Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

Como diminuir o sofrimento de crianças vítimas de doenças crônicas graves

Elas já podem contar com serviços médicos para minorar as agruras físicas e psicológicas

Avatar

Publicado

Tranquilidade nos momentos difíceis - “No ano passado, entrei para os cuidados paliativos. Passei a receber uma atenção diferente. Em uma das minhas internações, uma amiga do hospital morreu com a mesma doença que eu tenho. Isso aconteceu de madrugada. No dia seguinte, quando acordei, minha médica já estava no quarto. Ela fez questão de conversar comigo e tirar todas a dúvidas que passavam pela minha cabeça. Ela me tranquilizou muito.”Jaqueline Tebaldi, 14 anos, portadora de fibrose cística

Aos 14 anos, Jaqueline Tebaldi tem os hábitos típicos das meninas de sua idade. Adora maquiagem, sobretudo as de cor rosa- clarinho. Vidrada no celular (rosa brilhante), vive a vaguear pelas redes sociais e a trocar mensagens com os amigos. Seus filmes prediletos são as comédias românticas. Sonha em entrar na faculdade e cursar medicina. Ao contrário da imensa maioria dos que atravessam a adolescência, aquela fase em que nós nos sentimos imortais e poderosos, Jaqueline reflete sobre a finitude e a fragilidade da vida. Aos 2 anos, ela foi diagnosticada com fibrose cística, um distúrbio hereditário, sem cura e, em geral, precocemente fatal. A doença atinge sobretudo os pulmões. “Desde pequena, sei o que eu tenho. Quando eu era internada, via outras crianças com problema igual ao meu. É difícil ver meus amigos indo embora”, diz ela. “Sempre me pergunto: quando será que eu vou também?” Com o vigor característico dos jovens, Jaqueline não se entrega. Como quer entrar na fila do transplante, segue à risca uma rotina rigorosa (e penosa) de tratamento — sessões diárias de inalação e diversos medicamentos. Atualmente, com a piora de sua capacidade respiratória, a menina está presa a um cilindro de oxigênio. Por causa do trambolho (incômodo, mas indispensável), ela se afastou da escola, onde tocava na fanfarra, do curso de inglês e das aulas de dança. Em breve, assim que se adaptar à nova condição, Jaqueline pretende voltar a estudar. E, quando isso acontecer, no primeiro dia de aula ela estará acompanhada por alguns dos profissionais de saúde da Santa Casa de São Paulo encarregados de seu caso. Eles devem explicar aos colegas de classe da adolescente tudo sobre a fibrose cística. “Vai ser bom porque muita gente pensa que a minha doença é contagiosa… As pessoas me olham com cara de dó”, diz. “Com o tubo ou sem o tubo, eu sou a mesma coisa.”

A atenção dos médicos, fisioterapeutas e psicólogos na adaptação de Jaqueline à nova rotina pode soar incomum em um tratamento médico. Mas não é. Esse tipo de preocupação é parte essencial de uma das áreas mais humanitárias da medicina moderna, a dos cuidados paliativos. Do latim pallium, nome dado ao manto que os cavaleiros utilizavam para se proteger do mau tempo, os cuidados paliativos pretendem aplacar o sofrimento causado pelos sintomas e pelas sequelas de uma doença grave, que ameaça a vida. O tempo de sobrevida do paciente é relativo. “Na pediatria, a duração da doença é mais imprevisível do que entre os adultos”, diz a pediatra Silvia Barbosa, chefe do departamento de cuidados paliativos do Instituto da Criança, da Universidade de São Paulo. Surgida na Inglaterra, no fim dos anos 60, a prática só chegaria às crianças vinte anos depois, com a inauguração, em Oxford, da fundação Helen and Douglas House. No Brasil, ela ainda está em seus primórdios, com, no máximo, trinta especialistas no país todo.

Informações veja

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cotidiano

Amigos e parentes pedem orações para Genésio Cavalcanti, que segue internado na UTI com Covid

O Poeta precisou ir para o leito de tratamento intensivo na segunda-feira (18).

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal)

Amigos e parentes usaram as redes sociais para desejar melhoras ao poeta, cronista, contista e aforista, Genésio Cavalcanti, 61 anos , internado no Hospital Regional de Palmares (HRP), após complicações causadas pela Covid-19.

O artista, deu entrada no hospital e precisou ir para um leito de UTI (Unidade de terapia intensiva) na segunda-feira (18) de acordo com informações divulgada nas redes sociais.

Genésio é autor de várias obras como Noites Ensolaradas, Poéticas de Amor, Alma de Poeta e Tempo de Amar.

O cantor Marquinhos Cabral, pediu orações aos seus seguidores em seu perfil em uma rede social. “Caríssimos amigos bom dia. Venho aqui pedir orações pela saúde de meu cunhado O POETA Genésio Cavalcanti. O mesmo encontra-se internado na UTI do HRP. Foi diagnosticado com covid19 e necessita de orações nesse momento.”, escreveu.

PERNAMBUCO COVID-19

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, nesta quarta-feira (20/01), 1.770 casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 53 (3%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 1.717 (97%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 244.814 casos confirmados da doença, sendo 30.437 graves e 214.377 leves, que estão distribuídos por todos os 184 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha.

Além disso, o boletim registra um total de 209.502 pacientes recuperados da doença. Destes, 18.822 eram pacientes graves, que necessitaram de internamento hospitalar, e 190.680 eram casos leves.

