Nos siga nas redes sociais

Pernambuco

Cinemas, teatros e festas são liberados nesta segunda em Pernambuco

Vão para a nona etapa do Plano de Convivência com a Covid-19 o Grande Recife, Zona da Mata e parte do Agreste. Setores têm regras a seguir.

Marcelo Passos

Publicado

Cine Teatro Apollo foi tombado em janeiro de 1994 como Patrimônio Histórico (Foto Arquivo PortalPE10)

A partir desta segunda-feira (28), está liberada a abertura de cinemas e a realização de eventos sociais e culturais nos municípios da Região Metropolitana do Recife (RMR), Zona da Mata e parte do Agreste, incluindo Caruaru. A reabertura trará um alívio para o setor de eventos, um dos mais afetados pela pandemia do novo coronavírus.

De acordo com a Associação Brasileira dos Promotores de Eventos, a estimativa é de que o prejuízo chegou a R$ 90 bilhões, além da perda de 580 mil empregos diretos. Algumas medidas deverão ser tomadas pelos estabelecimentos para que funcionem conforme determinação estadual. As principais recomendações são a ocupação, que deverá se limitar a 100 pessoas ou 30% da capacidade, e o horário de funcionamento, das 6h às 00h.

O anúncio da retomada gerou expectativa no setor. “É um alívio porque é a certeza de que as pessoas podem estudar o protocolo, preparar e treinar as equipes. Os clientes estavam sem querer planejar seus eventos e agora já temos noivas, por exemplo, dando o aval para retomar a preparação da festa de casamento”, comentou Tatiana Marques, presidente da Associação Brasileira das Empresas de Eventos Regional de Pernambuco (Abeoc-PE).

O decreto com a permissão da reabetura do setor foi publicado no Diário Oficial do Estado do sábado (26). Entre os principais pontos do protocolo, o limite reduzido a 100 pessoas ou 30% da capacidade e a não permissão do consumo de alimentos e bebidas.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pernambuco

Nordeste pode ter segunda onda de Covid-19 nos próximos meses, alerta comitê

A entidade reforça que o risco é causado pelo relaxamento nos cuidados, campanhas eleitorais e vinda de turistas europeus para o verão nas praias nordestinas.

Marcos Philipe Passos

Publicado

Teste de coronavírus - (Foto: Sajjad Hussain/AFP)

Teste de coronavírus – (Foto: Sajjad Hussain/AFP)

A segunda onda da pandemia de Covid-19, que já preocupa Europa e Estados Unidos, pode atingir o Nordeste nos próximos meses. É o que alerta o Comitê Científico do Consórcio Nordeste. A entidade reforça que o risco é causado pelo relaxamento nos cuidados, campanhas eleitorais e vinda de turistas europeus para o verão nas praias nordestinas.

“Há um risco real de que nos próximos meses tenhamos um fluxo de portadores do Sars-CoV-2, até de cepas diferentes das que aqui prevalecem”, alerta Miguel Nicolelis, neurocientista e um dos coordenadores do comitê. Para frear a possibilidade, o comitê alerta que sejam implantados em todos os aeroportos da região estandes sanitários com equipes de saúde munidas de folhetos informativos, equipamentos de aferição de temperatura e kits de testagem rápida de passageiros provenientes do exterior.

O comitê ressalta que turistas vindos de regiões com aumento de casos da Covid-19 e que não apresentarem atestados que comprovem a ausência de infecção devem ser colocados em quarentena de 14 dias. “Já passamos por essa situação de ver os acontecimentos primeiro na Europa e depois se reproduzindo aqui. Temos uma oportunidade, desta vez, de não deixar isso se repetir”, reforça Nicolelis.

Pico da pandemia

O boletim nº 12 do Comitê Científico mostra que a pandemia de Covid-19 já atingiu o seu pico em todos os estados da região Nordeste. A entidade usou modelos de previsão matemática para chegar à conclusão.

“Isso fez com que, em vários locais, as medidas de isolamento social fossem diminuídas além do necessário, resultando em alta probabilidade de uma possível segunda onda”, constata o ex-ministro da Ciência e Tecnologia e também coordenador do Comitê Científico do Nordeste.

