Nos siga nas redes sociais

Política

Armando Monteiro terá palanque nos 184 municípios

É uma situação muito diferente da que marcou a eleição de Eduardo Campos em 200

Avatar

Publicado

Como principal candidato de oposição ao Palácio do Campo das Princesas, o senador Armando Monteiro Neto já entra na eleição com a garantia de que irá ter palanque nos 184 municípios pernambucanos. É uma situação muito diferente da que marcou a eleição de Eduardo Campos em 2006 e a de Jarbas Vasconcelos em 2010. Na primeira eleição de Eduardo Campos, ele só conseguiu apoios em todos os municípios no segundo turno. No primeiro, metade das estruturas formais de poder era do então candidato do governo, Mendonça Filho, e a outra metade da aliança PT-PTB que tinha como candidato o ex-ministro da saúde Humberto Costa. Com Jarbas Vasconcelos em 2010 deu-se praticamente a mesma coisa. Ele só conseguiu visitar na eleição cerca de 40 municípios pernambucanos porque nos demais não tinha palanque. As forças políticas municipais, mesmo brigando em nível local, apoiavam Eduardo Campos à reeleição.

 

Jarbas Vasconcelos só conseguiu visitar cerca de 40 municípios na campanha eleitoral de 2010

Um aliado de peso 
Mendonça Filho, líder do DEM na Câmara Federal, conseguiu um apoio de peso à luta que ora empreende na Câmara Federal em prol da instalação da “CPI da Petrobras”: do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. O ex-presidente havia dito, quinta-feira da semana passada, que era contrário à CPI para que o assunto não fosse “partidarizado”. Mas depois mudou de ideia para não enfraquecer o discurso político do senador Aécio Neves, que também é a favor da CPI.

Cobrança – Aliados de Mendonça Filho não tiram a razão do único prefeito que o DEM elegeu em Pernambuco, Felipe Porto (Canhotinho), de querer também ser ouvido sobre os rumos do partido na eleição. Mas, por uma questão de coerência, dizem, ele não poderia jamais votar no PTB para deputado estadual (Álvaro Porto) e no PSDB para deputado federal (Bruno Araújo).

Mapa – O PSB já “mapeou” os municípios sob sua influência cujos prefeitos serão orientados pelo partido a votar em Jarbas Vasconcelos (PMDB) para deputado federal. São cerca de 10.

nComissão – Sílvio Costa (PSC) será o único pernambucano na Comissão Mista do Orçamento que será instalada hoje no Congresso. O presidente será o deputado Devanir Ribeiro (PT-SP).

Marcação – Único candidato a deputado federal do PTB no Sertão do São Francisco, Adalberto Cavalcanti, que é deputado estadual e ex-prefeito de Afrânio, disputará voto a voto em Petrolina com Fernando Filho (foto) e Gonzaga Patriota, ambos do PSB.

Calmaria – Diferentemente de 2012, quando passou por um processo de grandes turbulências, o PT de Pernambuco deu exemplo de maturidade ao decidir, democraticamente, aliar-se ao PTB nas próximas eleições. Os derrotados aceitaram o resultado sem choro nem vela.

Itinerante – Passou na CCJ do Senado uma PEC de autoria do senador João Claudino (PTB-PI) que acaba com o “prefeito itinerante” – aquele que se elege e reelege numa cidade, e depois transfere o domicílio para uma cidade vizinha para buscar o 3º mandato. Isso ocorreu com Yves Ribeiro (PSB) em Pernambuco – eleito em Itapissuma, Igarassu e Paulista, sem interrupção.

Contas – João Paulo (PT) chegou à conclusão de que pode abrir uma larga vantagem na área metropolitana do Recife sobre o seu opositor na disputa pelo Senado, Fernando Bezerra Coelho (PSB), que dificilmente seria suplantada, diz ele, com os votos da Mata, Agreste e Sertão. Sua candidatura ao Senado na chapa do senador Armando Monteiro (PTB) será lançada até o dia 5.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Começa hoje (21) o período de apresentação da prestação de contas para as Eleições 2020

Candidatos e partidos devem apresentar despesas e recursos até o dia 25 de outubro

Marcelo Passos

Publicado

Candidatos a Prefeitura de Palmares nas Eleições 2020. - (Foto: Reprodução/PortalPE10)

Candidatos a Prefeitura de Palmares nas Eleições 2020. – (Foto: Reprodução/PortalPE10)

Os candidatos e partidos na disputa pelas Eleições 2020 devem apresentar, de hoje (21) a 25 de outubro, a prestação de contas parcial de campanha. Nela, devem ser discriminadas todas as despesas e recursos arrecadados, desde o início da campanha até o dia 20 de outubro — incluindo as transferências do Fundo Partidário e do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC).

