Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

Especialistas: aids cresce por país não focar jovens e gays

Aumento de 11% dos casos da doença no Brasil nos últimos 8 anos reflete falta de estratégias para grupos específicos.

Avatar

Publicado

Um relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) divulgado nesta quarta-feira mostrou que os novos casos de infecção pelo HIV caíram 38% nos últimos doze anos no mundo, mas cresceram 11% nos últimos oito anos entre os brasileiros. De acordo com dois especialistas ouvidos pelo site de VEJA, os dados referentes ao Brasil merecem atenção.

“Os jovens hoje não viram a epidemia que aconteceu há trinta anos e se esqueceram da importância de usar o preservativo. Precisamos trabalhar com eles, especialmente com os homossexuais, e fazer com que a sociedade permita que eles exerçam sua sexualidade de forma segura”, diz Georgiana Braga, diretora do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (Unaids).

Para o infectologista Esper Kallás, professor da Faculdade de Medicina da USP e médico do Hospital Sírio-Libanês, as estratégias de combate à aids sempre podem melhorar. “Uma campanha de camisinha no carnaval não atinge todos os públicos. É preciso ter políticas para grupos específicos, como homens que fazem sexo com outros homens e profissionais do sexo”, afirma.

Crescimento relativo — Com relação à comparação com o resto do planeta, os dois especialistas concordam que os dados devem ser relativizados. “A queda global aconteceu principalmente em regiões como a África Subsaariana, que estava atrasada em relação à redução da epidemia de aids. O Brasil já havia apresentado essa diminuição entre o fim dos anos 1980 e o começo dos anos 1990”, afirma Georgiana Braga.

Já Esper Kallás diz que, enquanto alguns países africanos têm prevalência de infecção por HIV de 12%, no Brasil a estimativa é de 0,4%. “O nosso combate mais efetivo contra a doença aconteceu há mais tempo, então não podemos dizer que o Brasil vai de mal a pior, mas sim que a epidemia enfrenta diferentes fases de acordo com cada país”. 

Público de risco — Estima-se que, atualmente, cerca de 720.000 brasileiros vivam com infecção pelo vírus da aids, número que representa quase metade dos casos da América Latina e 2% do total registrado no mundo. Em 2013, aproximadamente 15.000 pessoas morreram no Brasil por complicações da doença, 7% a mais do que em 2005.

De acordo com o relatório da ONU, a maior prevalência de novas infecções pelo HIV na América Latina aconteceu entre os homossexuais. No Brasil, 11% dos homens gays vivem com o vírus da aids.

Na semana passada, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendou que homossexuais passem a tomar antirretrovirais para prevenir o contágio do vírus. De acordo com a entidade, esse grupo tem um risco dezenove vezes maior de ser infectado do que o resto da população. A indicação de antirretrovirais para evitar a doença ainda não é permitida no Brasil. Segundo Esper Kallás, mais estudos são necessários para que a abordagem seja incluída na prática clínica.

 

Atitude Abril — No Brasil, a campanha Atitude Abril, idealizada pela Editora Abril, usa a informação como estratégia para combater o crescimento da epidemia de infecção pelo vírus da aids. Por meio de revistas, sites e redes sociais, a campanha discute com o público específico de cada veículo diversos aspectos da doença, do científico ao social. A iniciativa também inclui a campanha publicitária “Desinformação tem cura”, que conta com o apoio de personalidades como Neymar e Anderson Silva.

 

A campanha realizará uma pesquisa sobre o conhecimento da população brasileira em relação à aids, o comportamento sexual das pessoas no país e as principais barreiras que a doença impõe aos doentes atualmente. O levantamento está sendo feito pela internet e qualquer pessoa pode participar.

