Nos siga nas redes sociais

Pernambuco

Eventos sociais e corporativos ficarão suspensos por 30 dias em Pernambuco por causa da covid-19

Redação PortalPE10

Publicado

Em entrevista coletiva remota na tarde desta quarta-feira (20), o secretário de Turismo de Pernambuco, Rodrigo Novaes, anunciou, ao lado do titular da Saúde, André Longo, a suspensão dos eventos sociais e dos eventos corporativos em todo o Estado, a partir do dia 25 de janeiro, por um prazo de 30 dias. Alguns eventos, a exemplo de casamentos e formaturas, ainda estavam autorizados, desde que respeitassem a capacidade máxima de 150 pessoas.

A decisão foi tomada pelo Comitê de Enfrentamento à Covid-19 em Pernambuco e teve como base o cenário de aumento de casos da doença, sobretudo nas formas mais graves. De acordo com André Longo, nas duas primeiras semanas deste ano houve uma redução de 10% nos pedidos por vaga em enfermarias, na Central de Regulação de Leitos do Estado, porém foi notado um acréscimo de 5,3% nas solicitações de internação em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) para pacientes com a doença.

“Temos, hoje (quarta-feira), um mil pacientes internados em UTIs nas redes pública e privada do Estado, o que muito nos preocupa. Sabemos da alta taxa de mortalidade entre os pacientes graves. Atingimos a marca de 10 mil vidas perdidas para a Covid-19 no último final de semana e isso nos entristece”, comentou Longo.

Recentemente, o gestor disse que, em média, de três pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) associada à Covid-19 que precisam de internação em regime de terapia intensiva, apenas um sobrevive.

Até o momento, Pernambuco notificou 30.384 casos de SRAG a partir da infecção pelo novo coronavírus – números equivalentes apenas aos pacientes que já receberam diagnóstico positivo, não contabilizando os internados ainda com suspeita da doença. Entre os casos de SRAG confirmados, 33,10% (10.059) não resistiram. Os curados somam 18.799 (61,87%).

Praias e Parques
Além dos eventos, os parques também poderão sofrer restrições nos próximos dias. “Nos preocupa o que está sendo observado nos parques, onde o abandono da máscara tornou-se quase uma normalidade. Caso não haja melhora do comportamento nesses espaços de convivência e as prefeituras não sejam mais rígidas, o Comitê decidiu por avaliar o fechamento dos parques na próxima semana”, disse André Longo.

Tanto ele quanto Rodrigo Novaes, porém, disseram que foi observada melhora em relação ao comportamento nas praias do Estado no último final de semana. Entretanto, alertaram que o litoral continua sendo alvo de avaliação constante.

“Ressalto que para termos condições de continuar com as atividades econômicas e sociais funcionando, todos precisam adotar medidas sanitárias. Não hesitaremos em tomar novas medidas restritivas na próxima semana caso haja aumento significativo nos casos e nas taxas de ocupação. As medidas adotadas são proporcionais à nossas atitudes enquanto sociedade. Os protocolos reduzem a possibilidade de contágio e proporcionam um funcionamento seguro em praticamente todas as atividades, sem colocar vidas em risco”, falou o titular da Saúde.

Mata Sul

Saiba o que pode e o que não pode abrir entre 22h e 5h em Pernambuco a partir deste sábado (27)

Redação PortalPE10

Publicado

Centro de Palmares. – (Foto: Reprodução/PortalPE10)

O governo de Pernambuco anunciou na manhã desta sexta-feira (26) que serviços não essenciais devem fechar entre 22h e 5h da manhã em todo o Estado de Pernambuco. A medida passa a valer a partir deste sábado (27) e só termina, a princípio, em 10 de março.

Com isso, bares, restaurantes, lojas e academias de ginástica são alguns dos estabelecimentos que não podem funcionar após às 22h. Esses estabelecimentos só podem reabrir após às 5h. A medida vale de domingo a domingo.

Mas, afinal, quais são os serviços essenciais que podem abrir independentemente do horário?