De acordo com Marcos Andrade, chefe da Seção de Contas Eleitorais do TRE-PE, esse é um momento fundamental para o processo eleitoral. “É de uma importância para a sociedade, principalmente os eleitores, que vai muito além da análise dos números”, explica. “Se fala muito em observar as propostas, a índole, mas o eleitor deve saber quem está financiando o candidato e como ele está fazendo uso desses recursos”.

Segundo a Resolução TSE nº 23.607/2019 (com alterações acarretadas pela Resolução 23.624/2020), a prestação de contas deve ser elaborada por meio do Sistema de Prestação de Contas Eleitorais (SPCE).

O SPCE-Cadastro é o sistema desenvolvido pela Justiça Eleitoral para auxiliar candidatos e partidos na construçãoda prestação de contas de campanhas. Os dados inseridos, relativos à movimentação de campanha, devem ser encaminhados à Justiça Eleitoral, pela internet, por meio do próprio sistema.

Continuar Lendo

Pernambuco

Professor Lupércio, prefeito de Olinda, é internado e anuncia que está com Covid-19

Professor Lupércio (Solidariedade) deu entrada no Hospital Esperança, na cidade. Ele gravou vídeo e confirmou que teve diagnóstico positivo, nesta terça (20).

Marcelo Passos

Publicado

O prefeito de Olinda, Professor Lupércio (Solidariedade), foi internado no Hospital Esperança, localizado na cidade, com sintomas de infecção pelo novo coronavírus. O chefe do Executivo municipal, que tem 48 anos, informou, nesta terça-feira (20), que teve resultado positivo para a Covid-19 e que está cumprindo isolamento social

A informação sobre o internamento foi confirmada pela assessoria de imprensa do prefeito. O gestor confirmou que está doente, por meio de um comunicado transmitido pelas redes sociais. No vídeo, ele afirmou que se sente bem e que o exame que fez para detectar a doença deu positivo.

“Meu exame para Covid-19 deu positivo. Estou me sentindo bem e seguindo todas as recomendações médicas, inclusive de isolamento social. Continuarei a acompanhar todas as ações da prefeitura”, afirmou o prefeito, que tenta a reeleição.

Continuar Lendo

Pernambuco

Mais de 80% dos candidatos a vereador não têm curso superior

e um total de 19.693 postulantes a uma vaga nas câmaras municipais de Pernambuco, quase metade (8.682, ou 44,09% deles) têm somente o ensino médio completo.

Marcelo Passos

Publicado

Urnas eletrônicas - (Foto: Rodolfo Buhrer/Reuters)

Urnas eletrônicas – (Foto: Rodolfo Buhrer/Reuters)

Dos quase 20 mil candidatos a vereador em Pernambuco, apenas 18,45% (ou 3.364) têm ensino superior completo. E 77,62% nunca entraram numa universidade, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). De um total de 19.693 postulantes a uma vaga nas câmaras municipais de Pernambuco, quase metade (8.682, ou 44,09% deles) têm somente o ensino médio completo. Há até mesmo um candidato que se declara analfabeto (o que configuraria inelegibilidade, segundo a Constituição).

Os que declaram apenas saber ler e escrever somam 3,49% das candidaturas (687 pessoas). Já os que afirmam ter ensino fundamental incompleto respondem por 13,82% dos candidatos (2.721). Os que completaram o fundamental representam a parcela de 11,33% (2.232), enquanto os que não concluíram o ensino médio são 4,88% (962). Os que chegaram a iniciar o ensino superior são 3,93% (774 candidatos).

Homem, casado, entre 40 a 44 anos, pardo e com ensino médio completo. De acordo com o TSE, este é o perfil médio dos candidatos. São mais de 2 mil a mais do que em 2016 (eram 17.918). O número de homens (13.129) candidatos é o dobro do de mulheres (6.564). Entretanto, houve um crescimento das candidaturas femininas em relação às últimas eleições municipais. Na ocasião,
eram 5.572 mulheres tentando o cargo de vereadora no estado.

Em relação ao estado civil, os candidatos casados são mais da metade (51,31%, ou 10.104), seguidos pelos que se declararam solteiros (39,24%, ou 7.728). Na faixa etária, que concentra candidatos entre 16 e 90 anos, o grupo entre 40 e 44 anos tem o maior número de representantes: são 3.296, respondendo por 16,74% das candidaturas.

Já no quesito cor/raça, o número de candidatos que se declaram brancos (34,57% ou 6.808), negros (11,03%, ou 2.172) e pardos (52,88%ou10.413), com mais de 98%, é a esmagadora maioria, ao contrário dos que dizem ser amarelos (0,29% ou 58), indígenas (0,61% ou 121) ou ainda sem informação (0,61% ou 121).

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.