Nos siga nas redes sociais

Brasil

Com patas queimadas pelo fogo no Pantanal, onças-pintadas recebem tratamento com células-tronco; veja fotos

Ferimentos causados por incêndios sem precedentes motivaram criação de hospital para cuidar desses animais

Marcelo Passos

Publicado

Cuidador mostra feridas de queimadura nas patas de uma onça-pintada adulta chamada Amanaci sofrida após um incêndio no Pantanal, enquanto o animal passava por tratamento com células-tronco, na ONG Instituto Nex em Corumbá de Goiás Foto: UESLEI MARCELINO / REUTERS

Nas últimas semanas, o Pantanal vem sendo manchete no Brasil e no mundo devido às queimadas que atingem e destroem parte de seu ecossistema. Nesta tragédia ambiental, animais feridos e até carcaças daqueles que não conseguiram superar o fogo fazem parte da rotina de quem trabalha na contenção das chamas.

Um hospital específico para tratar onças-pintadas queimadas pelo fogo foi criado na cidade de Corumbá, no Mato Grosso do Sul, onde os animais são submetidos a tratamento com células-tronco.

O fogo em Mato Grosso, estado epicentro das queimadas, já devastou 1,7 milhão de hectares neste ano, área cinco vezes maior do que o território de Cuiabá, a capital do estado, e onze vezes maior do que a cidade de São Paulo (SP).

Os incêndios na região, em agosto, são os piores em 15 anos, e as chamas ameaçam a biodiversidade local, que inclui antas, onças, capivaras e a maior densidade de onças-pintadas do mundo. Naquele mês, o bioma pantaneiro registrou 5.935 focos de queimadas, sendo o agosto com o segundo maior número de queimadas de sua história, desde o início do monitoramento do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), em 1998.

 

  • Cuidador mostra feridas de queimadura nas patas de uma onça-pintada adulta chamada Amanaci sofrida após um incêndio no Pantanal, enquanto o animal passava por tratamento com células-tronco, na ONG Instituto Nex em Corumbá de Goiás Foto: UESLEI MARCELINO / REUTERS

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Supermercado Extra obriga casal negro a esvaziar bolsa e acha Bíblia

No sábado, grupo negro fazia passeio turístico no Centro e foi acompanhado pela PM por 3 horas.

PortalPE10 com informações G1

Publicado

Uma loja da rede de supermercados Extra obrigou um casal negro a esvaziar a bolsa para ser revistada e encontrou uma Bíblia. O caso aconteceu no Campo Belo, Zona Sul da cidade de São Paulo. A Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi) informou nesta quinta-feira (29) que investiga o caso.

“A moça me deu o valor, peguei meu cartão pra pagar e ela disse: ‘preciso ver tua bolsa’. Eu falei: ‘sério?'”, relatou à reportagem Edgar Oliveira de Carvalho, que estava com a esposa ao lado.

“Eu perguntei pra ela: ‘você tem alguma dúvida se coloquei algo dentro?’. Fiquei sem ação. Me faltou o chão”, contou Letícia Reis Oliveira de Carvalho. Ela afirmou à caixa do supermercado que só abriria a bolsa na presença da polícia.

Quando a polícia chegou, Edgar virou a bolsa no carrinho de compras e, dentro, havia uma carteira, uma bolsinha com remédios e uma bíblia. O policial tentou minimizar a situação, como mostra o vídeo gravado pelo casal no momento do episódio.

“Não é nada fora do normal. Você está dentro de um estabelecimento comercial”, justificou o PM. Mas, para o casal, não tinha nada de normal ali. “Eu perguntei para o gerente com quantas pessoas eles fizeram aquilo naquele dia”, disse Letícia.

Depois de sair do supermercado, Letícia e Edgar foram direto para a delegacia da região registrar um boletim de ocorrência e, dias depois, procuraram a Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), que investiga o caso.

O que diz o Extra
Em nota, a administração da rede de supermercados Extra disse que condena condutas discriminatórias, e que tomou conhecimento do episódio nesta quinta-feira, quando, imediatamente, acionou a loja, dando início a um processo interno de investigação.

