Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

Alvo de racismo na Espanha, Daniel Alves come banana jogada por torcedor

Lateral da Seleção respondeu à demonstração de racismo de forma inusitada: comendo a fruta

Avatar

Publicado

Daniel Alves lateral do Barcelona e da seleção brasileira, come banana atirada por torcedores do Villareal em partida válida pelo Campeonato Espanhol

O lateral baiano Daniel Alves, do Barcelona, participou de duas jogadas que garantiram a vitória do time contra o Villarreal neste domingo, pelo Campeonato Espanhol. Porém, o bom desempenho foi acompanhado de ofensas por parte da torcida adversária, que jogou bananas em direção ao jogador. Alves, em vez de mostrar descontentamento, respondeu ao insulto de maneira inusitada: ao se preparar para cobrar um escanteio, o jogador se abaixou, pegou uma das bananas e comeu. Em seguida, fez a cobrança e continuou jogando como se nada tivesse acontecido. Neste domingo, o Barcelona ganhou de 3 a 2 sobre o Villarreal.

Após o jogo, Daniel Alves comentou a recorrente provocação racista: “Estou na Espanha há 11 anos e há 11 anos é dessa maneira. Temos de rir dessa gente atrasada”. No fim de março, torcedores do clube catalão Espanyol emitiram sons imitando macacos e jogaram uma casca de banana no campo, como forma de desestabilizar os jogadores brasileiros Neymar e Daniel Alves. A investida desleal também não surtiu efeito: a partida foi vencida pelo Barça no estádio do time adversário.

“Infelizmente é uma guerra perdida até que se tomem medidas mais drásticas”, afirmou Daniel Alves no ano passado sobre atitudes racistas de torcedores na Europa.

O jogo deste domingo foi o primeiro do Braça após a morte do ex-treinador Tito Vilanova, que morreu vítima de câncer na última sexta-feira.

Confira o vídeo que mostra o momento em que Alves foi alvo da torcida:

com Veja
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Vídeo: Crianças eram usadas em ritual de sacrifício para “acabar” com pandemia no Pará

Segundo os investigadores, três crianças envolvidas no ato foram resgatadas pelo Conselho Tutelar e encaminhadas para cuidados em um abrigo.

PortalPE10 com informações G1

Publicado

(Foto: Reprodução)

Um grupo de crianças, que estava sendo usado em um ritual religioso por uma família, foi resgatado pela Polícia Civil, na cidade de Bragança, nordeste do Pará. Conforme informações de testemunhas, no final da cerimônia macabra, as crianças seriam sacrificadas.

Ainda de acordo com pessoas que viram o ato, o objetivo do ritual seria “acabar” com a pandemia do coronavírus. As informações são do G1.

Nas imagens postadas nas redes sociais é possível ver pessoas rezando em volta de crianças, que, assustadas, gritam e choram. Ao redor, outras pessoas tentam impedir, mas são afastadas pelo grupo que praticava o ritual.

Conselho Tutelar

Acionada, a Polícia Civil foi ao local. Segundo os investigadores, três crianças envolvidas no ato foram resgatadas pelo Conselho Tutelar e encaminhadas para cuidados em um abrigo. Não foi divulgado o estado físico e psicológico das crianças.

A Polícia Civil informou, ainda, que está investigando o caso por intermédio da Superintendência Regional do Caeté, para identificar todos os envolvidos. Os policiais não confirmaram nenhuma prisão.

Continuar Lendo

Cotidiano

Tem início cortejo fúnebre do príncipe Philip, marido de Elizabeth II

O príncipe faleceu na sexta-feira passada (9)

Redação PortalPE10

Publicado

Cortejo com caixão de príncipe Philip é iniciado – (Foto: Yui Mok / Pool/AFP)

O cortejo que acompanha o caixão do príncipe Philip deixou, neste sábado (17), o pátio do castelo de Windsor, residência real do oeste de Londres onde há oito dias faleceu o marido da rainha Elizabeth II, rumo à capela de São Jorge, onde será enterrado.

A procissão, de oito minutos de duração, começou às 14h45 locais com o translado do féretro em um Land Rover, seguido pelos membros mais próximos da família real, incluindo seus quatro filhos, a pé. A rainha segue em um automóvel. As informações são da AFP.

Continuar Lendo

Brasil

Caixa sorteia neste sábado (17) R$ 40 milhões da Mega-Sena acumulada

Prêmio está acumulado a seis sorteios.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Reprodução)

A Caixa pode pagar R$ 40 milhões no sorteio deste sábado (17) da Mega-Sena. O prêmio está acumulado há seis sorteios e as apostas podem ser feitas por maiores de 18 anos até as 19h, no horário de Brasília, nas lotéricas de todo o país, pelo portal Loterias Caixa ou pelo aplicativo Loterias Caixa. As informações são da Agência Brasil.

Ganha quem acertar seis, cinco ou quatro números sorteados, dentre os 60 disponíveis no volante de apostas. Para aumentar as chances, é possível marcar 15 números. O apostador pode, ainda, deixar que o sistema escolha os números, na aposta Surpresinha, e/ou concorrer com os mesmos números por dois, quatro ou oito concursos consecutivos, na aposta Teimosinha.

O sorteio do concurso 2.363 será realizado a partir das 20h, horário de Brasília, no Espaço Loterias Caixa, localizado no Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo (SP). O evento é transmitido ao vivo pelas redes sociais da Caixa e as gravações ficam disponíveis no site Loterias Caixa, na aba transmissão de sorteios.

Os sorteios da Mega-Sena ocorrem às quartas-feiras e são sábados. A aposta mínima, de seis dezenas, custa R$ 4,50.

De acordo com estimativas do banco, caso apenas um apostador acerte o prêmio principal no sorteio de hoje e queira investir no setor imobiliário, o valor seria suficiente para comprar 57 imóveis, de R$ 700 mil cada. Aplicado na poupança, o prêmio renderia cerca de R$ 63 mil no primeiro mês.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10. Todos os direitos reservados.