Nos siga nas redes sociais

Esportes

Flamengo pede permissão para jogar Copa do Nordeste

O presidente do Fla, Eduardo Bandeira de Mello, consultou o presidente da Liga do Nordeste, Alexi Portela.

Avatar

Publicado

Os clubes mexicanos disputam a Taça Libertadores da América.
A Austrália participa das competições asiáticas.
Israel está inserido no contexto futebolístico da Europa.

Existe ao menos uma dezenas de exemplos do tipo no futebol. Sendo direto e seguindo essa lógica, qual seria o empecilho de incluir o Flamengo na Copa do Nordeste? Acredite, a ideia é real e partiu da própria direção carioca.

De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, o presidente do Fla, Eduardo Bandeira de Mello, consultou o presidente da Liga do Nordeste, Alexi Portela.

Ambos confirmaram o teor da conversa…

“Ele perguntou se havia possibilidade. Por enquanto, acho que não. No futuro podemos pensar. Primeiro, precisamos consolidar a competição, que está voltando agora. Depois, poderia haver dois convites”, diz Portela.

Sobre o Nordestão, vale lembrar que há nele um erro histórico, com a ausência dos clubes do Piauí e do Maranhão, que chegaram a disputar a Copa Norte. Os dois estados devem ser incluídos no regional em 2015.

No caso da embrionária possibilidade de inclusão do Fla – e de até outro clube -, seria via convite, apesar de o Estatuto do Torcedor só autorizar o critério técnico.

A Copa do Nordeste foi autorizada pela CBF num acordo milionário, com a previsão de pelo menos dez edições oficiais. O torneio busca retomar a sua identidade, em parte perdida pelo caráter sazonal.

Economicamente, a presença do clube carioca poderia, sim, gerar renda. Segundo a última pesquisa na região, elaborada pela Pluri Consultoria, de fato o Fla tem a maior torcida, com 22,4%. O nordestino na melhor colocação é o Sport, em 5º lugar, com 4,8%, mas ao menos sete times da região têm torcidas acima de 1 milhão de pessoas. Alheio a isso, o mandatário carioca disse à Folha ter a maior torcida em todos os estados da região – incluiu Pernambuco, um erro, pois o estado é um dos cinco no país com clubes locais à frente.

Mas se tem algo que não se discute, é a presença local nas arquibancada, com ou sem agentes externos. Com base na tradicional rivalidade, a média foi de 8.350 pessoas no Nordestão de 2013, a maior em todos os torneios no primeiro semestre do futebol brasileiro, o que rebate a tal necessidade de convites. Não por acaso, o Fla vive entre a paixão a a rejeição na região.

 

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Goleiro Bruno, condenado por homicídio, e mais 19 atletas têm intoxicação alimentar

Condenado pela morte de Eliza Samúdio, ex-goleiro do Flamengo apresenta um dos quadros mais graves, segundo o Rio Branco, do Acre

Lucas Passos

Publicado

REPRODUÇÃO/ REDES SOCIAIS

Vinte atletas da equipe de futebol Rio Branco, do Acre, entre eles o goleiro Bruno, ex-jogador do Flamengo condenado por homicídio, foram internados na madrugada deste domingo (18/10) por intoxicação alimentar.

Os jogadores passaram mal após jantar na noite desse sábado (17/10). Eles foram levados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Bragança (PA), onde estavam hospedados, por causa da situação.

O Rio Branco jogaria na tarde deste domingo contra a equipe do Bragantino, do Pará, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro da Série D, mas a partida foi adiada. O clube registrou um boletim de ocorrência.

“Casos mais agravantes são do goleiro Bruno, os zagueiros Wallinson e Paulinho e do meia Guilherme Campana”, detalhou a equipe acreana, em nota publicada na tarde deste domingo, em uma rede social.

Os sintomas apresentados pelos integrantes da delegação são náuseas, vômitos, febre e tontura. Os atletas chegaram a Belém (PA) na noite de sexta-feira (16/10), mas só passaram mal após o jantar desse sábado.

No total, a delegação do Rio Branco tem 24 pessoas. Quatro delas, os atacantes Cassiano e Vandinho, o treinador interino Walter Clay e o ídolo Chicão, não foram acometidas. Eles não jantaram na última noite.

O clube acreano ressaltou que, em nenhum momento, acusou o Hotel Ibis, onde estão hospedados desde sexta, o adversário da rodada, Bragantino, ou a população da cidade paraense.

“Realizamos um boletim de ocorrência notificando o ocorrido. Não cabe ao Rio Branco fazer qualquer acusação, somente o relato”, esclareceu o clube. A Polícia Civil do Pará (PCPA) e a Vigilância Sanitária apuram o caso.

“Chegamos a Belém na noite de sexta-feira e fomos muito bem recepcionados pelo hotel, não havendo nenhum problema até o fim da hospedagem, na manhã de sábado. Só temos elogios ao Íbis Hotel”, informou o time.

“Também informamos que não houve nenhuma acusação ao Bragantino e a qualquer membro do clube. Entendemos que o adiamento da partida também é prejudicial ao time paraense e temos profundo respeito com a instituição”.

“Também não houve críticas ou acusações aos cidadãos de Bragança. Pelo contrário. Fomos muito bem recebidos na cidade e não temos crítica alguma à população”, finalizou a equipe de futebol, na nota.

A partida entre Rio Branco e Bragantino foi remarcada para segunda-feira (19/10), mas poderá ser novamente adiada. O confronto vale a liderança do grupo – o time paraense está apenas um ponto à frente do adversário.

