Nos siga nas redes sociais

Brasil

Bolsonaro recua e agora diz que não vai acusar países de importar madeira ilegal

Bolsonaro disse que o governo tem, na realidade, “nomes de empresas” que comprariam produtos brasileiros de forma ilegal.

Publicado

Presidente Jair Bolsonaro fala à imprensa ao chegar no Palácio da Alvorada

Depois de dizer que revelaria nomes de países que atuam como “receptadores” de madeira ilegal que sai do Brasil, o presidente Jair Bolsonaro recuou de suas declarações nesta quinta-feira, 19. Em vez de países, Bolsonaro disse que o governo tem, na realidade, “nomes de empresas” que comprariam produtos brasileiros de forma ilegal. Nem mesmo esses nomes, porém, foram citados.

“Nós temos aqui os nomes das empresas que importam isso e os países que elas pertencem. A gente não vai acusar o país A, B ou C de estar cometendo um crime. Mas empresas desses países, sim. Isso já está em processo. Isso vai se avolumar, no meu entender, ao ponto tal que se tornará não atrativo a importação de madeira ilegal”, disse Bolsonaro, durante a sua live.

Ao lado do ministro da Justiça, André Mendonça, e do superintendente da Polícia Federal no Amazonas, Alexandre Saraiva, Bolsonaro chegou até mesmo a dizer que “países outros nos criticam, em algumas oportunidades, até com razão, mas em outras, não”.

“Quando nós conseguirmos chegar a bom termo essa questão, vai diminuir drasticamente o desmatamento no Brasil. Nós temos aqui o montante de madeira que é exportada por ano. E, só nesse contexto, já vê que não sai de área de manejo. Obviamente, tem também de reserva indígena em área de proteção ambiental. Esse é um grande sinalizador”, declarou o presidente.

Segundo o presidente, além da atuação da PF no combate ao crime na floresta, a Marinha do Brasil já foi contatada e apoiará as ações. “Toda ela (madeira) sai por via aquoviária. Não sai por estrada, sai por rios. Então dá pra gente fazer barreiras e conter o deslocamento dessa madeira. A que for legal, passa. A que não for, não passará mais.”

As declarações de Bolsonaro divergem daquelas que deu na terça-feira, 17, quando voltou a afirmar que revelaria “nos próximos dias” a lista dos países que compram madeira ilegal da Amazônia. Em discurso na cúpula do Brics, Bolsonaro afirmou que o País sofre com “injustificáveis ataques” em relação à região amazônica e ressaltou que algumas nações que criticam o Brasil também importam madeira brasileira ilegalmente da Amazônia.

“Revelaremos nos próximos dias os nomes dos países que importam essa madeira ilegal nossa através da imensidão que é a região amazônica”, declarou, em sua participação no encontro do grupo de países que inclui Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. “Porque, daí, sim, estaremos mostrando que estes países, alguns deles que muitos nos criticam, em parte têm responsabilidade nessa questão”, disse.

Brasil

MC Kevin teria caído de sacada ao tentar evitar flagra com mulheres, diz modelo

Equipe do funkeiro teria colocado mulheres no quarto do artista e ele teria tentado pular a varanda do hotel para que sua esposa não fizesse um flagra.

Publicado

A modelo e passista da escola de samba Acadêmicos do Tucuruvi Anny Alves diz que o acidente que matou MC Kevin, nome artístico de Kevin Nascimento Bueno, 23, teria acontecido após uma “brincadeira de mau gosto” de amigos.

Em uma série de vídeos pelas redes sociais, ela conta que a equipe do funkeiro teria colocado mulheres no quarto do artista e que ele teria tentado pular a varanda do hotel para que sua esposa não fizesse um flagra.

No momento em que alguém bateu na porta do quarto, segundo ela, ele teria achado que era a mulher, com quem se casou faz algumas semanas, no México. Então, caiu do quinto andar. “Foi uma brincadeira de mau gosto. Bateram na porta e ele achou que fosse a mulher dele. Se desesperou e foi tentar pular de uma varanda para outra, o vidro quebrou”, diz a passista no vídeo. As informações são da Folhapress.

Esta seria uma outra versão do caso e que é também apurada pela polícia do Rio de Janeiro. A outra é referente a uma tentativa de pulo do quarto para a piscina do hotel. Assim, teria batido a cabeça na borda e morrido.

De acordo com a Polícia Civil do Rio de Janeiro, as equipes da 16ª DP (Barra da Tijuca) realizaram diligências na piscina e no quarto onde Kevin ficou hospedado com o objetivo de esclarecer os fatos relacionados à morte do cantor. O corpo estava no IML do centro, foi necropsiado e aguardava liberação da família.

A morte de MC Kevin foi confirmada pela Secretaria de Saúde do Rio horas depois de o cantor ter sido levado para o Hospital Miguel Couto, na Gávea, zona sul da cidade, em estado grave. “Infelizmente, o paciente Kevin Bueno não resistiu e faleceu”, dizia a nota, enviada por email.

