Nos siga nas redes sociais

Política

Após escolha de Campos;João Lyra expõe a insatisfação com a sucessão ao governo

Vice escuta as razões de Eduardo Campos para a escolha

Avatar

Publicado

Preterido de disputar a sucessão estadual, o vice-governador João Lyra Neto (PSB) soube da bênção ao secretário Paulo Câmara pelos sites de notícia do Estado. Por volta das 16h30, chegou ao Palácio do Campo das Princesas, onde conversou, a sós, com o governador Eduardo Campos (PSB) ao longo de aproximadamente duas horas e meia, respondendo a um chamado do correligionário. Lyra saiu sem dar entrevistas à imprensa. Não atendeu ligações nem retornou mensagens. O silêncio sugere a insatisfação por não ser o escolhido e com a forma pela qual o processo de definição foi conduzido

 

João Lyra era considerado por alguns o “sucessor natural”, já que assumirá o governo em abril, quando Eduardo Campos se desincompatibilizará para disputar a Presidência da República.

Ao longo do processo de escolha do candidato, João Lyra queixou-se a interlocutores de falta de diálogo do governador. Foi pouco procurado. Queria participar das discussões e acreditava que poderia (e deveria) ser o ungido. Ano passado, já lembrado como possível candidato, deixou o PDT para se filiar ao PSB.

Em entrevistas, entretanto, ao ser questionado sobre o processo da sucessão, João Lyra não externava irritação. Assumia o tom sereno e educado que lhe é peculiar, desconversava. Publicamente, montou um script baseado na discrição, mas, nos bastidores, tentava viabilizar seu nome. Procurou conversar com lideranças, a exemplo do senador Jarbas Vasconcelos (PMDB).

No último dia 7, teve outra conversa com o governador. Já tinha indicativos de que não seria o escolhido e queria saber o motivo. Questionava o porquê de servir para vice, mas não para governador. Porém o processo de escolha do candidato não teria entrado em pauta. O governador teria focado a conversa na transição administrativa.

Preterido até do debate em torno da sucessão, Lyra acabou aproximando-se do ex-ministro Fernando Bezerra Coelho (PSB), outro que gostaria de ser o escolhido para disputar o governo do Estado, mas teve que aceitar a vaga para o Senado na chapa.

Ao lado do deputado estadual Danilo Cabral, Lyra e Bezerra Coelho eram as opções com o perfil político. Mas o governador queria um técnico – como foi em 2012, ao escolher o então secretário Geraldo Julio (PSB) para disputar a Prefeitura do Recife – para dialogar com sua campanha nacional pautada na “nova política”.

Com raízes políticas em Caruaru – no Agreste do Estado –, cidade natal de sua família, João Lyra atua no meio político há mais de 30 anos. Não pode vestir a camisa de “novo”.

Foi prefeito de Caruaru por dois mandatos, deputado estadual, quando assumiu a liderança do governo Miguel Arraes, avô de Eduardo Campos, e, já como vice, chegou a acumular o comando da Secretaria de Saúde. Em 2010, elegeu a filha Raquel Lyra (PSB) deputada estadual. (Jornal do Comercio)

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

‘Virei boiola, igual maranhense’, diz Bolsonaro no Maranhão após beber refrigerante rosa

Presidente fez piada homofóbica ao tomar guaraná Jesus durante visita para entrega de obras no estado

PortalPE10 com informações UOL

Publicado

O presidente Jair Bolsonaro cumprimenta apoiadores nesta quinta-feira (29) em sua primeira visita ao Maranhão – Alan Santos/Presidência da República

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez uma piada preconceituosa nesta quinta-feira (29) em sua primeira visita oficial ao Maranhão.

Enquanto se encaminhava para o segundo compromisso do dia, saindo da capital São Luís rumo à cidade de Imperatriz, Bolsonaro brincou de forma homofóbica após beber um copo do guaraná Jesus, bebida típica do estado.

Em meio a uma grande aglomeração de pessoas e sem usar máscara, o presidente se divertiu com a cor rosa da bebida. Logo após beber os primeiros goles, ele começou a fazer piadas com as pessoas próximas enquanto sua equipe fazia uma transmissão ao vivo em suas redes sociais.

