Nos siga nas redes sociais

Esportes

Corinthians domina o Vitória, encerra jejum e avança na Copa do Brasil

André Lima descontou para os baianos

Avatar

Publicado

O Corinthians fez uma boa partida na noite desta quinta-feira e, impulsionado pelos paraguaios Balbuena e Romero, superou o Vitória por 3 a 1 na sua Arena e passou para as quartas de final da Copa do Brasil. Os gols do triunfo corintiano, encerrando uma série de quatro partidas sem vitória, foram marcados pelo volante Maycon, na etapa inicial, e pelo atacante Romero, duas vezes, no segundo tempo. André Lima descontou para os baianos.

Com o resultado, o Timão agora espera a definição dos classificados e o posterior sorteio para saber seu adversário, o qual só enfrentará depois da disputa da Copa do Mundo. Mais do que isso, porém, os corintianos ganham fôlego para o aguardado Derby do domingo e a partida decisiva contra o Deportivo Lara-VEN, pela Copa Libertadores da América, na quinta-feira da semana que vem, dia 17.

Na próxima partida que têm pela frente, os comandados de Carille “viram a chave” para o Campeonato Brasileiro, competição pela qual enfrentam o Palmeiras, no domingo, mais uma vez em Itaquera, às 16h (de Brasília). Do outro lado, Vagner Mancini e sua trupe seguem longe de Salvador, dessa vez para encarar a equipe do Vasco, no mesmo horário, mas no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro.

Corinthians tanto bate…

O primeiro tempo mostrou exatamente o que Fábio Carille havia pensado para a partida frente aos rubro-negros: os visitantes se postaram com todo o time atrás da linha da bola, marcaram firme e tentaram roubadas na intermediária para puxar contra-ataques com o rápido quarteto Rhayner, Neilton, Yago e Denilson. Nessa ideia, porém, sobraram divididas e faltaram passes precisos para os dois lados.

Melhor na partida, o Alvinegro rodou bastante a bola e teve uma chance logo antes de um minuto de bola rolando, quando Pedrinho achou Rodriguinho no meio da área e o meia bateu forte, cruzado, mas parou em boa defesa de Caíque. Após um hiato de 20 minutos, outro lance perigoso para os corintianos: Jadson acionou Rodriguinho na entrada da área e ele ajeitou para Maycon, que bateu forte para nova boa defesa de Caíque.

Aplicado na ideia desenhada por Mancini, o Vitória claramente incomodava os corintianos, que não conseguiam fazer seu jogo fluir. Pedrinho, sempre cercado por dois, não conseguiu se desvencilhar da marcação e demonstrou certa frustração. Até que, aos 39 minutos, Gabriel protagonizou rara subida ao ataque, ganhou bem de Neilton após lateral e cruzou rasteiro. Caíque rebateu mal e Maycon, da marca do pênalti, abriu o placar para os donos da casa.

O tento foi a senha para que os baianos se soltassem e tentasse um empate para frustrar a empolgação corintiana. Em cinco minutos, o Vitória cruzou quatro bolas na área e viu Uilian Correia ser bem travado por Henrique na melhor tentativa, mas não foi capaz de deixar tudo igual na descida para o intervalo.

Vitória dá mais espaço e é punido

A etapa final se desenhou também como já era previsto em Itaquera, com Mancini acionando o centroavante André Lima para substituir o volante Willian Farias. A iniciativa, no entanto, serviu apenas para dar mais espaço ao time da casa do que para dar mais poderio aos baianos. Com liberdade para os seus nomes de criação, o Timão não demorou a achar os gols necessários para definir sua classificação.

Balbuena escapou rapidamente pela direita após tentativa de pressão ofensiva do Vitória e apareceu como ponta direita. Ele tabelou com Pedrinho e acionou Jadson pela meia esquerda. O armador demorou um pouco e, quando tocou, Romero estava impedido. O bandeira, no entanto, deixou o lance seguir e deu a chance para o paraguaio bater mal com a direita. Caíque deu rebote e ele, de canhota, mandou para a rede.

O ritmo corintiano seguiu forte e o terceiro gol não demorou a sair. Após nova triangulação do ataque, Romero recebeu na entrada da área, girou e bateu cruzado. Caíque espalmou e a bola ficou com Sidcley. O lateral cruzou, Rodriguinho raspou na primeira trave e o próprio Romero apareceu na segunda para tocar de cabeça. A finalização saiu sem força, mas no canto o bastante para evitar a chegada de Caíque.

A vantagem fez com que Carille se sentisse confortável até para poupar alguns visando ao Derby, sacando Jadson e Pedrinho para colocar Emerson Sheik e Mateus Vital. O plano foi abortado por alguns instantes quando André Lima aproveitou uma desatenção da zaga após escanteio batido rapidamente por Yago e desviou para diminuir. Nada, porém, que assustasse os mandantes, vencedores novamente.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 3 X 1 VITÓRIA

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)

Data: 10 de maio de 2018, quinta-feira

Horário: 19h30 (de Brasília)

Árbitro: Sandro Meira Ricci (PR)

Assistentes: Bruno Boschilia e Ivan Carlos Bohn (ambos do PR)

Público: 29.625 pagantes

Renda: 1.280.969,60

Cartões amarelos: Rhayner e José Welison (Vitória)

Cartão vermelho: José Welison (Vitória)

Gols:

CORINTHIANS: Maycon, aos 39 primeiro, e Romero, aos 13 e aos 21 minutos do segundo tempo

VITÓRIA: André Lima, aos 32 minutos do segundo tempo

CORINTHIANS: Cássio; Mantuan, Balbuena, Henrique e Sidcley; Gabriel e Maycon (Paulo Roberto); Pedrinho, Jadson (Emerson Sheik), Rodriguinho e Romero (Mateus Vital)

Técnico: Fábio Carille

VITÓRIA: Caíque; José Welison, Kanu, Ramon e Pedro Botelho; Uillian Correia, Willian Farias (André Lima), Rhayner, Neilton (Luan) e Yago; Denílson (Guilherme)

Técnico: Vagner Mancini

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Maradona terá alta do hospital nesta quarta-feira, afirma advogado

Ex-atleta seguirá em recuperação em uma casa adaptada em Buenos Aires.

