Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

Governador demite delegado acusado de furtar cheques de Delegacia

Haroldo Lucca Gonçales é acusado de peculato e formação de quadrilha.

Avatar

Publicado

Haroldo Gonçales chegou a ser preso, mas foi liberado dois meses depois.  (Foto: Ascom/PC)O governador Teotonio Vilela Filho (PSDB) de Alagoas exonerou, nesta quarta-feira (5), o delegado Haroldo Lucca Gonçales, através de um decreto no Diário Oficial do Estado. Gonçales é acusado de peculato e formação de quadrilha, após furtar cheques no valor de R$ 1 milhão que haviam sido apreendidos em uma operação policial, em abril de 2012, e estavam sob sua guarda. 

De acordo com o processo disciplinar, na época do crime, Gonçales era titular da Delegacia Especializada de Crimes Contra a Ordem Tributária e a Administração Pública (Decotap) e participou da operação Espectro, que apreendeu dinheiro em espécie e em cheques no valor total de R$ 4.250.370,86, os quais ficaram na delegacia.

As investigações posteriores demonstram que mais de R$ 1 milhão, em cheques, teriam desaparecido da delegacia, ficando depois constatado que tais cheques foram indevidamente descontados para a aquisição de imóveis.

Constatou-se também que os referidos cheques, que deveriam estar custodiados pelo delegado, foram depositados nas contas bancárias de terceiros. O delegado chegou a ter prisão decretada, sendo liberado, meses depois, por decisão judicial. Atualmente, responde a processo na Justiça.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Anvisa aprova uso emergencial de vacina de Oxford e da Coronavac

Ainda faltam os votos de outros dois diretores. A reunião que segue em andamento.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Reprodução)

O diretor da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) Alex Machado Campos, terceiro a votar na análise de liberação de uso emergencial das vacinas de Oxford/AstraZeneca e da Coronavac neste domingo (17), deu parecer favorável à utilização emergencial dos imunizantes no país. Com a decisão, as vacinas poderão ser aplicadas na população brasileira.

Para a liberação do uso emergencial dos imunizantes eram necessários três votos dos cinco possíveis na diretoria da Anvisa. Antes, Romison Rodrigues Mota e Meiruze Freitas, relatora da solicitação, já haviam dado o parecer favorável; mais dois diretores apresentarão suas análises.

A diretora da Anvisa Meiruze Freitas, relatora dos pedidos de uso emergencial das vacinas, foi a primeira a votar neste domingo, e deu parecer favorável à aprovação do uso emergencial temporário dos imunizantes.

“Ressalvadas algumas incertezas pelo estágio das vacinas em desenvolvimento, os benefícios das duas candidatas superam os riscos e ambas atendem os critérios de eficácia e segurança”

Meiruze Freitas, diretora da Anvisa e relatora da análise dos pedidos. Ainda faltam os votos de outros dois diretores. A reunião que segue em andamento.

Os votos seguiram as recomendações de três áreas técnicas da Anvisa: a Gerência-Geral de Medicamentos, a Coordenação de Inspeção e Fiscalização de Insumos Farmacêuticos e a Gerência-Geral de Monitoramento de Produtos Sujeitos à Vigilância Sanitária.

Em suas recomendações, as áreas técnicas afirmam que aprovaram o uso, mas que será preciso acompanhar a evolução das duas vacinas.

Análise da eficácia das vacinas

O gerente-geral de Medicamentos e Produtos Biológicos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Gustavo Mendes, disse que, apesar da falta de dados sobre as vacinas, o uso das mesmas teria benefícios pelo estágio da pandemia no Brasil e ausência de uma alternativa terapêutica contra a Covid-19.

A área técnica do órgão regulador recomendou neste domingo a aprovação do uso emergencial das duas vacinas. Nos dois casos, a recomendação foi para aprovação com monitoramento das “incertezas e reavaliação periódica” dos dados o imunizante.

A eficácia geral da vacina de Oxford/AstraZeneca é de 70,42%, calculou a agência. O dado considera mais de uma forma de aplicação e intervalo entre doses. No Brasil, com duas doses, a eficácia ficou em 62%. No caso da Coronavac, a eficácia calculada é de 50,39%.