A rede disse que possui um calendário de treinamentos, atualizações de procedimentos e formações para todos os funcionários e prestadores de serviço, que incluem o combate ao preconceito.

O Extra afirmou que orienta aos consumidores que acionem o canal de ouvidoria que possui em casos de denúncias sobre condutas ilegais ou antiéticas.

Continuar Lendo

Brasil

‘Virei boiola, igual maranhense’, diz Bolsonaro no Maranhão após beber refrigerante rosa

Presidente fez piada homofóbica ao tomar guaraná Jesus durante visita para entrega de obras no estado

PortalPE10 com informações UOL

Publicado

O presidente Jair Bolsonaro cumprimenta apoiadores nesta quinta-feira (29) em sua primeira visita ao Maranhão – Alan Santos/Presidência da República

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez uma piada preconceituosa nesta quinta-feira (29) em sua primeira visita oficial ao Maranhão.

Enquanto se encaminhava para o segundo compromisso do dia, saindo da capital São Luís rumo à cidade de Imperatriz, Bolsonaro brincou de forma homofóbica após beber um copo do guaraná Jesus, bebida típica do estado.

Em meio a uma grande aglomeração de pessoas e sem usar máscara, o presidente se divertiu com a cor rosa da bebida. Logo após beber os primeiros goles, ele começou a fazer piadas com as pessoas próximas enquanto sua equipe fazia uma transmissão ao vivo em suas redes sociais.

“Agora eu virei boiola. Igual maranhense, é isso?”, disse o presidente entre risos. “Guaraná cor-de-rosa do Maranhão aí, quem toma esse guaraná aqui vira maranhense”, emendou depois Bolsonaro, mostrando a bebida.

Entre muitas selfies com apoiadores, quase todos também sem máscaras, o presidente ainda voltou a insistir na piada pouco depois. “Guaraná cor-de-rosa. Fod…, fod…”, disse.

Em São Luís, Bolsonaro chegou na manhã desta quinta-feira provocando aglomerações e ignorou as medidas de prevenção à contaminação pelo novo coronavírus. O presidente participou na capital maranhense da inauguração de um trecho da rodovia BR-135.

No início da tarde, ele se encaminhou para Imperatriz, onde tem agenda programada para realizar mais entregas de obras.

Na visita ao Maranhão, Bolsonaro foi acompanhado de vários ministros, entre eles Fábio Faria (Comunicações), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo).

Desde a chegada a São Luís, Fábio Faria fez registros da interação de Bolsonaro com apoiadores. No caminho para Imperatriz, o ministro divulgou que o presidente fez uma parada surpresa em Bacabeira (MA). Novamente, as pessoas se aglomeraram em volta de Bolsonaro, quase todas sem máscaras.

Continuar Lendo

Brasil

Rompidos desde 2018, Lula e Ciro Gomes fazem as pazes depois de conversa em São Paulo

Gesto entre os dois políticos é sinal de reaproximação de partidos de esquerda mirando a sucessão do presidente Jair Bolsonaro

Marcelo Passos

Publicado

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) ensaiaram uma reaproximação em encontro ocorrido em setembro, na sede do Instituto Lula, em São Paulo.

Afastados desde as eleições de 2018, quando fracassou a tentativa de acordo eleitoral para a Presidência, os dois falaram da necessidade de união da esquerda após a vitória do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), mas não chegaram a traçar planos conjuntos para as eleições de 2022.

A reunião foi Revelada pelo jornal O Globo. O encontro foi intermediado pelo governador do Ceará, Camilo Santana (PT), então preocupado com o clima entre os dois partidos no estado.

O governador petista defende um pacto de não-agressão no Ceará, onde PDT e PT são adversários na disputa pela Prefeitura de Fortaleza.

Antes de consumado o encontro, Ciro costumava relatar que se dispunha a conversar a pedido de Camilo, um dos participantes do encontro.

Segundo o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, que acompanhou a negociação à distância, Ciro repetia que Camilo estava muito preocupado com o cenário político.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.