Nos siga nas redes sociais

Política

‘Clã Sarney’ tenta retomar poder e diz que desgaste no Maranhão diminuiu

A mudança criou expectativa sobre sua atuação na campanha de 2018…

Avatar

Publicado

Resultado de imagem para Clã Sarney

Herdeiros do ex-presidente José Sarney (MDB), 88, vão enfrentar as urnas em um ano marcado pela rejeição à classe política e envolvimento na Lava Jato reconhecendo as dificuldades impostas pelo sobrenome.

“O mais importante agora vão ser as pessoas, não os partidos e não os sobrenomes. A história política que vai contar”, afirma o deputado federal Sarney Filho (PV), o Zequinha, filho do ex-presidente, que pretende disputar uma vaga no Senado.

Em busca de se reeleger deputado estadual, seu filho Adriano Sarney (PV), 37, afirmou que “gosta de ver o lado positivo, daqueles que apoiam [a família], mas há o negativo, daqueles que têm esse preconceito muito grande”.

Em 2014, quando o governador Flávio Dino (PC do B) se elegeu, interrompendo um ciclo de quase 50 anos de influência de Sarney na política maranhense, a onda por renovação, como apelidou Adriano, o prejudicou.

“Na última eleição, posso te dizer que essa balança estava pendente para o lado negativo, foi mais difícil para mim. Nessa próxima, acho que vai ser melhor ter esse sobrenome do que não ter”, afirmou Adriano.
Filha do ex-presidente e ex-governadora do Maranhão, Roseana Sarney (MDB) garante que tentará voltar ao Palácio dos Leões, mas as especulações sobre sua disposição não cessam em meio ao cenário adverso.

“Não sei dizer sinceramente [se ela vai até o fim], porque é uma decisão muito dela, não sei o que o seu coração está falando”, disse o sobrinho.
Consenso entre os familiares é que ela não queria, mas se viu obrigada a salvar o legado do pai.

“Tiraram o pijama de Roseana. Disseram: vai se vestir e vamos embora para a luta. Ela está aceitando ser candidata, não está se lançando”, afirmou o irmão Sarney Filho.

Em entrevista à rádio do Grupo Mirante, de propriedade da família, há alguns dias, Roseana tentou minimizar a impressão de que está indisposta a disputar uma nova eleição.


Resultado de imagem para ROSEANA Sarney

“Eu vou ao supermercado, eu vou à farmácia, eu ando de sandália japonesa. Eu sou humana, eu sofro, eu choro, tenho os meus momentos tristes, mas tenho meus momentos alegres, tenho meus momentos corajosos, mas também tenho minhas fraquezas”, reconheceu. “Mas quando eu entro é para valer.”

Em fevereiro, José Sarney transferiu o domicílio eleitoral de volta ao Maranhão depois de quase 30 anos votando e se elegendo no Amapá, onde foi senador.

A mudança criou expectativa sobre sua atuação na campanha de 2018.Segundo a família, foi pressão da ex-primeira-dama, Marly.

“A mudança de domicílio de papai tem muito mais a ver com mamãe do que com outra coisa qualquer. Estavam forçando a barra para ele ser candidato ao Senado lá [no Amapá] e mamãe estava muito apavorada. Praticamente fez uma chantagem emocional para ele votar nos seus filhos”, afirmou Zequinha.

Mas a incisividade que José Sarney passou a adotar em sua coluna semanal no jornal da família, O Estado do Maranhão, mostrou ao oponente Flavio Dino que o patriarca tinha vontade de derrotá-lo.

Embarcando no discurso de que o governador promove uma perseguição de caráter stalinista, depois de tirar o Sarney do nome de cem edifícios públicos, entre outras medidas, o ex-presidente carregou a tinta.

“Disseram-me até que estavam tentando organizar um Bloco dos Perseguidos, mas chegaram à conclusão de que eram tantos que não caberiam em um só bloco, mas ocupariam todo o estado”, escreveu o ex-presidente.

Um ofício expedido pela Polícia Militar mandando a corporação monitorar adversários políticos de Dino alimentou a narrativa.

O governador diz que foi “ou um erro, uma imbecilidade, ou armação”. Instaurou sindicância e, enquanto ela corre, afastou três militares de seus postos.Em outra frente, o cenário nacional desafia o clã.

Investigado na Lava Jato, Sarney abriu canal de interlocução com o presidente Michel Temer (MDB).

Os dois lados calculam que Roseana tenha um terço do eleitorado, mas desta vez dificilmente terá um apoio decisivo na campanha, o do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Com a prisão do petista e a impopularidade de Temer, o plano nacional é outro elemento a desfavorecer os Sarney.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entretenimento

Flordelis é internada por ingestão em excesso de medicação após pedido de afastamento

A assessoria da parlamentar emitiu nota oficial sobre o fato.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

A deputada federal Flordelis (PSD-RJ) está internada no CTI do Hospital Niterói Dor em Icaraí, no Rio de Janeiro, de acordo com o comunicado divulgado pela assessoria da parlamentar, nesta quarta-feira (24).

Segundo a nota, a internação da parlamentar foi motivada pelo “Excesso de medicação tomado após a injusta decisão do pedido de seu afastamento do mandato de deputada federal”. As informações são do Portal Folha de Pernambuco.