Mendes apontou ainda uma série de lacunas de dados para comprovar que o produto importado da Índia é equivalente ao que a AstraZeneca pretende, no futuro, registrar no Brasil. “Pode constituir produtos diferentes, ainda que possuam categorias similares”, disse.

Mendes afirmou também que há dúvidas sobre a eficácia dos imunizantes na população acima de 65 anos e sobre resultados do uso de doses mais baixas ou da aplicação de apenas uma dose.

Mendes ainda afirmou que os dados não permitem conclusões sobre a eficácia na forma mais grave da doenças. “Existe tendência favorável à proteção, mas precisamos acompanhar mais de perto.”

*Com informações do Estadão Conteúdo

Continuar Lendo

Cotidiano

Policial militar comete suicídio após matar homem a tiros no Agreste

O PM estava bebendo com os amigos e teria assassinado a vítima usando a própria arma.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Um policial militar cometeu suicídio depois de matar um homem a tiros na tarde do último sábado (16), na cidade de Camocim de São Félix, no Agreste de Pernambuco. De acordo com a polícia, o PM tinha 24 anos e estaria bebendo com os amigos no Bairro Novo.

As testemunhas informaram à polícia que o policial militar teria ido ao banheiro da casa em que estava com os amigos e, ao retornar, atirou com a própria arma na vítima, de 37 anos. Em seguira, o PM se dirigiu até a cozinha e tirou a própria vida.

Investigação

A Polícia Civil foi chamada para atender à ocorrência junto ao Instituto de Criminalística (IC). Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Caruaru.

A causa do ocorrido ainda é desconhecida e a polícia deve investigar o caso. Familiares do PM chegaram a afirmar que ele estava apresentando sintomas de início de depressão.

*Com informações NE10 Interior.

Continuar Lendo

Cotidiano

Prefeito do Recife, João Campos, testa positivo para Covid-19

O chefe do executivo municipal relatou que desde o início da pandemia vem realizando periodicamente testes para diagnosticar o coronavírus.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Reprodução)

O prefeito do Recife, João Campos, anunciou em suas redes sociais que testou positivo para a Covid-19. Através de um vídeo divulgado no sábado (16), o gestor afirma que está assintomático e permanece em isolamento na sua residência.

O chefe do executivo municipal relatou que desde o início da pandemia vem realizando periodicamente testes para diagnosticar o coronavírus. Na sexta-feira (15), João Campos fez mais um exame que, segundo ele, deu negativo, mas a contraprova, realizada neste sábado, deu positivo.

“Ao longo da pandemia, eu fiz vários exames para testar o coronavírus. Todos deram negativo, nunca apresentei sintomas ao longo desse período inteiro. Ontem eu fiz mais um, deu negativo, e a contraprova, de hoje, deu positivo. Então, eu testei positivo para coronavírus, estou sem sintomas, estou bem, estou isolado em casa e vou seguir assim pelos próximos dias, seguindo as recomendações médicas”, disse.

Nessa sexta-feira (15), a deputada federal Tábata Amaral também divulgou em suas redes sociais que testou positivo para Covid-19. Tábata é noiva de João Campos e acompanhou de perto toda a campanha para a prefeitura do Recife. “Estou bem e em casa, respeitando todas as recomendações médicas e de isolamento, e também cancelei as próximas agendas presenciais”, compartilhou a deputada em seu Twitter.

No vídeo publicado em seu Instagram, João Campos também comentou sobre a campanha de vacinação contra a Covid-19 no Recife. Ele afirmou que “na próxima semana a cidade estará pronta” para vacinar a população, esperando apenas “o Ministério da Saúde mandar as vacinas. “Nossa infraestrutura já está toda pronta”, disse.

Covid em Pernambuco

No sábado (16) o estado confirmou mais 1.450 novos casos da Covid-19 e mais 29 mortes. Com isso, Pernambuco totaliza 240.605 casos confirmados e 9.993 mortes pela Covid-19, espalhadas pelos 184 municípios pernambucanos.

*Com informações Diário de Pernambuco.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.