Nos siga nas redes sociais

Entretenimento

BBB 21: Karol Conká, Arthur e Gil estão no quarto paredão da edição

Redação PortalPE10

Publicado

O quarto paredão do Big Brother Brasil (BBB) 21 foi definido: Karol Conká, Arthur e Gil foram para a berlinda neste domingo (21). O resultado sai na terça-feira (23).

Caio imunizou Rodolffo, o que não surpreendeu nenhum dos participantes na ocasião. Logo em seguida, foi a vez de Sarahse pronunciar sobre a atribuição da semana. “Peço desculpas ao Brasil porque hoje eu não vou cumprir com a minha promessa”, pontuou antes de indicar a participante Karol Conká. “Ainda acho algumas atitudes da Karol muito incoerentes”, justificou.

Caio, Fiuk e Gil, em consenso, indicaram Arthur. O fazendeiro apontou a escolha como feita a partir de “uma série de circunstâncias que aconteceram na casa”. Questionados por Tiago Leifert, Fiuk e Gil assentiram que sim. Daí em diante, os confinados foram de um por um ao confessionário. Os dois mais votados foram Projota e Gil, com cinco e quatro votos, respectivamente.

Veja quem votou em quem:

Arthur — Gil
Projota — Gil
Rodolffo — João Luiz
Viih Tube — Projota
Thaís — Projota
Camilla de Lucas — Projota
João Luiz — Projota
Gil — Projota
Lumena — Carla Diaz
Fiuk — Carla Diaz
Juliette — Lumena
Carol Konká — Gil
Carla Diaz — Lumena
Caio — Camilla de Lucas
Pocah — Gil

Prova bate-volta

Arthur, Projota e Gilberto foram à prova bate-volta. Por ser indicada pela líder, Karol Conká não teve direito à possibilidade de saída da votação.

A prova, denominada “pé na jaca”, determinou que quem pisasse na fruta de número 16 — a qual teria uma geleia dourada — se livraria do paredão. Após uma série de tentativas, Projota sorteou o item e se livrou da eliminação nesta semana.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Rock in Rio 2021 é adiado para 2022 por causa da pandemia

Nona edição do festival aconteceria no Rio em setembro e outubro de 2021

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Artur Meninea/Gshow)

(Foto: Artur Meninea/Gshow)

O Rock in Rio anunciou nesta quinta (4) o adiamento do evento na capital fluminense por causa da pandemia de Covid-19. O festival foi remarcado para os dias 2, 3, 4, 8, 9, 10 e 11 de setembro de 2022 na Cidade do Rock, montada no Parque Olímpico (zona oeste do Rio).

Inicialmente, o evento seria realizado em 24, 25, 26 e 30 de setembro e 1º, 2 e 3 de outubro de 2021.

O movimento acompanha a situação de piora que o Brasil vive com o coronavírus. Com dias de recorde de mortes pela doença e UTIs lotadas pelo país, a capital fluminense decretou toque de recolher e restringiu o horário de funcionamento do que não for essencial.

Nesta quinta, também foi confirmado o adiamento da versão do festival em Lisboa, que passou para os dias 18, 19, 25 e 26 de junho de 2022. As informações são da FolhaPress.

Segundo a organização, as mudanças foram baseadas nas indefinições do cenário mundial da pandemia de Covid-19 e no fato de que a esta altura do ano já começariam a montar o festival in loco, em ambas as praças.

Em nota, o Rock in Rio afirma ainda que as atrações estão com negociações avançadas e há previsão de anúncios ainda no primeiro semestre.

Não foram divulgados artistas da programação, mas entre os nomes confirmados anteriormente estavam Iron Maiden, Dream Theater, Megadeth e Sepultura em uma dobradinha com a Orquestra Sinfônica Brasileira, no palco Mundo, e Living Colour com o guitarrista Steve Vai, no palco Sunset. O DJ Alok também figurava na lista.

A venda de ingressos no Brasil começaria em 9 de março com a disponibilização do Rock in Rio Card, que garante entrada no festival antes mesmo de todas as atrações serem conhecidas, mas também foi adiada e deve ter início ainda em 2021.

A última edição do Rock in Rio da capital fluminense reuniu atrações como Foo Fighters, Red Hot Chili Peppers, Seal, Emicida, Anitta e Imagine Dragons.

Em Portugal, para a próxima edição, já estavam confirmados nomes como Foo Fighters, Post Malone, Black Eyed Peas, The National, Liam Gallagher e Camila Cabello.

Entre os brasileiros, Anitta, Ivete Sangalo, Iza, Ney Matogrosso, Projota e Giulia Be já haviam sido anunciados.

Continuar Lendo

Entretenimento

Lumena é a quinta eliminada do Big Brother Brasil com 61,31% votos

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Reprodução/Gshow)

A eliminada da noite de terça-feira (2) no Big Brother Brasil foi a psicóloga Lumena, com 61,31% dos votos. O cantor Projota foi o segundo mais votado, recebendo 37,07%. Arthur, que também estava no paredão, levou apenas 1,62%.

Lumena é a quinta eliminada da edição. A baiana foi indicada pela sister Carla Diaz ao atender o big fone. Com o paredão formado, até Conceição, mãe da Lumena, se pronunciou: “Não foi uma surpresa porque acompanho o programa e sei que Lumena era uma possibilidade de indicação para Carla. Faz parte do jogo.”

Conceição também comentou sobre a visão de jogo da filha dentro da casa: “É nítido que a percepção lá dentro é completamente diferente de quem está vendo aqui fora. Ela construiu relações com quem sentiu alguma abertura, em momentos que fizeram sentido para ela. Teve aproximações e distanciamentos ao longo do jogo, isso também faz parte das relações.”

Continuar Lendo

Brasil

Câmara pede prisão de humorista Danilo Gentili ao Supremo Tribunal Federal

Depois da repercussão, Danilo apagou o post das redes sociais.

Marcos Philipe Passos

Publicado

(Foto: Reprodução/Redes Sociais)

A Câmara dos Deputados entrou com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF), por meio da procuradoria parlamentar, para pedir a prisão do apresentador Danilo Gentili. O comediante fez uma postagem em que sugeriu que os brasileiros “entrassem” no Congresso para “socar todo deputado”.

“Eu só acreditaria que esse país tem jeito se a população entrasse agora na Câmara e socasse todo deputado que está nesse momento discutindo PEC de imunidade parlamentar”, escreveu o humorista pelo Twitter.

O texto criticado por Gentili ficou conhecido como PEC da imunidade. Isso porque ele dificulta a prisão de membros do Legislativo, nas esferas federal, estadual e municipal.

Coordenada pelo deputado Luis Tibé (Avante-MG), a ação aconteceu depois de um pedido do deputado Celso Sabino (PSDB-PA).

Segundo os parlamentares, a postagem de Danilo pode ser comparada com as ações do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), preso após ameaçar os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e defender o AI-5.

Depois da repercussão, Danilo apagou o post das redes sociais.

(Foto: Reprodução)

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.