Nos siga nas redes sociais

Entretenimento

Após ‘Narcos’, José Padilha leva a ‘Lava Jato’ para a Netflix

Em ‘O Mecanismo’ tudo parte, precisamente, de uma descoberta em um negócio de lava jato.

Avatar

Publicado



Depois do sucesso mundial de “Narcos”, o diretor brasileiro José Padilha volta com tudo à Netflix. Desta vez para retratar o megaescândalo de corrupção que há anos sacode o Brasil através de uma trama inspirada na operação de investigação “Lava Jato”.

“O Mecanismo” estreará no próximo 23 de março e contará a história de um policial obcecado por desentranhar os negócios obscuros de um doleiro, uma investigação que acabará tomando dimensões gigantescas e alcançará poderosos considerados intocáveis até então.

Embora se trate de uma trama de ficção, Padilha faz referências constantes à realidade brasileira.

“No Brasil a corrupção faz parte da lógica, da estrutura da política. A corrupção é a norma. Esse ‘mecanismo’ não tem ideologia, está tanto nos governos de direita como de esquerda”, disse o diretor na coletiva de imprensa de apresentação da série no Rio de Janeiro. 

O Mecanismo

Em “O Mecanismo” tudo parte, precisamente, de uma descoberta em um negócio de lava jato, da mesma forma que começou a operação “Lava Jato” em 2014, que desde então levou à queda de políticos e empresários.

Na série, ambientada principalmente em 2013 em um Brasil dirigido por uma presidente, a fictícia “Petrobrasil” e a construtora “Miller & Brecht” estão no centro do megaesquema de corrupção, assim como estiveram, na realidade, a Petrobras e a Odebrecht. 

A investigação sobre o “maior escândalo de corrupção de todos os tempos” é protagonizada pelos brasileiros Selton Mello, no papel de policial, Carol Abras, como sua discípula, e Enrique Diaz, como o doleiro corrupto.

“Acredito que o público se identificará com o lado cidadão do policial, um cara que quer justiça e que as coisas sejam melhores”, disse Selton Mello.

Os males da América Latina 

Depois de retratar o império construído pelo narcotraficante colombiano Pablo Escobar e pelos dirigentes do cartel de Cali em “Narcos”, a Netflix aposta agora neste thriller policial e político.

“Buscamos temas que possam ser globais, e a corrupção é um tema que é relevante na América Latina. Além disso, a série é feita por pessoas muito talentosas”, apontou o vice-presidente de séries da Netflix, Erik Barmack.

Mas esta série, filmada em português, terá tanto sucesso quanto “Narcos”?

“Na América Latina, em geral, as pessoas vão entender, inclusive porque [o esquema de corrupção da] Odebrecht alcançou vários países e porque a lógica da política no Brasil não é tão diferente da do México ou Venezuela”, considerou Padilha.   

Aclamado por sua saga cinematográfica “Tropa de Elite”, sobre os procedimentos da polícia nas favelas do Rio de Janeiro, agora Padilha promete causar polêmica com este projeto que volta a exibir o lado mais obscuro do Brasil.

E embora a Lava Jato já tenha inspirado filmes, em geral aduladores dos juízes e procuradores encarregados da operação e críticos com os governos de Lula da Silva e Dilma Rouseff, Padilha disse que sua série não quer tomar partido.

“A Lava Jato conseguiu alguma coisa, parte do mecanismo foi punido (…) mas o sistema político brasileiro está feito para um darwinismo no sentido inverso, onde a seleção é entre os piores”, apontou.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entretenimento

Aos 87 anos, atriz Nicette Bruno é internada com coronavírus. Filha pede orações

No texto, a filha da artista ainda pediu orações e pensamentos positivos. “É isso o que a gente mais pode fazer para ajudar as pessoas que estão nessa situação. Agradeço o seu carinho”, disse Beth.

