Nos siga nas redes sociais

Empregos

Defensoria do Rio apresenta ação para facilitar transferência de alunos da Gama

Universidade foi descredenciada pelo MEC nesta semana

Publicado

Alunos da Gama Filho montam acampamento próximo ao Palácio do Planalto e pedem que o ministério da Educação cancele o descredenciamento da instituição ou que ofereça condições para que os alunos concluam seus cursos

A Defensoria Pública do Rio de Janeiro apresentou, na tarde desta quinta-feira, uma ação civil pública com pedido de liminar para facilitar o processo de transferência dos estudantes da Universidade Gama Filho, descredenciada nesta semana pelo Ministério da Educação (MEC). A Gama Filho faz parte do grupo Galileo, que também controla o Centro Universitário da Cidade (UniverCidade), outra instituição fechada pelo MEC. Juntas, as duas têm cerca de 9.500 alunos.

De acordo com Larissa Davidovich, coordenadora do Núcleo de Defesa do Consumidor da Defensoria Pública do Rio (Nudecon), a ação visa facilitar a entrega de documentos para a transferência. Após o descredenciamento, o MEC informou que abriria um edital para outras instituições de ensino superior interessadas em receber os estudantes. Entretanto, Davidovich afirma que os estudantes precisam de respaldo judicial para conseguir a documentação o mais rápido possível. “Pedimos o prazo de dez dias para que eles sejam atendidos pelo grupo Galileo. Com os papéis em mãos, eles poderão procurar outra universidade enquanto o processo de transferência assistida não começa.”

O Nudecon recebeu mais de 1.000 reclamações de estudantes da Gama Filho nesta semana. Entre eles, muitos alegavam que o Galileo não estaria respondendo aos e-mails de solicitação de documentos. A assessoria de imprensa do grupo informou, entretanto, que continua trabalhando para responder a todas as solicitações em até dez dias e que vai aumentar o grupo de atendentes para responder aos pedidos. Ainda segundo a assessoria, o Galileo trabalha em uma ação judicial para reverter a decisão do MEC. Também nesta quinta-feira, o Procon do Rio de Janeiro autuou o grupo Galileo por dificultar a entrega de documentos para a transferência dos alunos.

Desde a terça-feira, cerca de 30 estudantes estão acampados em Brasília. Eles participaram de audiência no MEC para tratar da questão. Agora, pedem um encontro com a presidente Dilma Rousseff. Ana Flávia Hissa, estudante de medicina e membro do diretório central dos estudantes da Gama Filho, disse que o grupo tem duas pautas. “Primeiro, queremos uma participação mais ativa da comissão de estudantes no processo de transferência assistida proposto pelo MEC. Segundo, defendemos a federalização da universidade.”

Na tarde de ontem, o MEC publicou uma nota informando que a federalização da instituição particular está fora de cogitação. “Não reconhecemos base jurídica para que os estudantes da Gama Filho e UniverCidade possam ingressar em qualquer universidade pública desconsiderando o processo seletivo em curso, o Sistema de Seleção Unificada (Sisu)”, informava a nota, que destacava ainda a impossibilidade de contratação de funcionários sem concurso público. A Pasta veio a público após uma declaração de reitores de universidades federais que defendiam a medida.

De acordo com o MEC, o descredenciamento foi determinado devido à má qualidade do ensino oferecido nas instituições e porque o grupo Galileo não tinha um plano para superar os problemas financeiros, que causaram atrasos no pagamento de professores e funcionários. ?Em 2013, o vestibular das instituições foi suspenso em duas ocasiões. Em agosto, o grupo foi notificado após um período de paralisação das atividades causado pela falta pagamentos. Diante da situação, a mantenedora assinou um termo de saneamento de deficiências (TSDs). Porém, em dezembro, as instituições tiveram novamente os vestibulares suspensos por terem descumprido o acordo.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Ambev seleciona profissionais para 300 vagas de trabalho

Processo seletivo será totalmente on-line.

Publicado

(Foto: Divulgação)

A Ambev, cervejaria brasileira, está oferecendo mais de 300 vagas para profissionais de tecnologia, que irão integrar a Ambev Tech, hub criado pela instituição a fim de elaborar e desenvolver soluções tecnológicas inovadoras para todo o processo produtivo da empresa. A seleção é totalmente on-line e as inscrições devem ser feitas no site da companhia.

