Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

Delegacia de Abreu e Lima ainda recebe eletrodomésticos saqueados

Foi preciso pedir reforço no número de agentes e escrivães para receber os itens

Avatar

Publicado

Uma delegacia transformada em um verdadeiro depósito de mercadorias. Esse foi o cenário encontrado neste sábado (17) na unidade do município de Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife (RMR), após o pedido feito pela Polícia Civil para que a população devolva as mercadorias saqueadas em mais de 200 estabelecimentos comerciais. Os produtos foram levados durante a greve da Polícia Militar de Pernambuco.

Foi preciso pedir um reforço no número de agentes e escrivães para receber os itens devolvidos. Também foi solicitado à Câmara de Dirigentes Lojistas de Abreu e Lima um caminhão para transporte e um depósito para armazenar os produtos. Neste sábado, fogões, geladeiras, máquina de lavar, freezers e outros produtos chegavam a todo instante na delegacia. Eram trazidos por carros da PM, furgões e veículos de passeio. A sala de depoimento da unidade estava lotada de pessoas que se arrependeram dos saques e decidiram entregar os produtos roubados. 
Na entrega, prestaram esclarecimentos aos agentes e logo foram liberados.

“Após a poeira ter baixado e com a grande repercussão do caso na mídia, a população se arrependeu e está devolvendo as mercadorias roubadas. Os moradores de Abreu e Lima, em sua grande maioria, são decentes e honestos. Agiram na investida aos saques às lojas por impulso”, acredita o delegado titular do município, Alberes Félix. Ainda de acordo com Félix, na última quinta e sexta-feira, cinco pessoas foram presas em flagrante por roubo qualificado e receptação de mercadorias.

“Quero ressaltar que as pessoas que decidirem devolver os produtos não serão detidas”, afirmou o delegado. A Folha de Pernambuco também presenciou a constante chegada de mercadorias recolhidas pela PM em vias públicas. O delegado acredita que algumas pessoas tomaram esta atitude, intimidadas com a ação da polícia.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cotidiano

Vídeo mostra vítimas nas ferragens após acidente que matou 3 na PE-126, em Catende

Vítimas de um dos carros envolvidos estavam seguindo para Tamandaré, onde iriam passar o final de semana..

Redação PortalPE10

Publicado

Vídeos enviados para o PortalPE10 mostram as vítimas ainda presas às ferragens após um acidente na PE-126, em Catende, na Zona da Mata Sul de Pernambuco. O acidente deixou três mortos e vários outros feridos, na manhã deste sábado (23). (Veja vídeo acima)

Segundo informações colhidas pela reportagem do PortalPE10 no local do acidente, as três vítimas residiam em São Domingos que é distrito-sede do município de Brejo da Madre de Deus. O veículo colidiu com uma Van de transporte alternativo que faz a linha Catende/Palmares.

.:: Veja também:  Três jovens morrem em colisão de carro contra van na PE-126, em Catende

.:: Veja também: Acidente entre carro de passeio e van deixa várias pessoas gravemente feridas

O motorista da van contou que havia saído de Palmares e estava seguindo para Catende, quando o motorista do Corola teria perdido o controle e invadido a pista contraria, causando a colisão.

Continuar Lendo

Cotidiano

Acidente entre carro de passeio e van deixa várias pessoas gravemente feridas

Redação PortalPE10

Publicado

 

Foto: Reprodução PortalPE10

Uma van de transporte complementar que faz a Linha Palmares- Catende bateu na manhã deste sábado (23) de frente com veiculo de passeio ,na PE-126.

O acidente foi no trecho conhecido como “Curva do Cacete” um vídeo enviado ao PortalPE10 mostra o carro de passeio bastante destruído. Informações preliminares de vários feridos estão no local e  estão sendo socorridos para Hospital

Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) já estão no local .Não há informações sobre o seu estado de saúde das  vitimas.

Mais informações em instantes no PortalPE10

Continuar Lendo

Cotidiano

OMS afirma ser cedo demais para determinar origem do coronavírus

“É muito cedo para tirar quaisquer conclusões, mas sentimos que estamos fazendo alguns progressos e esperamos continuar assim pelo bem da saúde pública e do futuro”.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Boris SV/Getty Images)

(Foto: Boris SV/Getty Images)

A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou nesta sexta-feira (22) que é muito cedo para tirar conclusões sobre se a covid-19 teve origem na China, país ao qual enviou uma missão de investigação.

“Todas as hipóteses estão sobre a mesa. É claramente muito cedo para se chegar a uma conclusão sobre onde esse vírus nasceu, seja na China ou fora da China”, explicou Michael Ryan, diretor responsável por emergências de saúde da OMS durante coletiva de imprensa em Genebra.

“Existem diferentes observações científicas em diferentes partes do mundo”, acrescentou. “É um grande quebra-cabeça e você não pode ter uma imagem ampla olhando apenas para uma das 10.000 peças de um quebra-cabeça”.

Uma equipe de especialistas da OMS chegou a Wuhan em 14 de janeiro para investigar as origens do novo coronavírus, cujos primeiros casos foram detectados no final de 2019 nesta cidade da China central.

Após a chegada, os membros da missão foram transferidos para um hotel para uma quarentena de duas semanas. Desde então, trabalham remotamente e, quando a quarentena terminar, poderão ir a campo e encontrar seus contatos chineses.

A China afirmou várias vezes que o coronavírus surgiu fora de suas fronteiras.

Até agora, a covid-19 matou mais de dois milhões de pessoas em todo o mundo, infectou dezenas de milhões e causou estragos na economia global.

“Nossa equipe está no campo, o trabalho com nossos colegas chineses está indo bem. Analisamos os dados”, disse Ryan.

“É muito cedo para tirar quaisquer conclusões, mas sentimos que estamos fazendo alguns progressos e esperamos continuar assim pelo bem da saúde pública e do futuro”.

*Com informações AFP.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.