Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

Cachaça de maconha vira febre no sertão

Com o rótulo que se apropria da tradicional marca pernambucana de aguardente Pitú, essa caninha sai por R$ 30

Avatar

Publicado

Encravado no “polígono da maconha”, região pernambucana famosa pela produção da erva em áreas irrigadas pelo rio São Francisco, o município de Cabrobó (a 531 km do Recife) vem se tornando conhecido por um “souvenir” peculiar: uma cachaça artesanal com raiz de maconha, a “Pitúconha”.

É fácil encontrá-la em bares e carrinhos que vendem espetinhos de carne.

Os interessados encontram o produto tanto em dose (R$ 1) como em garrafa.

Com o rótulo que se apropria da tradicional marca pernambucana de aguardente Pitú, essa caninha sai por R$ 30.

“Aguardente de cana adoçada com raiz de maconha”, informa, sem pudor, o rótulo da garrafa de 965 ml. “O Ministério do Transporte adverte: o perigo não é um jumento na estrada. O perigo é um burro no volante”, completa, em tom jocoso, o aviso da embalagem.

A Folha conversou com um servidor municipal que, aos finais de semana, vende doses de cachaça de maconha em seu carrinho de churrasco.

Ele diz que algumas pessoas coletam as raízes que sobram das operações policiais de erradicação dos pés de maconha e vendem para os produtores de cachaça. Um saco de 30 kg sai a R$ 100.

O servidor, que vende a cachaça há cinco anos, afirma que chega a comercializar até seis garrafas por semana. “Já virou souvenir. Tem um pessoal do banco que compra de carrada. O pessoal tem muito interesse de conhecer. Houve até um leilão na capital. Saiu por R$ 200″, afirma.

ILEGAL

Segundo a Polícia Federal, ainda não há clareza sobre a situação legal da bebida. Perícia feita pela PF no ano passado indicou pequenas concentrações de THC (tetraidrocanabinol), o princípio ativo da maconha, nas raízes.

Desde o início do ano, policiais federais e colaboradores que participam das operações de erradicação de plantações da droga foram proibidos de trazer e distribuir as raízes, que, ao contrário do restante da planta, não são incineradas.

“Se você for levar ao pé da letra, seria crime [a comercialização da raiz e, consequentemente, da bebida] porque tem o princípio ativo. Só que a concentração é baixíssima. É uma questão que ainda não se tem uma posição definida”, afirma Carlo Correia, chefe da Delegacia de Repressão a Entorpecentes da Polícia Federal em Pernambuco.

De acordo com o artigo 2º da lei 11.343/2006, “ficam proibidas, em todo o território nacional, as drogas, bem como o plantio, a cultura, a colheita e a exploração de vegetais e substratos dos quais possam ser extraídas ou produzidas drogas”.

A exceção é para autorizações legais e para o que estabelece a Convenção de Viena (1971) a respeito de plantas de uso “ritualístico-religioso”.

“A lei não especifica a quantidade de THC. A questão é de ordem prática: a concentração é muito pequena. Não existe uma repressão sistematizada até hoje”, diz o delegado.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cotidiano

Homem é assassinado a tiros e mulher é baleada em Sirinhaém

Ninguém foi preso até o momento desta publicação. A motivação do crime ainda não foi identificada. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Reprodução/Whatsapp)

Um homem foi assassinado a tiros e uma mulher foi baleada na noite de terça-feira (19) no bairro Ibiratinga, em Sirinhaém, no Litoral Sul de Pernambuco. De acordo com a informações, o homem identificado por José Welington da Silva, de 21 anos estava próximo a sua residência, quando elementos armados se aproximaram e efetuaram vários disparos contra ele que não resistiu e veio a óbito.

Ainda segundo informações, uma mulher que seria companheira da vítima acabou sendo baleada e foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para um hospital local.

Ninguém foi preso até o momento desta publicação. O corpo de José Welington foi encaminhado para o IML. A motivação do crime ainda não foi identificada. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Continuar Lendo

Cotidiano

Homem é detido suspeito de manter mulher em cárcere privado em Xexéu

De acordo com informações da polícia, a vítima relatou que era mantida presa em casa há vários dias.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Um homem de foi detido na tarde de terça-feira (19) no Alto da Capela, em Xexéu, na Zona da Mata Sul de Pernambuco, suspeito de manter a mulher em cárcere privado por vários dias.