Embora a Ambev Tech possua escritórios em Blumenau (SC), Maringá (PR), Jaguariúna (SP), Campinas (SP) e em São Paulo (SP), podem candidatar-se às vagas profissionais de todo o País, uma vez que há a possibilidade do trabalho ser realizado nas modalidades remota, híbrida ou presencial. De acordo com a assessoria da Ambev, no momento todos os profissionais estão trabalhando remotamente. As informações são do LeiaJá.

“Já temos mais de 1600 talentos em nosso time de tecnologia, sendo pelo menos 1200 profissionais ligados ao desenvolvimento de plataformas e soluções para toda a Ambev, de fábricas a escritórios”, explica o CTO da Ambev, Eduardo Horai, de acordo com a assessoria da empresa.

“Estamos passando por um momento de transformação profunda e abrangente na Ambev, que passa pela nossa estrutura, portfólio, comportamentos, forma como nos relacionamos com a sociedade e, também, a maneira de fazer negócios. E a tecnologia é uma peça fundamental nessa transformação”, acrescenta.

Confira, a seguir, as vagas e áreas disponíveis:

Desenvolvimento de software: 130

Arquitetura de software: 24

Dados & Analytics: 25

Thank you for watching

Produto / Negócio: 27

Infraestrutura: 30

Design: 17

QA: 15

Agilidade: 10

DevOps: 9 Gestão: 21

Continuar Lendo

Empregos

Governo convoca 1.085 novos profissionais de segurança pública

Publicado

A convocação dos 1.085 aprovados que irão reforçar os quadros da Polícia Civil, Polícia Militar (PMPE), Polícia Científica e do Corpo de Bombeiros de Pernambuco (CBMPE) foi homologada pelo governador Paulo Câmara (PSB), nesta sexta-feira (14). Ao todo, são 750 profissionais para os cargos de soldados da Polícia Militar; 100 para os cargos de soldados do CBMPE; 80 oficiais, sendo 60 da PMPE e 20 do Corpo de Bombeiros; além de 60 concursados para os cargos de delegado da Polícia Civil e 95 para compor a Polícia Científica.

“Nossa intenção é iniciar os cursos de formação nos próximos 30 dias. A maioria dos profissionais deve estar reforçando o Pacto pela Vida ainda em 2021. Ano que vem, serão convocados mais 840 profissionais”, frisou Paulo Câmara. As organizadoras dos concursos estão autorizadas a publicar em seus sites os editais com os cronogramas de matrícula.

“Esse número se soma aos mais de seis mil policiais nomeados desde o início da gestão do governador Paulo Câmara. Neste ano de 2021, são 1.085 servidores da área de segurança que serão convocados para realização de matrícula, apresentação de documentos e início do processo de capacitação nas nossas academias”, detalhou o secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua.

Para possibilitar os cursos, as academias estão sendo preparadas dentro dos protocolos sanitários de distanciamento social estabelecidos pelo Governo de Pernambuco. Para proteger a saúde dos alunos, professores e funcionários das academias, as turmas serão menores e haverá higienização constante dos ambientes.

Continuar Lendo

Cotidiano

Prefeitura de Caruaru abre processo seletivo para Secretaria de Educação

Publicado

(Foto: GettyImages)

A Prefeitura de Caruaru abriu, nesta quarta-feira (20), processo seletivo para preencher cerca de 150 vagas na Secretaria de Educação e Esportes. O período de inscrição ocorrerá desta quinta-feira (22) até o próximo dia 28. Os candidatos aprovados atuarão na execução de atividades e projetos no âmbito das escolas regulares e em tempo integral do município. Eles serão selecionados através de análise curricular.

As vagas ofertadas são para professores habilitados nas seguintes graduações: Pedagogia, Letras, História, Geografia, Matemática, Ciências, Educação Física e Artes. Das vagas abertas, 5% delas são destinadas para pessoas com deficiência. Também estão disponíveis vagas para auxiliar administrativo educacional.

Os interessados podem fazer as inscrições acessando o portal: https://www.selecoes.caruaru.pe.gov.br. De acordo com o edital da seleção, cada candidato só pode concorrer a apenas uma vaga. Já o resultado preliminar do processo será divulgado no mesmo site e no Diário Oficial do município.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10. Todos os direitos reservados.