Nos siga nas redes sociais

Esportes

CBF fala em ‘abandono’, e Portuguesa pode até ser excluída da Série B

Para a CBF, configurou-se abandono de campo o ato da Portuguesa

Avatar

Publicado

Estadão:Para a CBF, configurou-se abandono de campo o ato da Portuguesa de deixar com 15 minutos de início o jogo desta sexta-feira, contra o Joinville, na estreia da Série B do Campeonato Brasileiro, depois de documentos do Tribunal de Justiça de São Paulo terem sido apresentados ao delegado da partida, Laudir Zermiani.

A Lusa pediu o adiamento do confronto e foi para o duelo contrariada, se resguardando em uma liminar movida por ação popular na 3ª Vara Cível da Penha, São Paulo, em 10 de abril, que recolocou o clube do Canindé na Série A.

Em nota publicada em seu site oficial, a CBF declarou: “O ato apresentado ao delegado do jogo entre Joinville e Portuguesa não tem nenhuma eficácia jurídica, pois decorre de uma decisão proferida pelo incompetente juízo da 3ª Vara Cível do Fórum Regional da Penha, São Paulo, e que vem a desrespeitar flagrantemente a determinação do Superior Tribunal de Justiça, que já decretou que a competência é exclusiva da 2ª Vara Cível da Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, que proferiu decisão contrária. O ato desse juízo confirma grave desrespeito ao STJ e é muito sério. Seus responsáveis terão de reparar os vultuosos danos causados. Quanto à Portuguesa, que abandonou o campo, caberá ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva julgar o mérito.”

Na noite dessa sexta, a TV Globo divulgou outro comunicado no qual a CBF alega que “a Portuguesa, apesar de advertida pelo juiz da partida, que deveria ter dado continuidade à partida, optou por não voltar, o que configura abandono de jogo ou WO.”

Segundo o procurador do Supremo Tribunal de Justiça Desportiva – STJD – Paulo Schimitt, sendo denunciada por abandono ou WO, a Lusa pode até ser expulsa da Série B-2014.

“As punições variam entre multa de R$ 100 mil, revisão dos pontos do adversário e até exclusão da competição. Vai depender um pouco dos documentos enviados do jogo, da nossa análise. A procuradoria vai avaliar, e provavelmente segunda ou terça-feira seja apresentada a denúncia. Então, cabe aos auditores”, afirmou Schmitt.

Orlando Cordeiro, que até a noite dessa sexta era vice-jurídico da Portuguesa e responsável por coordenar a estratégia do clube na disputa contra a CBF pela Série A, abandonou o cargo por acreditar que o time sequer deveria ter pisado no gramado nesta sexta, em Joinville.

Para ele, porém, a Lusa não pode ser punida por abandono de campo ou WO. “A Portuguesa não abandonou o campo, ela está cumprindo uma decisão judicial. Estamos falando de uma ação popular de São Paulo. A CBF tentou cassá-la e não conseguiu. Portanto, não há nada de errado.”

A Portuguesa foi rebaixada à segunda divisão ao perder quatro pontos por ter escalado de forma irregular o meia Héverton na última rodada da Série A de 2013, em 8 de dezembro, contra o Grêmio, no Canindé. Héverton, a princípio, só havia pegado gancho de um jogo. A Lusa alega não ter sido notificada sobre o resultado do julgamento. Com a mudança, o Fluminense acabou sendo mantido na primeira divisão.

Discordância

O presidente do Joinville, Nereu Antônio Martinelli, questiona a validade dos documentos que provocaram a saída de campo do time paulista e foram apresentados ao delegado do jogo, e sugere que os papéis poderiam ter sido entregues por um funcionário da própria Portuguesa. Segundo o delegado do jogo, um filho do presidente da Lusa levou as folhas da discórdia ao campo

“Recebi um telefonema do vice presidente da CBF da Região Sul – Fábio Nogueira – dizendo que era pra ficar tranquilo que o jogo teria continuidade, até porque, tinham no estádio até 8 mil pessoas. Tínhamos medo que desse algum tumulto. O delegado informou ao árbitro que a pessoa correta para receber a notificação era o presidente da CBF – José Maria Marin. Não sei que documento foi entregue, se era liminar, não sei quem entregou”, relatou Martinelli, que reclama por agora ter que devolver o dinheiro dos ingressos vendidos aos torcedores.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cotidiano

Covid-19: Coreia do Norte não participará dos Jogos Olímpicos

A última participação olímpica do isolado e nuclearizado país norte-coreano foi em Jogos de Inverno, em Pyeongchang, na Coreia do Sul.