O coordenador ainda frisa a “premência de se adotarem as medidas sugeridas pelo Comitê porque uma nova onda de Covid-19, obviamente, poderá trazer sérias consequências econômicas, sanitárias e sociais, complicando ainda mais o cenário delicado que já vimos enfrentando neste ano”.

Eleições

Cenas de aglomerações em comícios e atos da campanha eleitoral também preocupam o comitê. Em geral, as campanhas criam eventos “onde pessoas desprezam todas as normas sanitárias indicadas pela Organização Mundial de Saúde”, diz o boletim.

Invariavelmente, nas aglomerações o risco desse tipo de contaminação aumenta consideravelmente, gerando a expectativa de que, no período pós-eleição, possa ocorrer uma segunda onda da epidemia. Infelizmente, a maioria dos candidatos coloca sua eleição como prioridade, desconsiderando a vida de seus eleitores e as suas próprias”, criticam os cientistas.

Nas aglomerações as pessoas retiram as máscaras com muita frequência, o que potencializa o risco. “Um estudo publicado na revista Science indicou que o vírus pode permanecer no ar por algumas horas, ou seja, tirar a máscara em aglomerações é um grande risco”, alertam os cientistas.

Continuar Lendo

Pernambuco

Jovem de 18 anos é morta e tem corpo jogado em cisterna em Jaboatão

Adriele Benjamim da Silva foi morta na manhã deste sábado (24)

Marcelo Passos

Publicado

Um homem que fingia ser milionário para aplicar golpes em mulheres foi preso preventivamente na tarde de quinta-feira (22), no Rio, por agentes da 20ª DP (Vila Isabel). De acordo com a polícia, Eliézer de Queiroz Moreira, de 33 anos, é suspeito de estuprar e ameaçar vítimas.

O delegado responsável pela investigação, Cristiano Maia, contou ao G1 que Eliézer vai responder por quatro crimes.

“Ele fez mais de 50 mulheres de vítimas, algumas de outros estados, que gastaram dinheiro para vir ao Rio. Ele já foi denunciado, vai responder por quatro crimes: estupro, estelionato, constrangimento ilegal e corrupção de menores. Se condenado, pode pegar mais de 30 anos”, detalhou.

Eliézer usava perfil falso em um site de relacionamentos para atrair as vítimas. Uma reportagem exibida em agosto deste ano no Fantástico (veja no vídeo abaixo) mostra que ele se apresentava como “sugar daddy” — homem que oferece a mulheres dinheiro ou pagamento de contas, além de presentes e viagens, em troca de um relacionamento.

Em uma rede de relacionamentos, Eliézer se passava por outra pessoa e exibia fotos do jornalista americano Freddy Shermann, com carros e itens de luxos, como sendo ele.

Durante as conversas, o falso milionário dizia às mulheres que tinha um sobrinho, que sofria de depressão, e elas poderiam se relacionar com ele em troca de presentes, dinheiro e outras vantagens.

O tal sobrinho era, na verdade, Eliézer, o mesmo que aplicava os golpes. No entanto, as vítimas acreditavam na história do “sugar daddy” pois recebiam um comprovante de pagamento antes do encontro. Um deles chegou a ter valor de R$ 7 mil.

Somente depois as vítimas descobriam se tratar de um golpista, que ameaçava, agredia e abusava das vítimas, de acordo com as investigações da polícia.

“Ele marcava os encontros sempre às sextas-feiras e mandava o comprovante do depósito. As vítimas arcavam com os custos de motel, restaurantes, achando que receberiam o dinheiro para cobrir os gastos. Quando chegava na segunda, o dinheiro não caía na conta delas, e somente nesse momento elas ficavam sabendo que foram vítimas dele”, revelou o delegado.

Eliézer chegou a ser preso em agosto, com prisão temporária, mas foi solto logo depois. O delegado explicou que a prisão de agosto não foi convertida para preventiva pois a investigação ainda estava em andamento e as provas ainda estavam sendo analisadas. Ainda de acordo com as investigações, Eliézer continuou praticando crimes após ser solto.

