Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

A tranca de bicicleta e o retorno à selvageria

Pelo Facebook, cariocas que condenam a ação de justiceiros convidam quem apoia a tortura a um ‘bloqueio mútuo’

Avatar

Publicado

Menor foi preso a poste com tranca de bicicleta (Foto: Yvonne Bezerra de Mello/ Arquivo Pessoal)

As autoridades de segurança do Rio recebem, desde o último domingo, uma aula prática sobre como um problema negligenciado pode se desdobrar de forma rápida e trágica. É prematuro afirmar que haverá, de fato, um aprendizado, mas os fatos estão expostos de forma gritante nas redes sociais: diante da escalada de roubos na cidade, em particular na região do Flamengo, um bando de autointitulados “justiceiros” recorreu a uma prática medieval para castigar um adolescente negro e pobre a quem acusaram de roubo. O jovem foi preso a um poste com uma tranca de bicicleta em forma de “U”. O instrumento de segurança, adaptado como aparelho de tortura, está agora preso a uma parte da sociedade, separando-a de uma outra porção que repudia a selvageria e a “justiça com as próprias mãos”. E a polícia, que não prendia os ladrões, agora tem que caçar também os torturadores, na calçada de uma área nobre da cidade.

A forma de reprovação da selvageria no Facebook é criativa. Consiste em convidar a um “bloqueio” quem eventualmente aprovar o uso da tranca como instrumento de tortura. Mais ou menos no seguinte formato: “Este objeto é uma tranca de bicicleta, feita para prender bicicletas em postes. Se você acha que essa tranca deve ser utilizada em seres humanos, por favor me exclua de sua lista de amigos do Facebook”. Este foi o texto escolhido pelo crítico de cinema e DJ Marcelo Janot, que, ao longo do dia, recebeu mais de 1.000 ‘curtidas’ para seu comentário.

O caso veio à tona – e tomou essa proporção – por meio das redes sociais. A artista plástica Yvonne Bezerra de Mello, que fundou a ONG Projeto Uerê, de apoio a crianças com dificuldade de aprendizado, foi no domingo à noite ao local onde o rapaz, de 17 anos, estava nu, preso pelo pescoço e com ferimentos. A cena lembra um episódio do seriado ‘Breaking Bad’, na qual um traficante é mantido preso com uma tranca semelhante, em um porão.

Yvonne publicou a imagem chocante e revelou em sua página do Facebook a história do rapaz, que disse a ela ter vindo do Maranhão. Ele próprio afirmava que um grupo de motoqueiros, que se apresentavam como “justiceiros”, eram os autores do castigo. Ao jornal O Globo, a artista plástica disse ter recebido e-mails com ameaças de morte depois de ter denunciado o caso.

A respostas do poder público veio na forma de prisões na região do crime. Na madrugada desta terça-feira, uma operação da Polícia Militar deteve 14 suspeitos – doze deles menores de idade – em uma pista de skate do Parque do Flamengo. O grupo foi denunciado por moradores de rua, que diziam ter recebido ameaças. Não há comprovação de envolvimento no caso do rapaz preso com a tranca de bicicleta.

A situação extrema criada com a selvageria do domingo teve, até agora, pelo menos um ponto positivo: escancarou o desespero da população com o crescimento acentuado dos roubos, em todas as suas variações. Os dados do Instituto de Segurança Pública (ISP) referentes a outubro de 2013 mostram crescimento em todas as modalidades de roubo na comparação com outubro de 2012. Os roubos de veículos cresceram 50,1% (passaram de 1.762 para 2.645 registros no Estado); os roubos a transeunte subiram 38,2% (foram de 4.029 casos para 5.569); assaltos em ônibus cresceram 67,7% (de 350 para 587). Os “roubos de rua”, que consideram todos os assaltos, roubos de celular e em coletivos, tiveram 6.694 casos, ante 4.728 no mesmo período do ano anterior, um aumento de 41,6%. Também cresceram roubos a residência, com aumento de 89 para 120 casos (34,8%).

Quando a análise dos dados é ampliada, considerando o trimestre de agosto a outubro, também há aumento. Roubos de veículo cresceram 43,7%; ataques a transeunte subiram 38,1%, assaltos em coletivo tiveram elevação de 77,6% e os roubos a residência registraram aumento de 20,5%.

