Nos siga nas redes sociais

Brasil

Amazonas volta a fechar bares e praias de Manaus por 30 dias

Medida também fecha casas de festas e praias e vai durar 30 dias. Novo decreto anuncia, ainda, restrições de atividades. As aulas presenciais estão mantidas.

Marcelo Passos

Publicado

O Governo do Amazonas voltou a decretar o fechamento de bares e balneários em Manaus, que haviam sido autorizados a reabrir em julho. A medida foi anunciada nesta quinta-feira (24) e valerá por 30 dias a partir desta sexta (25).

As aulas presenciais nas escolas públicas e particulares estão mantidas. Além disso, o governo anunciou que a partir de 30 de setembro as unidades de ensino estaduais podem voltar com as aulas do Ensino Fundamental.

Manaus tem 48.389 pessoas infectadas pelo novo coronavírus desde o início da pandemia e começou a flexibilizar o isolamento social em junho. Em todo o estado, são 132.687 casos e 3.967 mortes.

Segundo o governador Wilson Lima, a tendência de casos da Covid “acende um alerta”.

“Estamos tomando essa decisão por conta da falta de respeito de alguns de seguir os protocolos. Ninguém usava mais máscaras e juntava em uma aglomeração. E aí acabava sendo um foco de transmissão do Covid-19”, disse o governador do Amazonas.
Entenda por que é errado usar máscara no queixo ou deixar o nariz descoberto

Segundo a Vigilância Epidemiológica do estado, o Amazonas registra tendência de aumento de casos de Covid-19 nas últimas semanas devido, principalmente, a aglomerações.Em média, o Amazonas confirmou 9 novas mortes por dia na última semana – uma alta de 39% em duas semanas. Em 9 de setembro, a média era de 7 novas mortes confirmadas por dia.  “Estamos tomando hoje medidas restritivas e fechamento de estabelecimentos para priorizar o que é importante. Não vou deixar balada aberta e escola fechada”, disse Wilson Lima.

 

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Internet critica namoro de menina de 12 anos com rapaz de 19: ‘É crime’

Internet critica namoro de menina de 12 anos com rapaz de 19: ‘É crime’

Redação PortalPE10

Publicado

 


A menina e o namorado Pietro possuem uma conta no TikTok, na qual postam desafios, coreografias e dublagens, e já têm mais de 1 milhão de seguidores. Em um dos vídeos, eles deram um selinho e os seguidores começaram a questionar se os dois são um casal. Após isso, fizeram um novo post para sanar as dúvidas.

“Essa é a primeira e a última vez que vamos falar sobre esse assunto. Estamos sim namorando e estamos muito felizes. Nossos pais sabem e autorizam nosso namoro, na verdade, toda a família sabe”, Rafa e Piero disseram em uma espécia de jogral. “Eu tô 100% ciente do tempo da Rafa e vou respeitar muio isso”, continuou o jovem. “Fiquem tranquilos, porque a diferença de idade para gente não é nada comparado ao amor que a gente tem um pelo outro”, a menina completou.
Os dois ainda disseram que não vão mais postar vídeos como o selinho. Eles contaram que foram aconselhados pelos pais a não exporem mais a intimidade e concordaram que isso era o melhor a se fazer. O perfil no TikTok continua no ar e segue sendo atualizado. O vídeo mais recente foi postado na noite do último domingo (25).

O vídeo de Rafa e Pietro falando sobre o relacionamento viralizou e muitas pessoas estão criticando na internet o fato de um homem de 19 anos namorar uma menina de 12. Diversos usuários do Twitter estão dizendo que a relação é problemática pelo fato de a menina ser muito jovem e argumentam que isso não é um namoro, mas um caso de pedofilia. Segundo a legislação brasileira, é crime uma pessoa adulta ter relações sexuais com alguém menor de 14 anos.

Continuar Lendo

Brasil

Às vésperas das eleições municipais, cresce a violência contra candidatos

Dados de 2016 a 2020 mostram que os crimes contra candidatos e pré-candidatos políticos quase triplicaram em 4 anos

PortalPE10 com informações G1

Publicado


Adriano Sousa Magalhães, candidato do Solidariedade a prefeito do município de Dom Eliseu que foi assassinado
Imagem: Divulgação

A violência que ameaça a democracia: os crimes contra candidatos e pré-candidatos políticos triplicam em apenas 4 anos.

Adriano Magalhães, candidato à prefeitura do município de Dom Eliseu pelo partido Solidariedade, foi morto no sul do Pará. Ele, duas irmãs e assessores tinham acabado de sair do comício e iam jantar às margens da BR-010. Ninguém viu de onde partiu o tiro que matou Adriano. Era a primeira vez que ele participava de uma eleição. Advogado, tinha sido secretário municipal por dois anos. A família diz que Adriano não tinha inimigos.

A morte de Adriano nem chegou a entrar nas estatísticas da pesquisa sobre violência na política, conduzida pelas organizações não-governamentais Terra de Direitos e Justiça Global.

O estudo reuniu dados de janeiro de 2016 a primeiro de setembro de 2020. Foram mapeados 327 casos de violência contra políticos eleitos, candidatos e pré-candidatos, que incluem ameaças, agressões e ofensas. Mas é o aumento de assassinatos e atentados que mais assusta: 125, em 24 estados do Brasil. E a violência vem crescendo. De 2016 para 2019, o número de crimes deste tipo quase triplicou. Com o início da campanha eleitoral, pelo menos, outros 7 casos de mortes e atentados foram registrados, depois que a pesquisa foi concluída.

Continuar Lendo

Brasil

Caixa paga 2ª parcela de R$ 300 da extensão do auxílio emergencial

Valor pode ser sacado por 1,6 milhão de beneficiários do Bolsa Família

Redação PortalPE10

Publicado


Beneficiários do Bolsa Família podem sacar, a partir desta segunda-feira (26), a segunda parcela do auxílio emergencial extensão de R$ 300 ou R$ 600, para mulheres chefes de família.

Os saques serão liberados por ordem do dígito final do NIS (Número de Identificação Social). Segunda (26), o pagamento será feito para 1,6 milhão de pessoas com o NIS terminado em 6. No total, serão R$ 420,2 milhões a serem liberados.

Segundo a Caixa, não é possível acumular integralmente pagamentos do auxílio e do Bolsa Família. Se o valor do programa for igual ou maior que R$ 300 ou R$ 600, a pessoa receberá sempre o benefício de maior valor.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.