“Uma das vítimas tinha uma filha com câncer, e ele prometeu que cuidaria do tratamento da menina em troca de favores sexuais. Esse foi um caso que chamou a atenção”, apontou o delegado Cristiano

A polícia encontrou o corpo de uma garota de 18 anos dentro de um casarão abandonado, onde funcionava um Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), localizado na Rua Miguel Romã Abreu e Lima, no bairro de Piedade, em Jaboatão dos Guararapes. A vítima, identificada como Adriele Benjamim da Silva, foi morta na manhã deste sábado (24). A Polícia Militar, Polícia Civil e os peritos do Instituto de Criminalística estiveram no local.

Segundo o delegado João Felipe, o corpo estava dentro de uma cisterna. “Quando chegamos aqui, encontramos o corpo já dentro da cisterna. Assim que o corpo foi removido do local, foi perceptível que ela foi morta antes e depois arrastada para dentro dessa cisterna”, contou.

Polícia investiga relação com chamado anterior

Na semana passada, a Polícia Militar recebeu uma denúncia de briga de casal. Segundo a polícia, a vítima e o companheiro estavam brigando em frente ao casarão. O homem teria agredido a mulher e vizinhos acionaram a polícia. Ao chegar no local, o suspeito já tinha se evadido. A vítima desta ocorrência pode ter sido Adriele.

“Alguns imóveis na localidade têm câmeras e existem outros na redondeza [que podem ajudar] para que a gente possa chegar à autoria [do crime]”, comentou o delegado João Felipe.

Adriele Benjamim da Silva, segundo a perícia, foi morta por estrangulamento. O assassino usou um fio para enforcar a vítima. A Polícia Civil já deu início às investigações.

Ainda não informações sobre o suspeito de cometer o assassinato de Adriele e nem a motivação para o crime.

Nota da Polícia Civil
A Polícia Civil informa que na manhã de hoje (24/10/2020) na Rua Jardim Copacabana, antiga sede da CAPS, em Piedade, uma mulher – 18 anos foi encontrada sem vida numa cisterna.

A 2ª Equipe da 7ª Turma da Força Tarefa de Homicídios, por meio do Delegado João Felipe esteve no local para iniciar as primeiras investigações. Segundo informações dos policiais, o local é ponto de uso de drogas e que a vítima possivelmente também era usuária de entorpecentes. Ainda segundo investigações, a causa possível da morte teria sido asfixia, contudo, necessário aguardar resultado do laudo do IML.

Um inquérito policial foi instaurado para apurar as circunstâncias do caso e identificar os autores.

 

Continuar Lendo

Pernambuco

Triplo homicídio assusta moradores de Enseada dos Corais, no Cabo

Triplo homicídio foi registrado na noite desta sexta-feira (24) em um prédio na Rua da Bueira

Marcelo Passos

Publicado

A Polícia Civil investiga um triplo homicídio que ocorreu na noite desta sexta-feira (23) na Rua da Bueira, na praia de Enseada dos Corais, no Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife.

O crime aconteceu por volta das 21h, em um prédio. De acordo com informações repassadas pela polícia, as três vítimas estavam em um dos apartamentos quando homens armados invadiram e efetuaram os disparos. Moradores relataram ter ouvido diversos tiros.

Um homem, que preferiu não se identificar, contou ter ouvido mais de 40 disparos. Ele estava assistindo televisão no momento do caso. “Foi um barulho que parecia uma guerra. Mais de 40 tiros (…) Fiquei assustado”, disse.

O Instituto de Criminalística (IC) já esteve no local. As informações são da Radio Jornal Recife

Vítimas

Ainda segundo a polícia, dois homens morreram ainda no local e uma terceira vítima chegou a ser socorrida para o Hospital Dom Helder, no Cabo, com vários disparos de arma de fogo na cabeça, mas não resistiu.

As identidades e idades das vítimas não foram divulgadas.

Quatro adolescentes também estavam na casa na hora dos disparos. Mas as jovens não foram atingidas.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.