Continuar Lendo

Pernambuco

Santa Cruz do Capibaribe é alvo de combate à sonegação fiscal

Operação foi delegada pelo Grupo de Atuação Permanente e Estratégica no Combate a Sonegação Fiscal (GAPE) e teve como foco o segmento de supermercados.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Divulgação)

A Secretaria da Fazenda de Pernambuco (Sefaz-PE), junto à Secretaria de Defesa Social, por meio da Delegacia de Crime Contra a Ordem Tributária (DECCOT), Procuradoria Geral e Ministério Público, que formam o GAPE, realizou uma operação visando o combate ao crime de sonegação fiscal no Estado. A força-tarefa, iniciada ainda na madrugada da quinta-feira (25), composta por dez auditores da Sefaz-PE, dez policiais militares e seis policiais da DECCOT, teve como alvo um grupo econômico que atua no segmento de supermercados na região de Santa Cruz do Capibaribe.

O grupo investigado na ação é caracterizado por ser um devedor contumaz e já foi alvo de outras operações da Sefaz-PE. O GAPE vem monitorando este grupo econômico buscando garantir o seu funcionamento dentro da legalidade. Foi constatado pela Central de Operações Estaduais (COE) que o grupo econômico adquire mercadorias de empresas-filtro. Agindo desta forma, além de sonegar o ICMS, o grupo econômico provoca um desequilíbrio no mercado praticando uma concorrência desleal. Os alvos também utilizam a estratégia de suspender a cobrança do ICMS Fronteiras, buscando postergar ao máximo o seu pagamento.

Com a delegação do GAPE, a Diretoria de Operações Estratégicas (DOE) da Sefaz-PE executou a ação, com foco principal na contagem de estoque, objetivando flagrar possíveis aquisições de mercadorias desacompanhadas de documentos fiscais. Sendo constatada a situação irregular de produtos em seus estoques, os estabelecimentos serão interditados. Durante a ação, os auditores, mais uma vez, realizam a cobrança do ICMS devido nos diversos processos já objeto de julgamento.

Enquanto a GCOE (Gerência da Central de Operações Estaduais) inventaria as mercadorias e os respectivos documentos fiscais, a GLAUD (Gerência do Laboratório de Auditoria Digital) fará a captura dos dados disponíveis nos computadores e aparelhos eletrônicos utilizados pelo contribuinte. Estes dados capturados serão utilizados pelas equipes de auditoria da 2° Região Fiscal, sediada em Caruaru, para analisar possíveis fraudes.

Grupo Econômico já foi alvo de outras operações – Durante a Operação Caixa Preta, realizada em 2009, o grupo foi flagrado adulterando a memória fiscal das máquinas de cupom fiscal, causando um enorme prejuízo aos cofres públicos. O grupo econômico optou por continuar atuando como um devedor contumaz, inclusive ocultando seus reais proprietários através de sucessivas alterações societárias. A soma total de todos os débitos dos alvos ultrapassa R$ 11 milhões.

Continuar Lendo

Pernambuco

Governo proíbe atividades não essenciais entre 22h e 5h em todo o território de Pernambuco

O governo ainda divulgou que irá ampliar as equipes de logística para diminuir o prazo de entrega de vacinas aos municípios pernambucanos a partir da chegada no Recife.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Aluísio Moreira/SEI)

O Governo de Pernambuco anunciou, nesta sexta-feira (26), a restrição de atividades não essenciais em todo o território do Estado entre 22h e 5h.

A medida, tomada por causa da alta da pandemia de Covid-19, vale deste sábado (27) até 10 de março. Apesar das restrições anunciadas nesta sexta, seguem em vigor as outras anunciadas para 63 municípios das gerências de Saúde com sedes em Caruaru, Limoeiro e Ouricuri. As informações são do Portal Folha de Pernambuco

A decisão, anunciada pelo governador de Pernambuco, Paulo Câmara, tem como objetivo conter o novo avanço da doença no Estado. De acordo com o governador, a taxa de ocupação da UTI atingiu 90% nesta sexta-feira.

“A polícia e os órgãos de fiscalização estarão nas ruas para observar o cumprimento desse novo decreto. Vamos monitorar os dados minuto a minuto neste fim de semana e, caso os índices permaneçam piorando, novas medidas restritivas podem ser anunciadas já no início da próxima semana”, advertiu Paulo Câmara.

Além das novas restrições, o governo anunciou a abertura, já neste fim de semana, de mais 30 leitos de UTI dedicados à Covid-19 no Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa, no Recife.

“Este é mais um momento decisivo na nossa luta contra a Covid. Já ficou claro que cada um precisa fazer a sua parte, usando máscara, higienizando as mãos e evitando aglomerações”, completou o governador.

O governo ainda divulgou que irá ampliar as equipes de logística para diminuir o prazo de entrega de vacinas aos municípios pernambucanos a partir da chegada no Recife.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.