“Agora eu virei boiola. Igual maranhense, é isso?”, disse o presidente entre risos. “Guaraná cor-de-rosa do Maranhão aí, quem toma esse guaraná aqui vira maranhense”, emendou depois Bolsonaro, mostrando a bebida.

Entre muitas selfies com apoiadores, quase todos também sem máscaras, o presidente ainda voltou a insistir na piada pouco depois. “Guaraná cor-de-rosa. Fod…, fod…”, disse.

Em São Luís, Bolsonaro chegou na manhã desta quinta-feira provocando aglomerações e ignorou as medidas de prevenção à contaminação pelo novo coronavírus. O presidente participou na capital maranhense da inauguração de um trecho da rodovia BR-135.

No início da tarde, ele se encaminhou para Imperatriz, onde tem agenda programada para realizar mais entregas de obras.

Na visita ao Maranhão, Bolsonaro foi acompanhado de vários ministros, entre eles Fábio Faria (Comunicações), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo).

Desde a chegada a São Luís, Fábio Faria fez registros da interação de Bolsonaro com apoiadores. No caminho para Imperatriz, o ministro divulgou que o presidente fez uma parada surpresa em Bacabeira (MA). Novamente, as pessoas se aglomeraram em volta de Bolsonaro, quase todas sem máscaras.

Continuar Lendo

Brasil

Rompidos desde 2018, Lula e Ciro Gomes fazem as pazes depois de conversa em São Paulo

Gesto entre os dois políticos é sinal de reaproximação de partidos de esquerda mirando a sucessão do presidente Jair Bolsonaro

Marcelo Passos

Publicado

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) ensaiaram uma reaproximação em encontro ocorrido em setembro, na sede do Instituto Lula, em São Paulo.

Afastados desde as eleições de 2018, quando fracassou a tentativa de acordo eleitoral para a Presidência, os dois falaram da necessidade de união da esquerda após a vitória do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), mas não chegaram a traçar planos conjuntos para as eleições de 2022.

A reunião foi Revelada pelo jornal O Globo. O encontro foi intermediado pelo governador do Ceará, Camilo Santana (PT), então preocupado com o clima entre os dois partidos no estado.

O governador petista defende um pacto de não-agressão no Ceará, onde PDT e PT são adversários na disputa pela Prefeitura de Fortaleza.

Antes de consumado o encontro, Ciro costumava relatar que se dispunha a conversar a pedido de Camilo, um dos participantes do encontro.

Segundo o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, que acompanhou a negociação à distância, Ciro repetia que Camilo estava muito preocupado com o cenário político.

Continuar Lendo

Palmares

Confira quanto cada candidato à prefeitura de Palmares recebeu para a campanha

Confira os números da prestação de contas

Redação PortalPE10

Publicado

Candidatos a Prefeitura de Palmares nas Eleições 2020. - (Foto: Reprodução/PortalPE10)

Candidatos a Prefeitura de Palmares nas Eleições 2020. – (Foto: Reprodução/PortalPE10)

O site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) disponibiliza diversas informações sobre os candidatos a prefeito e vereador de todos municípios brasileiros. Um desses dados é a prestação de contas, para que os eleitores saibam quanto cada um deles recebeu para a campanha de 2020.

Em Palmares, na Mata Sul de Pernambuco, o candidato que mais recebeu recursos, até esta quinta-feira (29), foi o prefeito Altair Junior (MDB), que concorre à reeleição. Até a última atualização, ela havia recebido R$ 60.000,00

Em segundo lugar está Noé de Enó (DEM), com R$ R$44.500,00 recebidos. O terceiro lugar é de Junior de Beto (PP) que recebeu R$27.000,00, mais atrás vem, Junior Barreto (PTB) que recebeu R$ R$13.800,00; seguido do Alexandre Leão, (PSDB) com R$ R$12.800,00.

O candidato Major Hans-(AVANTE) recebeu R$10.000,00, Milena Melo do (PDT) recebeu R$1.500,00. Os candidatos Agenaldo Lessa (PSD) , Coronel Souza Filho(PSC) não tem valores declarados até está quinta-feira(29) a Justiça Eleitoral

No site do TSE, também é possível consultar a lista de bens declarados, eleições anteriores, propostas de governo, ranking de doadores, entre outros.

 

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.