“O jogo foi adiado pela CBF [Confederação Brasileira de Futebol] para amanhã, porque os atestados médicos indicaram um dia de repouso a todos. Entretanto, a data ainda pode ser alterada”, ressaltou a equipe.

Fonte: Metrópoles

Continuar Lendo

Esportes

Galvão Bueno volta atrás e diz que negocia com Globo para narrar Copa-2022

A decisão de Galvão tem muita relação com o fato de, pela primeira vez nos últimos 46 anos, ele estar tanto tempo sem narrar.

Marcos Philipe Passos

Publicado

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

O narrador Galvão Bueno, que havia dito no programa “Altas Horas”, da TV Globo, que não estaria na Copa do Mundo de 2022 como narrador, usou o mesmo programa para dizer que está repensando aquela decisão. Em papo com Serginho Groisman, ele contou que já conversa com a emissora para redefinir os planos.

“Como eu já disse muita coisa no seu programa, confessei que sou torcedor do Flamengo no seu programa, rapaz… Esse ano parado já está me fazendo pensar um pouco. E já estamos conversando, direção da Globo e eu. Quem sabe aquela notícia que eu te dei não vale mais”, afirmou Galvão, para comemoração de Serginho.

“Quem em 2022 você esteja tinindo pra gente conseguir mais um caneco e ouvirmos suas emoções”, disse o apresentador.

Durante a conversa, o “Altas Horas” recuperou o trecho de março deste ano, em que Galvão havia revelado: “Hoje eu disse pela primeira vez que não vou narrar a Copa de 2022. Vou estar lá. O que vou fazer, não sei. Mas não vou narrar”, afirmou, na ocasião.
COVID-19

A decisão de Galvão tem muita relação com o fato de, pela primeira vez nos últimos 46 anos, ele estar tanto tempo sem narrar. Sete meses, segundo o veterano de 70 anos. Ele mostrou descontentamento com os rumos da pandemia e o relaxamento no isolamento.

“Quanta coisa que acho que começou antes da hora… A doença é um problema muito sério. Algumas pessoas fizeram questão de não levar tão a sério. É um drama, estamos atravessando uma turbulência terrível no mundo inteiro. Veja, neste momento a Europa volta a aumentar o número de casos, passamos de 1 milhão de mortos. Parece que as pessoas relaxaram no isolamento, mas continuamos com esse problema”, criticou Galvão.

O narrador ainda brincou com o fato de ter virado “namoradinho da internet”, fazendo receitas para ajudar a promover as vendas dos vinhos de sua marca. “Vai pegar o lugar da Ana Maria Braga daqui a pouco”, brincou Serginho.

“Vou dar uma ligadinha pra ela pra gente fazer uma parceria”, riu Galvão. “Pra um cara de 70 anos, esse negócio de namoradinho da internet chega a ser engraçado, é hilário. Aproveito as receitas para ajudar nas vendas online dos meus vinhos, então, a coisa ficou divertida”, contou Galvão.

*Com informações FolhaPress

Continuar Lendo

Esportes

Flamengo goleia Corinthians por 5 a 1 e assume liderança

Everton Ribeiro, Vitinho, Natan, Bruno Henrique e Diego marcaram os gols dos visitantes na goleada histórica. Gil fez o único do Alvinegro

Marcelo Passos

Publicado


O Corinthians recebeu o Flamengo neste domingo e foi goleado por 5 a 1, em duelo válido pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. Absoluto na partida, o Rubro-Negro dominou os mandantes e chegou à liderança provisória do torneio nacional. Já o Timão voltou a perder e segue próximo à zona de rebaixamento.

Everton Ribeiro, Vitinho, Natan, Bruno Henrique e Diego marcaram os gols dos visitantes na goleada histórica. Gil fez o único do Alvinegro.

Domínio do Fla no 1º tempo
Em início bastante movimentado, o Flamengo balançou as redes aos nove minutos. Vitinho roubou a bola de Fagner na lateral, e com a defesa do Corinthians mal postada, conduziu pela esquerda e passou para Everton Ribeiro bater, a bola explodiu em Marllon e sobrou para Pedro dentro da área. O centro-avante pegou de primeira e marcou.

O VAR checou o lance e detectou que a bola saiu no início da jogada, logo após o desarme do Vitinho e cancelou o gol.

Com maior posse de bola, o Rubro-Negro tomou o controle do jogo e passou a criar mais chances. Aos 24 minutos, Everton Ribeiro tabelou com Vitinho e recebeu no meio da área para bater de primeira. O camisa 7 pegou embaixo e a bola saiu por cima da trave de Cássio.

Aos 31 minutos, Everton Ribeiro apareceu mais uma vez na área do Corinthians, agora para abrir o placar. Bruno Henrique centralizou a jogada, puxou a marcação para o meia e abriu na esquerda para a descida de Felipe Luis. Com espaço, o lateral cruzou com precisão para Everton Ribeiro, que ganhou o duelo com Lucas Piton para cabecear e marcar.

Bruno Henrique não deu tempo para a defesa corintiana respirar. Dois minutos depois do gol, o atacante fez nova jogada pelo meio e abriu para Vitinho bater na entrada da área. A bola desviou na zaga e saiu em escanteio.

A única chance real do Corinthians veio aos 43 minutos. Everaldo fez jogada pelo lado esquerdo da área e rolou para trás. Camacho dominou na intermediária, pensou, ajeitou e bateu firme no travessão de Hugo.

Apesar da bola na trave no fim, o Corinthians criou pouco e foi dominado pelo Fla por grande parte da primeira etapa. O Rubro-Negro terminou com 63% de posse de bola e duas finalizações no gol, contra nenhuma do Alvinegro.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.