Para Georgiana Braga, fazer com que informações sobre a doença cheguem ao público ajuda a combater o HIV por melhorar a conscientização sobre formas de prevenção da infecção; incentivar as pessoas a fazerem o teste que diagnostica o vírus, ampliando o acesso ao tratamento; e ajudar a reduzir o preconceito da sociedade em relação à doença. “O mais interessante da campanha Atitude Abril é falar com um público-alvo específico, pois a linguagem usada por um adolescente é diferente da de uma dona de casa. Isso ajuda as pessoas a entenderem melhor a doença e a mudar comportamentos”, diz Georgiana.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Concurso da PRF com 1,5 mil vagas abre inscrição nesta segunda-feira

As inscrições custam R$ 180 e vão até 12 de fevereiro. Devem ser feitas pelo site do organizador do certame, o Cebraspe.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Divulgação/PRF)

Atenção, concurseiros! Começa nesta segunda-feira (25/1) o prazo de inscrição no concurso da Polícia Rodoviária Federal (PRF). A corporação está oferecendo 1,5 mil vagas. Para participar do certame, é preciso ter nível superior. A remuneração é de R$ 9.899,88 para 40 horas semanais.

As inscrições custam R$ 180 e vão até 12 de fevereiro. Devem ser feitas pelo site do organizador do certame, o Cebraspe.

A aplicação das provas está prevista para 28 de março, e a divulgação do gabarito, dia 30. A primeira turma deve ser convocada ainda em agosto de 2021.

Ao todo, 1.125 vagas serão para ampla concorrência, 300 reservadas para candidatos negros e 75 para pessoas com deficiência. *Com informações Metrópoles.

Veja edital:

Edital da PRF by Metropoles

 

Continuar Lendo

Brasil

Jacaré chega a 1 metro de morador de rua que dormia em estacionamento e mobiliza a PM

Segundo ele, quando a PM chegou para fazer a retirada, o morador de rua já havia deixado o local. Ele contou que a polícia teve que pedir ajuda a um morador da cidade, já que o jacaré não cabia na viatura.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Arquivo Pessoal/Johnson de Oliveira Pereira)

Um jacaré foi capturado após se aproximar de um morador de rua no estacionamento de um supermercado em Cananéia, no litoral de São Paulo. O animal, que tem cerca de 2 metros, foi flagrado por câmeras a cerca de um metro do homem, que dormia. As informações são do G1.

Algumas imagens foram registradas por Johnson de Oliveira Pereira, morador da cidade, no domingo (24). Ele contou ao portal que já encontrou outros animais em áreas mais afastadas, mas foi a primeira vez que viu um jacaré no centro do município.

“Estava bem perto do morador de rua, era perigoso. O jacaré estava parado, mas, ao mesmo tempo, ainda tem um perigo. Tentei chamar o homem para avisar, mas ele estava com muito sono, não ouviu”, relembra o morador.

Segundo ele, quando a PM chegou para fazer a retirada, o morador de rua já havia deixado o local. Ele contou que a polícia teve que pedir ajuda a um morador da cidade, já que o jacaré não cabia na viatura.

A Polícia Militar confirmou ao G1 que uma equipe foi acionada para retirar o jacaré do estacionamento. As autoridades foram até o local, junto com um soldado da Polícia Ambiental, e resgataram o animal, o levando até um rio no bairro Carijó, onde ele foi devolvido à natureza.

(Foto: Arquivo Pessoal/Johnson de Oliveira Pereira)

*Com informações IstoÉ

Continuar Lendo

Cotidiano

Artista palmarense Genésio Cavalcanti morre por complicações da Covid-19

Genésio Cavalcanti estava internado na UTI do Hospital Regional de Palmares (HRP), onde teve o estado de saúde agravado neste domingo (24).

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Divulgação)

O poeta, escritor e empresário palmarense, Genésio Cavalcanti, morreu por complicações da Covid-19, a informação foi divulgada neste domingo (24).

Genésio estava internado havia alguns dias no Hospital Regional de Palmares (HRP), mas de acordo com o boletim médico, ao longo da internação, seu estado de saúde teria se agravado e ele precisou ficar internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

No sábado segundo o boletim seu estado de saúde era estável com “pressão arterial normal, função renal normal. Porém, sedado, entubado e sob ventilação mecânica total. Sem febre ou outras anormalidades.”, informou o boletim.

Neste domingo (24) o quadro teria se agravado e o empresário acabou não resistindo.

Genésio é autor de várias obras como Noites Ensolaradas, Poéticas de Amor, Alma de Poeta e Tempo de Amar. Ele também era integrante da Academia Palmarense de Letra (APLE) e empresário.

Nas redes sociais amigos e familiares desejavam melhoras ao artista e realizavam orações pela recuperação.

Genésio Cavalcanti deixa esposa e dois filhos.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.