7) Planeje tempo para relaxar

Cada aluno tem seu próprio ritmo, mas sobretudo a semana final deve ser período de desaceleração. Ok, não é preciso viajar para uma praia paradisíaca como na foto acima. Mas busque o melhor dentro de sua realidade. Os especialistas aconselham que os estudantes busquem atividades de lazer que não comprometam o sono. Nada de exagerar em baladas, mas aproveite para rever amigos. O período também deve ser aproveitado para manter a alimentação regrada: nada de exageros.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Prazo para contestar o auxílio emergencial negado acaba nesta segunda-feira (12)

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Reprodução/PortalPE10)

Acaba nesta segunda-feira (12) o prazo para trabalhadores que receberam o auxílio emergencial em 2020 e foram considerados inelegíveis para ter o benefício neste ano fazerem a contestação e tentarem reverter a resposta negativa do governo.

A contestação é feita no site da Dataprev, onde se consulta o direito ao auxílio emergencial: https://consultaauxilio.cidadania.gov.br/consulta/#/.

A pessoa deve informar dados como nome completo, data de nascimento, CPF e nome da mãe e, após aparecer a resposta “inelegível”, pode fazer a contestação. Para isso, é preciso clicar em “Contestar”.

O sistema aceitará apenas critérios passíveis de contestação, ou seja, aqueles nos quais é possível haver atualização de bases de dados da Dataprev, como data de nascimento errada, CPF não identificado e informações incorretas sobre vínculos empregatícios e recebimento de outros benefícios sociais e trabalhistas.

Caso o pagamento, após o recebimento da primeira parcela, venha a ser cancelado no processo de reavaliação mensal, o beneficiário também poderá contestar a decisão.

Outro caminho que o cidadão encontra para contestar a negativa do benefício ou o corte das parcelas na revisão mensal é buscar o Judiciário. Há, ainda, a possibilidade de processamentos de ofício realizados pelo Ministério da Cidadania, também como em 2020.

Na ocasião, houve parceria entre os órgãos do governo e a Defensoria Pública para atendimento ao trabalhador que não conseguiu a renda, mas que julgava ter direito ao benefício.

Quando o trabalhador é considerado elegível ao benefício, seu cadastro é liberado para o pagamento do auxílio pela Caixa Econômica Federal e todas as parcelas devidas são depositadas.

Continuar Lendo

Brasil

Mais de 90% dos estabelecimentos do Brasil confirmaram dificuldade para pagar salários

Redação PortalPE10

Publicado

Lojas centro de Palmares Foto:PortalPE10

Os fechamentos impostos por estados e municípios em fevereiro e março agravaram a situação dos bares e restaurantes. O faturamento caiu ou até mesmo chegou a zerar. Além disso, as dívidas acumuladas em 2020 precisam ser pagas. Assim, a grande maioria dos empresários do setor se vê em uma situação crítica, sem ter como honrar dívidas e com enorme dificuldade em pagar funcionários.

É o que aponta a mais recente pesquisa da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), realizada entre os dias 1° e 5 de abril, com mais de 2 mil empresários do setor de alimentação fora do lar em todo o Brasil.

De acordo com o levantamento, 91% dos entrevistados disseram enfrentar problemas para pagar os salários de abril – sendo que 76% já tiveram dificuldades para pagar a folha de março. Além disso, 73% tiveram de demitir empregados nos três primeiros meses do ano.

Isso é resultado direto do faturamento baixo e do alto endividamento: 82% trabalharam no prejuízo em março e 76% deles afirmaram ter algum tipo de pagamento em atraso, principalmente impostos, aluguéis e fornecedores. E, 70% destes estão com parcelas do Simples vencidas.

“Estamos há mais de dois meses na espera de uma nova MP dos salários, que permita a suspensão de contratos ou redução de jornada, com a contrapartida do benefício emergencial. Em janeiro nós já alertamos o governo federal de que a situação ficaria crítica. Sem isso, mesmo caminhando para a reabertura, muitos estabelecimentos não irão aguentar. As ajudas em alguns estados e municípios foram bem-vindas, mas insuficientes”, diz Paulo Solmucci, presidente da Abrasel.

Continuar Lendo

Brasil

IBGE suspende provas para recenseadores do Censo 2021

Redação PortalPE10

Publicado

recenseadores e agentes censitários do IBGE

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) decidiu suspender as provas do processo seletivo para recenseadores e agentes censitários que trabalhariam no Censo 2021. De acordo com o instituto, portanto, as provas não serão mais realizadas nas datas programadas no edital(18 e 25 de abril) A decisão de suspender as provas foi tomada, segundo o IBGE, devido ao corte de 96% dos recursos previstos no Orçamento Geral da União para a realização do Censo Demográfico, previsto para este ano.

O IBGE destacou, no entanto, que o processo seletivo não foi cancelado e informou que avaliará, junto com o Cebraspe, empresa organizadora do concurso, um novo planejamento para aplicação das provas, “depender de um posicionamento do Ministério da Economia acerca do orçamento do Censo Demográfico”.

O concurso para trabalhadores do Censo 2021 oferece cerca de 17 mil vagas para agentes censitários e 182 mil vagas para recenseadores.

As informações são da Agência Brasil.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10. Todos os direitos reservados.