Com 9,2 milhões de seguidores no Instagram e quase 2 milhões de ouvintes mensais no Spotify, MC Kevin publicou em seu stories na noite de sábado (15) um vídeo no hotel, acompanhado da mulher, a advogada Deolane Bezerra. “E aí, família, suave, como que vocês estão? Estou aqui na Barra, partiu show”, disse o cantor.

Segundo o site da produtora KondZilla, que fez clipes de Kevin, ele estava no Rio de Janeiro acompanhado de MC Bruninho da Praia e MC FK para um show marcado no sábado (15) em uma balada chamada Baile do Imperador, em Jacarepaguá, na zona oeste do Rio.

Amigos e familiares foram ao hospital assim que receberam informações sobre o acidente. O clima era de comoção. Deolade Bezerra, com quem o artista havia se casado em abril, no México, e que estava com ele no hotel, prestou depoimento na madrugada desta segunda (17) na 16ª DP, na Barra.

A polícia também ouviu amigos do músico e funcionários do hotel. Já o corpo do artista está no IML (Instituto Médico Legal). Procurada, a assessoria do artista ainda não se manifestou sobre o enterro e velório.

Vários famosos lamentaram a morte e relembraram momentos ao lado de Kevin. Entre eles está o jogador Neymar, que era um ídolo para MC Kevin. “Tínhamos combinado de nos conhecer agora nas minhas férias, mas infelizmente não poderemos. Tenho certeza que ainda te abraçarei e te agradecerei por confiar em mim, na pessoa que eu sou. Vá em paz, menino!”, afirmou.

A morte de MC Kevin teve repercussão internacional. O ator e roteirista Marlon Wayans, do filme “As Branquelas” (2004), lamentou o ocorrido. ” Uma alma tão doce e pura”, escreveu no Instagram. “Com quem vou festejar agora quando for para o Brasil?”.

Continuar Lendo

Brasil

Tem alguns idiotas que até hoje ficam em casa, diz Bolsonaro sobre isolamento na pandemia

Publicado

Em conversa com apoiadores na manhã desta segunda-feira (17), o presidente Jair Bolsonaro chamou de “idiotas” as pessoas que ficam em casa ao obedecer medidas restritivas para evitar a disseminação do coronavírus.

Bolsonaro também enalteceu o agronegócio, que o homenageou em um ato na Esplanada dos Ministérios no sábado (15). Ele disse que o homem do campo não parou durante a pandemia e, assim, garantiu alimentos para quem deixou de sair às ruas.

“O agro realmente não parou. Tem uns idiotas aí, o ‘fique em casa’. Tem alguns idiotas que até hoje ficam em casa. Se o campo tivesse ficado em casa, esse cara tinha morrido de fome, esse idiota tinha morrido de fome. Daí, ficam reclamando de tudo”, disse Bolsonaro.

O isolamento é considerada a medida mais efetiva para frear o avanço da Covid-19, uma vez que o coronavírus é transmitido quando se entra em contato com secreções de outras pessoas contaminadas, como espirros ou mesmo como partículas de saliva comuns quando outras pessoas falam.

Junto do isolamento, outra maneira eficiente de conter a doença é o uso de máscaras, que servem justamente como uma barreira para essas gotículas de saliva.

Continuar Lendo

Brasil

Fotógrafo é morto após pedir silêncio a traficantes para a filha dormir

Esposa de Thiago Freitas de Souza contou à polícia ter escutado um disparo depois que o marido foi reforçar o pedido de silêncio. Polícia abriu inquérito para investigar o caso.

Publicado

Homem é morto depois de reclamar com traficantes sobre barulho em favela — (Foto: Arquivo Pessoal)

A Polícia Civil investiga o assassinato de um homem na manhã do último sábado (15) na Favela Santo Cristo, em Niterói (RJ). O fotógrafo Thiago Freitas de Souza, de 32 anos, foi morto depois de reclamar com traficantes de drogas que o barulho feito por eles não deixava a filha dele dormir.

Segundo o relato, a situação teria começado antes das 6h35, horário em que policiais militares foram ao Hospital Estadual Azevedo Lima, também em Niterói, atender a uma ocorrência de uma pessoa baleada.

No hospital, os policiais conversaram com a esposa da vítima, que contou ter saído de casa para pedir a traficantes da favela que diminuíssem o barulho que faziam porque a filha do casal estava acordando toda hora.

Depois, segundo o relato, o marido foi reforçar o pedido aos criminosos. Foi quando a mulher contou ter ouvido um disparo e encontrou Thiago caído no quintal de casa. Levado para o Azevedo Lima, o homem foi operado, mas não resistiu aos ferimentos. A morte dele foi declarada às 7h55.

A polícia informou que a favela Santo Cristo vive uma briga de facções e que, na sexta-feira (14), PMs fizeram uma operação no local. O assassinato de Thiago passou a ser investigado pela Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSG).

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10. Todos os direitos reservados.