“A deputada Flordelis vem sofrendo um linchamento público, antes mesmo do fim da primeira fase do processo que investiga a morte de seu marido, o Pastor Anderson do Carmo, ela vem sendo condenada e humilhada perante a opinião pública, sem nenhum direito de defesa”, diz o comunicado.

“Flordelis é inocente, nenhuma prova foi revelada contra ela e na última audiência suas filhas além de assumirem a autoria do crime também negaram a participação ou ciência da deputada. Porém, a despeito dos fatos, convicções estão sentenciando o destino de uma mulher integra, honesta, de origem periférica e que tem sua história pautada na defesa da vida”, escreveu a assessoria da parlamentar.

Confira a nota na íntegra:

“O artigo quinto da Constituição Brasileira, garante a todos os cidadãos e cidadãs o legítimo direito a ampla defesa, respeitar a Constituição é um dever de todos e todas que se consideram democráticos e patrióticos.

A Deputada Flordelis vem sofrendo um linchamento público, antes mesmo do fim da primeira fase do processo que investiga a morte de seu marido, o Pastor Anderson do Carmo, ela vem sendo condenada e humilhada perante a opinião pública, sem nenhum direito de defesa.

Flordelis é inocente, nenhuma prova foi revelada contra ela e na última audiência suas filhas além de assumirem a autoria do crime também negaram a participação ou ciência da Deputada. Porém, a despeito dos fatos, convicções estão sentenciando o destino de uma mulher integra, honesta, de origem periférica e que tem sua história pautada na defesa da vida.

Ontem (23/2/2021), por volta das 19h30 a Deputada deu entrada na emergência do Hospital Niterói Dor em Icaraí, sendo encaminhada para o CTI onde se encontra até o momento.

A internação se deu pelo o excesso de medicação tomada após a injusta decisão do pedido de seu afastamento do mandato de Deputada Federal, com a justificativa que atrapalharia as investigações, que pasmem, encerraram em sua primeira fase, não cabendo, portanto, nenhuma possibilidade de utilização de seu cargo para prejudicar o processo.

A expectativa de familiares e amigos é que a Deputada possa estar restabelecida e fora do CTI em breve e que tenha o seu amplo e irrestrito direito de defesa garantido, como prevê a lei”.

Continuar Lendo

Política

Em meio aumento da gasolina;Bolsonaro anuncia redução no imposto de importação de bicicletas

PortalPE10 com informações UOL

Publicado

O presidente Jair Bolsonaro anunciou na noite desta quarta-feira (17) que o governo vai reduzir de 35% para 20% a alíquota do imposto de importação de bicicletas no Brasil até o final do ano.

Em uma postagem nas redes sociais, em que aparece andando de bicicleta, o presidente escreveu que a medida foi uma decisão da Câmara de Comércio Exetior (Camex), do Ministério da Economia, e será publicada na edição de amanhã (18) do Diário Oficial da União (DOU).

“Atualmente o Imposto é de 35%. A CAMEX deliberou por diminuí-lo. Publicará no DOU de amanhã: para 30% em março/21; para 25% em julho/21; e para 20% em dezembro/21”, postou Bolsonaro.

 

Continuar Lendo

Brasil

‘Vamos meter o dedo na energia elétrica, que é outro problema também’, diz Bolsonaro

PortalPE10 com informações UOL

Publicado

Presidente Jair Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou neste sábado (20) que vai “meter o dedo na energia elétrica” e prometeu mais mudanças na próxima semana, um dia depois de ter anunciado a troca de presidência na Petrobras.

“Assim como eu dizia que queriam me derrubar na pandemia pela economia fechando tudo, agora resolveram me atacar na energia”, disse Bolsonaro a apoiadores em Brasília. “Vamos meter o dedo na energia elétrica que é outro problema também.”

Na sexta-feira (19), Bolsonaro usou sua conta no Facebook para divulgar uma nota assinada pelo Ministério de Minas e Energia indicando o nome do general Joaquim Silva e Luna para assumir os cargos de conselheiro e presidente da Petrobras após o encerramento do mandato do atual CEO da companhia, Roberto Castello Branco.

“Semana que vem deve ter mais mudança aí… E mudança comigo não é de bagrinho não, é tubarão”, afirmou o presidente.

Mais cedo, durante evento em escola militar em Campinas (SP), o presidente já havia antecipado que na próxima semana deve vir uma nova substituição de autoridade.

Aos apoiadores em Brasília, Bolsonaro disse ainda que “parecia um exorcismo” quando anunciou que não prorrogaria o mandato de Castello Branco. Ao reafirmar que não estaria interferindo na Petrobras, disse que “estavam abusando” nos aumentos de preços dos combustíveis.

“Compromisso zero com o Brasil. Nunca ajudaram em nada… Não é aumentando o preço de acordo com o petróleo lá fora ou o dólar aqui dentro, é mais do que isso. A preocupação é ganhar dinheiro em cima do povo”, afirmou, acrescentando que não se justificaria um reajuste de 32% do óleo diesel neste ano.

“Se não me engano o reajuste do diesel no ano está em 32%. Não justifica, não justifica. Vou interferir? Não vou interferir, mas não justifica, disse.”

 

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.