Redação PortalPE10

Publicado

A atriz Nicette Bruno. – (Foto: Selmy Yassuda/TV Globo)

Grupo de risco da Covid-19, a atriz Nicette Bruno foi diagnosticada com a doença. Quem deu a notícia foi a filha da artista, Beth Goulart, que afirmou que a mãe está internada no CTI de um hospital do Rio de Janeiro.

“Não tenho uma notícia muito agradável, mas enfim estamos numa pandemia. Infelizmente mamãe pegou Covid. Mas ela está bem, está internada sim, no CTI sim, mas está com uma ventilação não invasiva”; descreveu Beth Goulart. Nicette Bruno não está internada, e vem recebendo o apoio da família, fãs e amigos.

No texto, a filha da artista ainda pediu orações e pensamentos positivos. “É isso o que a gente mais pode fazer para ajudar as pessoas que estão nessa situação. Agradeço o seu carinho”, disse Beth.

Nicette Bruno foi casada com o também ator Paulo Goulart, que faleceu em 2014. Juntos, o casal teve três filhos: Beth Goulart, Bárbara Bruno e Paulo Goulart Júnior.

*Com informações Blog Social1/NE10

Continuar Lendo

Entretenimento

Pela primeira vez, MasterChef terá apenas participantes negros

Na primeira fase, os cozinheiros precisarão preparar pratos sugeridos por celebridades. Nesse episódio, participam Preta Gil, Elba Ramalho, Paula Fernandes e Di Ferrero.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Divulgação/Band)

Buscando ser cada vez mais inclusivo, o reality show MaterChef tem aberto espaço para diferentes minorias. Para quem acompanha o programa gastronômico, participantes LGBTs e mais velhos tem aparecido com frequência. Agora, o programa da Band irá escolher um elenco ainda mais diverso: todos os cozinheiros do elenco serão negros.

Por conta da pandemia, o formato do MasterChef mudou. Agora, cada episódio funciona ‘independente’ na temporada, de forma que um elenco novo é escolhido por semana. No episódio da próxima terça, 1, os participantes passarão por duas fases.

Na primeira fase, os cozinheiros precisarão preparar pratos sugeridos por celebridades. Nesse episódio, participam Preta Gil, Elba Ramalho, Paula Fernandes e Di Ferrero.

Já na segunda parte, os que sobrarem no MasterChef irão preparar um galeto recheado ao molho e acompanhamentos. O vencedor deste episódio deve levar o prêmio de R$ 5 mil mais adereços de cozinha.

De acordo com o UOL, ao anunciar os participantes da semana, a Band não ressaltou o fato de todos serem negros. A ideia é incluir com normalidade, fugindo dos padrões já impostos socialmente.

*As informações são do Blog Social1/NE10

Continuar Lendo

Entretenimento

Ex-sisters do BBB 20 fazem foto de Natal inspirada em ‘Meninas Malvadas’

Bianca Andrade, Marcela McGowan, Flay e Ivy Moraes se vestiram de Mamãe Noel um ensaio de fim de ano.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Reprodução/Instagram)

Já é Natal para algumas sisters do BBB 20. Bianca Andrade, Marcela McGowan, Flay e Ivy Moraes se vestiram de Mamãe Noel um ensaio de fim de ano.

A foto foi publicada neste sábado (28) no Instagram de Bianca, que legendou: “Sisters Malvadas”.

A legenda é uma referência ao primeiro filme Meninas Malvadas, estrelado por Lindsay Lohan, Rachel McAdams, Amanda Seyfried e Lacey Chabert. No longa, as “Poderosas” se apresentam no show de talentos de fim de ano do colégio com uma coreografia sensual de Jingle Bell Rock.

Cena de filme inspirou clique das ex-participantes do BBB:

(Foto: Reprodução)

Recentemente, com a também ex-sister Mari Gonzalez, as amigas combinaram lingeries vermelhas num encontro com piscina e churrasco.

*Com informações Quem News

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.