De acordo com a polícia, por volta de 13h20, uma equipe do 10° BPM, seguiu até um endereço, para verificar um possível cárcere privado, ao chegar no local a PM foi informada pela vítima que há dias seu companheiro vinha mantendo a mesma em cárcere privado, ela ainda relatou que o homem teria quebrado o chip do seu celular para que ela não tivesse contato com ninguém.

.:: Leia também: Operação Policia Militar: Cinco pessoas são presas pelo crime de tráfico de drogas em Xexéu e Belém de Maria

.:: Leia também: Colisão na BR-101 entre carro e moto deixa jovens gravemente feridos em Xexéu

Diante dos fatos os envolvidos foram encaminhados até a Delegacia de Polícia para serem tomadas as medidas cabíveis. Foi aberto um inquérito através de portaria, e foi solicitada medida protetiva.

 

Continuar Lendo

Cotidiano

Vacinação contra a covid-19 já começa em cidades da Mata Sul

Na terça-feira (19) várias cidades da região deram início à vacinação.

Redação PortalPE10

Publicado

Cidades da Mata Sul de Pernambuco já começaram a vacinação contra o novo coronavírus ainda na terça-feira (19) quando foram entregues pelo Governo do Estado mais de 7mil doses da vacina, o material foi entregue na sede da III Geres.

(Foto: Reprodução/PortalPE10)

Em Palmares, o início ocorreu durante a tarde e teve a técnica de enfermagem Maria do Socorro de 61 anos, como a primeira pessoa a receber a dose da Coronavac. Em seguida, o jovem Wilams Felipe também foi vacinado e o senhor Antônio Juvêncio de 91 anos também recebeu a primeira dose da vacina.

.:: Leia também: Saiba quantas vacinas da Covid-19 são destinadas a cada município da Mata Sul

A cidade recebeu 1314 doses da Coronavac na manhã de terça.

Gameleira

(Foto: Divulgação)

Em Gameleira a técnica de enfermagem Adenice Maria Nascimento, de64 anos, foi a primeira pessoa vacinada contra o Coronavírus no município. Ela atua na área da saúde há 28 anos.

Nesta primeira fase, 162 profissionais da saúde serão contemplados com duas doses da vacina, totalizando 324 doses disponibilizadas pela Secretaria Estadual de Saúde. O município recebeu 324 vacinas.

Ribeirão

(Foto: Divulgação)

Em Ribeirão, a primeira pessoa a receber a dose da Coronavac foi Amara Lúcia que trabalha como técnica de enfermagem. O município recebeu 466 vacinas

Xexéu

Xexéu também deu início a vacinação no município, o Prefeito Thiago de Miel esteve durante a manhã de terça fazendo a retirada das doses na sede da III Geres em Palmares e durante a tarde foi realizada a vacinação. O município recebeu 196 vacinas.

Água Preta

(Foto: Divulgação)

No município da Água Preta, o prefeito Noé Magalhães participou da cerimônia de vacinação, onde a enfermeira Ana Maria recebeu a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus.

Nesse primeiro momento serão vacinados os profissionais da saúde, que estão na linha de frente no combate do novo coronavírus. O município recebeu 318 vacinas.

Barreiros

(Foto: Divulgação)

Em Barreiros também foi dado início a vacinação, a profissional da saúde Isabella Nayman de 29 anos foi a escolhida para receber a primeira dose da vacina. O município recebeu 268 doses para serem administradas nos profissionais de saúde que estão na linha de frente nas urgências e emergências no combate a COVID-19.

Essa está sendo a primeira fase de vacinação, seguindo as orientações do Ministério da Saúde.

Participaram do ato o prefeito Carlinhos da Pedreira, o vice-prefeito, João Marreca Filho, a secretária de Saúde Marlene Couto além de profissionais da área da saúde.

Rio Formoso

(Foto: Divulgação)

A Prefeita de Rio Formoso, Isabel Hacker também esteve na sede da III Geres para fazer a retirada de 256 vacinas, e deu início a vacinação. A primeira pessoa a ser vacinada no município foi a técnica de enfermagem Jovelina Maria Chagas, que trabalha há 30 anos na Unidade de Atendimento do Hospital Maria José Monteiro.

 

 

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.