Marcos Philipe Passos

Publicado

O ex-jogador de futebol Diego Maradona “está inteiro” e terá alta ainda nesta quarta-feira (11) do hospital no qual está internado, devido a uma operação na cabeça e outros problemas de saúde, anunciou seu advogado.

Maradona, de 60 anos, foi operado na semana passada de um hematoma subdural e depois, por decisão familiar e médica, permaneceu hospitalizado devido a uma “baixa anímica, anemia e desidratação” e um quadro de abstinência devido ao vício em álcool, segundo os primeiros informes médicos.

“O resultado foi ótimo, Diego está inteiro e com vontade de se recuperar, e hoje está prevista a alta”, disse Matías Morla aos repórteres na porta do hospital. “O bom é que Diego está inteiro, Diego está firme, Maradona ainda dura um tempo.”

Assim que deixar a clínica, Maradona continuará sua recuperação em uma casa especialmente adaptada nos subúrbios da zona norte de Buenos Aires (Argentina), à qual só terão acesso poucas pessoas, informou Morla.

“Diego talvez tenha passado o momento mais duro de sua vida, e acho que foi um milagre que se tenha detectado este derrame em sua cabeça, que poderia lhe ter tirado a vida”, opinou o advogado.

*Com informações Agência Brasil

Continuar Lendo

Esportes

Rogério Ceni dá adeus ao Fortaleza e é o novo técnico do Flamengo

Domènec Torrent deixou o cargo de treinador nessa segunda-feira (9/11) e o ex-goleiro já está no Rio de Janeiro para substitui-lo

Lucas Passos

Publicado

ALEXANDRE LOUREIRO/GETTY IMAGES

Rogério Ceni deixou o Fortaleza e disse “sim” ao projeto do Flamengo. Domènec Torrent deixou o cargo de treinador nessa segunda-feira (9/11) e o ex-goleiro já está no Rio de Janeiro para substitui-lo. Ele chegou à capital carioca na manhã desta terça-feira (10/11) e assinou contrato para até dezembro de 2021.

O treinador já comandará o treino desta terça-feira no CT Ninho do Urubu. Inicialmente marcada para o período da manhã, a atividade foi adiada para a tarde, a partir das 16h, para que o técnico tivesse tempo de chegar, ajustar os detalhes finais do contrato e ser apresentado ao elenco. A apresentação oficial, com entrevista coletiva, está marcada para as 13h30, horário de Brasília.

Ceni é o terceiro treinador do Flamengo em 2020 e o primeiro brasileiro. O português Jorge Jesus deixou o cargo em julho para treinar o Benfica, e o espanhol Domènec não resistiu após sequências de derrotas por goleada. O anúncio de Rogério foi feito nesta terça.

O clube tem pela frente decisões das quartas de final da Copa do Brasil contra o São Paulo e das oitavas da Libertadores diante do Racing da Argentina. O jogo de ida com o tricolor será já nesta quarta (11/11), no Maracanã.

Fonte: Metrópoles

Continuar Lendo

Esportes

Após goleadas sofridas no Brasileiro, Flamengo decide pela saída de Domènec Torrent

Catalão de 58 anos sai com 63,8% de aproveitamento em 26 jogos pelo Flamengo

Marcelo Passos

Publicado

Depois das duas goleadas consecutivas sofridas no Campeonato Brasileiro – 4 a 1 para o São Paulo e 4 a 0 para o Atlético-MG -, o Flamengo tomou a decisão nesta segunda-feira de demitir o técnico Domènec Torrent. Mauricio Souza, da equipe sub-20, comanda a equipe interinamente.

A decisão foi tomada no dia seguinte à mais uma goleada sofrida no Brasileirão. No Mineirão, o Flamengo tinha a possibilidade de assumir a liderança isolada do campeonato, mas sofreu dois gols em sete minutos de jogo e perdeu por 4 a 0 para o Atlético-MG, gols de Gustavo Henrique (contra), Keno, Sasha e Zaracho.

Dome foi anunciado pelo Flamengo no fim de julho como substituto de Jorge Jesus, que deixou o clube rumo ao Benfica. De lá para cá, foram 26 jogos, com 15 vitórias, cinco empates e seis derrotas – aproveitamento de 63,8%. Sob comando do ex-auxiliar de Guardiola, os rubro-negros fizeram 42 gols e sofreram 36.

O Flamengo é o atual terceiro colocado do Brasileirão, com 35 pontos – tem a mesma pontuação do Atlético-MG e um a menos que o líder Internacional. A equipe está nas quartas de final da Copa do Brasil (vai enfrentar o São Paulo) e nas oitavas de final da Libertadores (onde pega o Racing).

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.