Redação PortalPE10

Publicado

Coreia do Norte – (Foto: Ed JONES/AFP)

A Coreia do Norte não participará dos Jogos Olímpicos de Tóquio, devido aos riscos do novo coronavírus, anunciou nesta terça-feira o ministro dos Esportes daquele país.

O Comitê Olímpico Norte-Coreano decidiu em reunião “não participar da 32ª edição dos Jogos, para proteger os atletas da crise de saúde mundial gerada pela Covid-19”, indicou o serviço de informações do Ministério dos Esportes. As informações são da AFP.

A última participação olímpica do isolado e nuclearizado país norte-coreano foi em Jogos de Inverno, em Pyeongchang, na Coreia do Sul, e contribuiu para a reaproximação diplomática entre os dois vizinhos em 2018.

O líder norte-coreano, Kim Jong Un, enviou a irmã Kim Yo Jong para esses jogos, nos quais o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, aproveitou para promover negociações entre Pyongyang e Washington que resultaram em dois encontros entre Kim e o presidente americano, que na época era Donald Trump.

O anúncio de Pyongyang põe fim às esperanças de Seul de transformar os adiados Jogos de Tóquio em uma nova oportunidade para reativar o processo de negociação da paz que atualmente está paralisado.

O anúncio, que data desta segunda-feira, publicado no site do Ministério dos Esportes, indica que trata-se de uma decisão do Comitê Olímpico Nacional ocorrida no dia 25 de março.

A agência de notícias estatal KCNA já havia informado sobre a reunião, mas sem mencionar a decisão.

Continuar Lendo

Esportes

Sport demite Jair após goleada e eliminação na Copa Nordeste

PortalPE10 com informações UOL

Publicado

Depois de um início conturbado na temporada 2021, o técnico Jair Ventura não resistiu à goleada para o Ceará e foi demitido do Sport. O anúncio foi feito na manhã desta segunda-feira. A última partida do comandante aconteceu no último sábado, quando o Rubro-negro perdeu por 4 a 0 para o Vozão e foi eliminado na fase de grupos da Copa do Nordeste.

 

Contratado em agosto do ano passado, o treinador acumulou 45 partidas na Ilha do Retiro, sendo que esteve fora da área técnica em mais uma ocasião – por motivos que vão desde suspensão até caso de Covid-19. Os auxiliares César Lucena e Emílio Faro, além do técnico do Sub-20, Ricardo Severo, passaram pela condução do time nas ocasiões.

Continuar Lendo

Cotidiano

Jogador Marcelo é notificado em R$ 18 mil por foto sem máscara

A notificação foi decretada depois de o lateral de 32 anos ter postado uma foto em seu Instagram, no último dia 28.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Reprodução)

O lateral esquerdo Marcelo, do Real Madrid, foi notificado pelo Departamento de Justiça de Valência em 2.700 euros (cerca de R$ 18 mil) por furar o bloqueio perimetral da cidade, imposto como medida restritiva para frear a pandemia, e também pela não utilização de máscara. As informações são da Folhapress.

A notificação foi decretada depois de o lateral de 32 anos ter postado uma foto em seu Instagram, no último dia 28, na qual aparece com a família em um passeio pela orla de uma praia valenciana.

“Domingão de sol”, escreveu o lateral brasileiro na legenda da foto publicada na rede social. Marcelo, sua esposa e o filho maior foram notificados em 700 euros cada um (600 por furar o perímetro e 100 pela falta de máscara), enquanto o mais novo recebeu somente a notificação de 600 euros, pois não há obrigatoriedade de máscara na sua idade (tem 5 anos).

O valor pela infração das medidas restritivas da pandemia se junta a outras infrações acumuladas pelo jogador desde a sua chegada ao Real Madrid, em 2007.

De acordo com o programa “Deportes Cuatro”, da TV espanhola, Marcelo já pagou mais de 1,1 milhão de euros em multas (aproximadamente R$ 7,4 milhões) nos 14 anos de clube, incluindo multas de trânsito e acordos com o fisco espanhol por evasão de impostos.

Tetracampeão da Champions League com o Real e ídolo da torcida, o lateral perdeu a condição de titular, que hoje pertence ao francês Mendy. Na atual temporada, sob o comando de Zinedine Zidane, o brasileiro disputou oito partidas em LaLiga e apenas um jogo na Champions.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10. Todos os direitos reservados.