Também foram confirmados laboratorialmente 39 novos óbitos (22 masculinos e 17 femininos), registrados entre os dias 30/11/2020 e 18/01/2021. As novas mortes são de pessoas residentes dos municípios de Araripina (2), Cabo de Santo Agostinho (1), Camaragibe (1), Caruaru (2), Cupira (1), Escada (1), Frei Miguelinho (1), Garanhuns (2), Goiana (1), Jataúba (1), Olinda (3), Ouricuri (1), Petrolina (1), Recife (16), Ribeirão (1), São Caitano (1), São José da Coroa Grande (1), São Lourenço da Mata (1) e Terra Nova (1). Com isso, o Estado totaliza 10.098 mortes pela doença.

Os pacientes tinham idades entre 21 e 92 anos. As faixas etárias são: 20 a 29 (1), 30 a 39 (1), 40 a 49 (3), 50 a 59 (4), 60 a 69 (7), 70 a 79 (14) e 80 ou mais (9). Do total, 33 tinham doenças pré-existentes: doença cardiovascular (14), diabetes (13), hipertensão (10), obesidade (8), tabagismo/histórico de tabagismo (4), doença respiratória (4), doença hepática (2), câncer/histórico de câncer (2), AVC (2), doença renal (1), etilismo/histórico de etilismo (1), doença neurológica (1) e imunossupressão (1) – um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Os demais estão em investigação.

Continuar Lendo

Cotidiano

Vacinas chegam a 100% dos municípios Pernambucanos

Primeira fase beneficiará idosos em instituições de longa permanência, pessoas com deficiência institucionalizadas, índios aldeados e trabalhadores da linha de frente do enfrentamento da Covid-19.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Reprodução/PortalPE10)

Todas as cidades de Pernambuco estão em posse das vacinas, destinadas para essa primeira etapa da vacinação contra a Covid-19. Na manhã desta quarta-feira (20), cinco cidades da Mata Norte fizeram a retirada do imunizante na XII Gerência Regional de Saúde (Geres), com sede em Goiana, totalizando os 184 municípios pernambucanos e o arquipélago de Fernando de Noronha. As doses estavam disponíveis para retirada desde a última terça (19).

“Reforço a importância de todos seguirem as recomendações pactuadas para beneficiar, neste primeiro momento, os idosos em instituições de longa permanência, pessoas com deficiência institucionalizadas, índios aldeados e os trabalhadores de saúde de UTI e enfermarias Covid ou, de acordo com a realidade de cada cidade, a gradação de serviços que atuam na linha de frente do enfrentamento”, disse o secretário estadual de Saúde, André Longo.

.:: Leia também: Vacinação contra a covid-19 já começa em cidades da Mata Sul

.:: Leia também: Saiba quantas vacinas da Covid-19 são destinadas a cada município da Mata Sul

O secretário também destacou a agilidade da entrega das vacinas para todas as 12 Geres, 18 horas após a chegada da primeira remessa do Ministério da Saúde. “Isso ratifica a expertise que ganhamos ao longo de diversas campanhas de vacinação e o trabalho dedicado das nossas equipes para começar com agilidade a proteção dos pernambucanos contra o novo coronavírus”, afirmou.

O gestor ainda reforçou o apoio da Secretaria de Defesa Social (SDS), incluindo servidores das Polícias Militar, Civil e Científica e do Corpo de Bombeiros Militar, para garantir a segurança das entregas.

*Com informações Portal Folha de Pernambuco.

Continuar Lendo

Cotidiano

Joe Biden toma posse como 46º presidente dos Estados Unidos

Kamala Harris fez o juramento e é a nova vice-presidente do país

Redação PortalPE10

Publicado

Joe Biden, presidente dos Estados Unidos – (Foto: Andrew Caballero-Reynolds/AFP)

O democrata Joe Biden tomou posse, nesta quarta-feira (20), como 46º presidente dos Estados Unidos, em cerimônia marcada pela pandemia e ausência de seu antecessor Donald Trump, que deixou Washington poucas horas antes para a Flórida.

Biden, de 78 anos, prestou juramento às 11h50 (hora de Washington; 13h50 em Brasília) perante o presidente da Suprema Corte, John Roberts, em cerimônia solene diante do Capitólio.

O ato foi marcado pela pandemia e pelas fortes medidas de segurança após a tomada do prédio do Congresso no último dia 6 de janeiro.

“Hoje é um dia de história e esperança. Hoje é o dia dos Estados Unidos. A democracia prevaleceu”, disse Biden em seu discurso de posse, no qual pediu a “unidade” do país e prometeu ser o presidente de todos os americanos.

No discurso, o democrata ainda afirmou que irá defender a constituição, a democraria e os Estados Unidos. “Darei a vocês tudo o que posso a serviço do povo. Juntos, construiremos uma história de luz e não de sombras, de decência, de dignidade e de amor”, disse Biden.

Os Estados Unidos enfrentam “a ascensão do extremismo político, a supremacia branca, o terrorismo doméstico, que é algo que devemos enfrentar e que vamos derrotar”, disse Biden

Pouco antes do juramento de Biden, Kamala Harris foi empossada como a primeira vice-presidente dos Estados Unidos, tornando-se também a primeira pessoa negra de origem indiana a ocupar o cargo.

Harris, de 56 anos, prestou juramento com uma mão na Bíblia perante a progressista juíza da Suprema Corte Gloria Sotomayor, que foi a primeira latina a ser eleita magistrada do tribunal superior.

Kamala Harris, vice-presidente dos Estados Unidos (Foto: Saul Loeb/AFP)

Entre os juramentos, houve a apresentação das cantoras Lady Gaga, que cantou o hino dos Estados Unidos, e Jennifer Lopez.

*Com informações AFP

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.