Nos siga nas redes sociais

Política

Campos: ‘Brasil não aguenta mais quatro anos de Dilma’

Futuro candidato à Presidência,governador de PE disse que a presidente Dilma “foge do debate” e “não sabe tocar o Brasil

Avatar

Publicado

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos

As declarações do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, como pré-candidato do PSB à presidência começam a assumir um padrão. Em aparições públicas, Campos tem elogiado a administração do ex-presidente Lula, numa estratégia de reverenciar o governo do petista e responsabilizar sua sucessora, Dilma Rousseff, por não dar continuidade ao que foi realizado pelo seu padrinho político. 

“Não dá para ter mais quatro anos da Dilma [Rousseff], o Brasil não aguenta”, disse o pernambucano, no sábado, no município de Nazaré da Mata. Foi a primeira vez em que ele citou nominalmente a presidente, em meio aos constantes ataques tem feito ao governo federal. Depois, ampliou a carga durante encontro político promovido pelo PSB: “A presidenta não soube tocar o Brasil do jeito que precisava ser tocado”, afirmou. “Quem acha que sabe tudo não sabe de nada”, continuou, ao reiterar que o Brasil “parou de crescer como estava crescendo”.

Nesta segunda-feira, Campos mais uma vez atacou a petista em palestra na Associação Comercial de São Paulo. “O Brasil não pode admitir que se fuja do debate. A presidenta da República, nós todos respeitamos ela, mas ela não tem direito de fugir do debate, ela tem que vir para o debate.”

Apesar das críticas à gestão Dilma, Campos tem elogiado constantemente a administração do ex-presidente Lula. “O povo elegeu um retirante que saiu daqui (Pernambuco) tangido pela seca e pela fome e se transformou numa grande liderança sindical da área industrializada do Brasil, que chegou à Presidência da República depois de esgotado politicamente o modelo que estava em vigor, e teve a sabedoria, a inteligência, a capacidade de ouvir, a humildade de construir com diálogo um tempo de mudança no Brasil. Um tempo de mudança que fez o Brasil voltar a crescer como não crescia.”

O governador disse ainda que o país não pode assistir aos problemas serem “jogados para baixo do tapete” postergados para novembro, após as eleições presidenciais. “Nós estamos brincando com nosso futuro”, afirmou. “Há gente que não quer esse debate para melhorar o Brasil.”

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pernambuco

Elias Gomes desiste de candidatura para apoiar Keko do Armazém para prefeito do Cabo

O anúncio aconteceu na tarde desta terça-feira (20).

Marcos Philipe Passos

Publicado

Elias Gomes desiste de candidatura para apoiar Keko do Armazém para prefeito do Cabo.

Elias Gomes desiste de candidatura para apoiar Keko do Armazém para prefeito do Cabo.

A união da oposição contra o mandato de corrupção no Cabo de Santo Agostinho. Elias Gomes (MDB), da Frente Partidária Mudança Certa, desistiu da candidatura a prefeito do Cabo de Santo Agostinho para apoiar Keko do Armazém (PL). O anúncio aconteceu na tarde desta terça-feira pelo facebook oficial de Elias.

No pronunciamento, Elias Gomes afirma que no início da campanha procurou a bancada de candidatos opositores ao atual gestor para unirem forças, mas na época não foi viável. “Estou agindo no sentido de construir uma unidade na oposição, retiro a minha candidatura em favor da unidade da oposição e em favor ao povo do Cabo. Irei apoiar a candidatura de Keko do Armazém”, explicou.

Ainda no vídeo, ele pede que outros candidatos do Cabo de Santo Agostinho também tomem a mesma atitude. “Aí fica o meu apelo aos nossos eleitores, o meu agradecimento e que possamos construí na unidade a vitória do povo do Cabo e destruir a tirania que escraviza e humilha o nosso povo”, falou energicamente. Na chapa de Elias Gomes, o ex-prefeito Vado da Farmácia era candidato a vice-prefeito.

Em comício relâmpago no Centro do Cabo, Keko do Armazém agradeceu o apoio de Elias Gomes e exaltou que foi atitude de uma pessoa compromissada com a mudança da cidade. “Os cabenses não irão esquecer o que você fez hoje por eles, Elias. Você foi homem e cumpriu sua palavra de querer o melhor para o Cabo”.