Sempre que a polícia do Rio deixou uma modalidade de crime correr solta o resultado foi trágico. Ao longo das décadas, o faz de conta propiciou a entrega do controle territorial dos morros aos chefes do tráfico. Bandidos armaram-se para a guerra com a polícia e com quadrilhas rivais, estabelecendo um arsenal que, nas horas ociosas, serviram e servem a todo tipo de crime, dos sequestros da década de 80 e 90 aos assaltos a carros forte. Nas áreas mais pobres, além do tráfico, surgiram ao longo da última década quadrilhas de milicianos, comandadas por policiais da banda podre que viram, na ausência de poder público e serviços, uma oportunidade para operar diretamente atividades ilegais, como transporte, fornecimento de água e gás, distribuição de sinal de TV a cabo e, claro, “segurança”.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Mãe que arrancou os olhos da filha e um pedaço da língua com tesoura diz que a criança estava possuída

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Reprodução/YouTube)

Em depoimento concedido aos policiais da Delegacia Regional de Santana do Ipanema, Josimare Gomes da Silva, de 30 anos, que matou a própria filha nesse domingo (24), na cidade sertaneja de Maravilha, disse que a criança estava possuída por demônios.

Segundo a suspeita, que arrancou os olhos e parte da língua da filha com uma tesoura, apenas o demônio morreu e a criança estaria viva.

“Os olhos caíram no ralo depois que eu arranquei, mas foi do demônio, minha filha está viva”, teria dito ela, com demonstrações claras de que sofre de problemas psiquiátricos.

Josimare está sob efeitos de medicamentos e segue presa na Delegacia de Delmiro Gouveia, onde permanece à disposição da Justiça.

Policiais que atenderam a ocorrência se surpreenderam ao encontrar a criança sem os olhos, já morta, e a mãe rezando sobre o corpo.

Sobre o caso:

Na noite deste domingo (24) uma mãe que apresentava um quadro grave de depressão e outros problemas psiquiátricos, matou a própria filha de apenas cinco anos de idade. O caso foi registrado no município de Maravilha, no Sertão alagoano.

De acordo com informações, após matar a menina, a mãe, que não teve a identidade revelada, ficou ao lado do corpo da filha, rezando um terço. Ela foi presa em flagrante sem resistir à prisão. Policiais do 7º Batalhão de Polícia Militar (7GBM) encaminharam a mulher até à Delegacia Regional de Polícia Civil.

*Com informações 7Segundos

Continuar Lendo

Brasil

(Vídeo) Mãe amarra bebê com corda e chama filha de “ratazana”

Conselho Tutelar encaminhou o bebê aos cuidados da avó materna.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Reprodução/YouTube)

Uma denúncia de maus tratos a uma bebê resultou na prisão da mãe da criança. O caso foi registrado neste domingo (24) em Girau do Ponciano, no Agreste de Alagoas.

A denúncia foi feita pela avó da criança, que mora na zona rural do município.

A Patrulha Maria da Penha foi acionada e quando os policiais chegaram ao local da denúncia, a avó mostrou o vídeo onde a criança está com as mãos e pés amarrados. Durante o vídeo gravado pela própria genitora, a menina é chamada de “ratazana”.

Os policiais acionaram o Conselho Tutelar que encaminhou o bebê aos cuidados da avó paterna.

A idosa relatou que o filho dela, pai do bebê, mora em outro estado e é separado da mãe da criança.

*Com informações 7Segundos.

Continuar Lendo

Cotidiano

Após 32 anos, Faustão deixa a Rede Globo em dezembro

O contrato de Faustão não sera renovado, e chega ao fim em dezembro de 2021. O motivo seria a renovação da grade de programas da Globo no ano seguinte, o que não está nos planos do apresentador.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Reprodução/TV Globo)

O apresentador Fausto Silva chegou a um consenso com a Rede Globo, e deixará o comando do ‘Domingão do Faustão’. Ao todo, foram 32 anos no ar liderando a audiência nos domingos. As informações são do portal R7.

O contrato de Faustão não sera renovado, e chega ao fim em dezembro de 2021. O motivo seria a renovação da grade de programas da Globo no ano seguinte, o que não está nos planos do apresentador.

Ainda é estudado se o ‘Domingão’ será mantido no ar ou não. Faustão chegou a receber uma proposta de um programa nas noites das quintas, em um horário diferente, mas recusou.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.