Nos siga nas redes sociais

Brasil

Homem sofre queimaduras graves ao fritar coxinha congelada

Analista, Cleiton Solano, sofreu graves queimaduras ao tentar preparar coxinhas congeladas (Foto: Arquivo pessoal)

Marcelo Passos

Publicado


Ao fritar coxinhas congeladas da marca Bonaboca Alimentos, o analista de T.I, Cleiton Solano, sofreu queimaduras de 2º grau em várias partes do corpo, na última sexta-feira (9). Ele recebeu atendimento no Hospital de Queimaduras de Goiânia. Outras pessoas relataram problemas com o mesmo produto da marca.

O analista, de 24 anos, explica que comprou o produto no supermercado e o preparou no mesmo dia, seguindo todas as recomendações da embalagem de quantidade. “Estava acostumado a fazer, de repente começaram a explodir e a primeira já explodiu no meu braço, peito. Uma até grudou no teto”, relembra Cleiton.

Cleiton teve queimaduras de 2º grau nas mãos, braços, peito e rosto e compartilhou o acontecido em seu perfil nas redes sociais. Segundo ele, recebeu outros relatos de acidentes. “Não me arriscarei a fazer fritura de novo e estou recomendando meus conhecidos a não fazerem também”, disse o analista.

Ao tentar contato com a empresa, Cleiton afirma que ainda não obteve retorno. De acordo com ele, após pesquisar, soube que o acidente pode estar relacionado a forma como a coxinha é feita.

No perfil da empresa nas redes sociais, outro relato de acidente com as coxinhas da marca. No comentário, é relatado que os salgados foram preparados sem serem descongelados, já que na embalagem não havia restrição quanto a isso no modo de preparo. Na reclamação, a vítima teve queimaduras no semelhantes as de Cleiton.

Procurada pela reportagem, a Bonaboca Alimentos ainda não respondeu aos e-mails e mensagens enviadas até a publicação desta matéria, O espaço está aberto para manifestação. Informações do site Mais Goiás

 

Brasil

Jogadores e presidente do Palmas-TO morrem após queda de avião

PortalPE10 com informações G1

Publicado

Avião ficou completamente destruído após cair em Luzimangues — Foto: Divulgação

Um avião particular caiu momentos após decolar de uma pista de pouso no distrito de Luzimangues, em Porto Nacional no Tocantis. A aeronave tinha acabado de decolar e acabou atingindo o solo em um matagal logo após a cabeceira da pista.

A assessoria do Palmas Futebol e Regatas informou que o presidente do time, Lucas Meira e quatro jogadores estavam na aeronave. Os atletas são Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari. Há ainda o piloto, identificado apenas como ‘Comandante Wagner’. Não houve sobreviventes.

A equipe enfrentaria o Vila Nova pela Copa Verde em Goiânia. A partida estava programada para esta segunda-feira (25). O Vila Nova emitiu nota lamentando o acidente e informando que vai colaborar para o adiamento da partida.

Imagens feitas no local mostram que a aeronave ficou completamente destruída com o choque. Além do IML e dos Bombeiros, equipes da Polícia Militar estão no local prestando apoio.

Continuar Lendo

Brasil

Morre influencer de Juazeiro do Norte Liliane Amorim após realizar lipoaspiração

Redação PortalPE10

Publicado

Legenda: Nas sociais,. jovem caririense postava viagens e posts de parceiros comerciais Foto: Reprodução/Instagram

A influenciadora digital Liliane Amorim, que morava em Juazeiro do Norte, morreu após realizar cirurgia de lipoaspiração. Em comunicado, neste domingo (24), o hospital em que a jovem estava internada confirmou o óbito da cearense. Segundo a família, Liliane passou pela cirurgia no dia 9 de janeiro e após a intervenção precisou passar por nova operação. Sendo assim, no dia 15 deste mês, ela foi internada.

“Toda a Equipe de nosso Hospital está de luto em nome dessa moça que foi uma guerreira em todos os momentos durante sua Internação”, declarou a direção da unidade hospitalar em comunicado.

Liliane estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital da Unimed no Centro de Juazeiro do Norte desde o dia 17 deste mês. No entanto, o procedimento estético não foi realizado no local.

Na última sexta-feira (22), o boletim médico informou que a influencer teve uma melhora no quadro, porém no sábado (23) ela piorou e precisou passar por uma cirurgia de emergência.

Perfil do instagram
No perfil do Instagram de Liliane, familiares postavam diariamente o estado de saúde da jovem — além de pedir orações.

 

Continuar Lendo

Brasil

Honda suspende produção em Manaus por pandemia e falta de insumos

Com novo pico de casos de contaminação por Covid-19, Manaus tem vivido um cenário de recorde de hospitalizações e escassez de oxigênio para os internados.

Redação PortalPE10

Publicado

Moto da Honda – (Foto: Divulgação)

A Honda Motos anuncia nesta sexta-feira (22) a suspensão de sua linha de produção em Manaus por 10 dias, de 25 de janeiro a 3 de fevereiro. A paralisação ocorre, segundo a empresa, por causa da falta de insumos para a produção e devido ao agravamento da pandemia no estado do Amazonas.

Em comunicado, a montadora afirma que os funcionários das áreas produtivas e administrativas entrarão em férias coletivas neste período. Permanecerá trabalhando um “contigente mínimo” de pessoas para realizar atividades essenciais.

Com novo pico de casos de contaminação por Covid-19, Manaus tem vivido um cenário de recorde de hospitalizações e escassez de oxigênio para os internados.

Em nota, a Honda informou que doou 454 cilindros de oxigênio e 20 mil máscaras para o Estado do Amazonas.

O desabastecimento das cadeias produtivas é um problema que tem afetado a indústria nacional durante a pandemia do novo coronavírus. De acordo com uma Sondagem da CNI (Confederação Nacional da Indústria) realizada em outubro, 68% das indústrias consultadas estavam com dificuldades para fazer estoques, obter insumos e matérias-primas.

Segundo o estudo, que ouviu 27 setores das indústrias de transformação e extrativa, 68% das indústrias relataram dificuldades para obter matérias-primas no mercado doméstico enquanto 56% das companhias que utilizam insumos importados com frequência estavam com dificuldades de aquisição no mercado internacional.

A pesquisa mostra, ainda, que 44% das empresas consultadas estavam com problemas para atender aos clientes. As principais razões para a dificuldade de atendimento foram falta de estoques, demanda maior que a capacidade de produção e incapacidade de aumentar a produção.

A interrupção temporária da produção da montadora ocorre 11 dias após a Ford fechar três fábricas no Brasil. Outra baixa sofrida pelo setor automotivo foi o anúncio da paralisação de produção da Mercedes-Benz no Brasil em dezembro.

*Com informações FolhaPress

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.