Continuar Lendo

Política

E-Título passa a ter foto do eleitor e pode ser usado como documento oficial para votar

O objetivo é facilitar ainda mais a vida do eleitor no dia da votação. Outras mudanças foram feitas para oferecer maior proteção aos dados do usuário.

Marcos Philipe Passos

Publicado

E-Título pode ser usado como documento oficial no dia da votação. - (Foto: Reprodução/Gazeta do Povo)

E-Título pode ser usado como documento oficial no dia da votação. – (Foto: Reprodução/Gazeta do Povo)

O e-Título, aplicativo desenvolvido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que consiste na via digital do título eleitoral, passou recentemente por novas atualizações. A principal alteração é que o app passa a mostrar a foto do eleitor, permitindo que o cidadão apresente apenas o seu perfil no aplicativo para ingressar na seção eleitoral e votar. Tal funcionalidade está disponível somente para quem realizou o cadastramento biométrico.

O objetivo é facilitar ainda mais a vida do eleitor no dia da votação. Outras mudanças foram feitas para oferecer maior proteção aos dados do usuário – confira abaixo.

Baixe o app nas lojas on-line Google Play e App Store.

O Tribunal recomenda que os eleitores baixem o aplicativo com a maior antecedência possível ao dia das Eleições Municipais 2020, cujo primeiro turno acontecerá no dia 15 de novembro. Com mais tempo para utilizar a interface do aplicativo, o eleitor estará mais seguro e apto para usá-lo no dia da votação.

Mais segurança para os dados

O documento digital exigirá a resposta do eleitor a uma série de perguntas. Apenas as pessoas que responderem com sucesso a esse desafio poderão usar o aplicativo e suas funcionalidades. Embora soluções de segurança como essa possam tornar a experiência do usuário menos fluida, elas são relevantes para a proteção dos dados do eleitor.

Atualmente mais de dois milhões de eleitores já baixaram o e-Título, e cerca de 60 mil pessoas têm acessado o documento diariamente.

Além da emissão do documento em meio digital com foto, com as mudanças de segurança implementadas, há também a necessidade de criação de senha de acesso do eleitor ao app.

Entre outras vantagens, estão ainda as de emitir as certidões de quitação eleitoral e de crimes eleitorais, que estarão disponíveis ao eleitor a qualquer momento. O app também informa o endereço do local de votação e fornece informações sobre a situação eleitoral.

Justificativa de ausência

Os eleitores que estiverem fora do seu domicílio eleitoral no dia da eleição poderão utilizar o e-Título para justificar sua ausência, por meio da geolocalização do aplicativo. Essa funcionalidade estará disponível somente no dia da eleição, das 7h às 17h.

Para fazer a justificativa fora do dia da eleição, o eleitor poderá apresentar documento comprobatório que motivou a ausência (60 dias para justificar após cada pleito, ou 30 dias para justificar após retorno ao Brasil).

Nenhum dos serviços prestados pelo e-Título é exclusivo do aplicativo. Isso significa que as certidões também podem ser obtidas pelo computador ou junto ao cartório eleitoral. O app, no entanto, visa tornar esses e outros serviços mais ágeis, seguros e de mais fácil acesso por parte dos eleitores.

Continuar Lendo

Pernambuco

Paes Mendonça critica inexperiência de candidatos no Recife

Paes Mendonça critica inexperiência de candidatos no Recife

Marcelo Passos

Publicado

João Carlos Paes Mendonça

Empresário do ramo de Shopping Center no Recife e dono do Jornal de Comércio, João Carlos Paes Mendonça mostra preocupação com a quantidade de palafitas, a pobreza, os esgotos, a falta de água nos morros. E surpreso com a total inexperiência de candidatos à Prefeitura como a principal dificuldade para a capital superar suas desigualdades.

Numa alusão às três séries do Campeonato Brasileiro, disse que a cidade está parada há 20 anos. Sempre ocupou a série A, infelizmente pulou para B e hoje está na C, perdendo espaço e a hegemonia no Nordeste para Salvador e Fortaleza.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.