Nos siga nas redes sociais

Brasil

Horário de votação de 7h às 10h nas eleições não é exclusivo para idosos, mas sim preferencial

Em 8 de setembro foi apresentado o chamado “Plano de Segurança Sanitária – Eleições Municipais de 2020” elaborado com protocolos, medidas e recomendações para a realização das eleições em meio à pandemia de covid-19 a partir de uma consultoria que contou com especialistas da Fiocruz e dos hospitais Sírio Libanês e Albert Einstein.

PortalPE10 com informações UOL

Publicado

Urnas eletrônicas - (Foto: Rodolfo Buhrer/Reuters)

Urnas eletrônicas – (Foto: Rodolfo Buhrer/Reuters)

Publicações que circulam nas redes sociais desde meados de outubro de 2020 afirmam que nas eleições municipais de 15 de novembro no horário entre 7h e 10h só poderão votar pessoas maiores de 60 anos, já que este é um grupo de risco da COVID-19 e esta medida teria o objetivo de minimizar a chance de aglomeração.

No entanto, isto é falso. De acordo com a orientação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o Plano de Segurança Eleitoral elaborado para o pleito, esta faixa de horário será preferencial para idosos, não exclusiva.

“Utilidade Pública: Nessas eleições o horário das 7h as 10h da manhã é exclusivo para maiores de 60 anos.. Vamos respeitar a Vida”, afirmam algumas publicações no Facebook (1, 2, 3) e no Instagram, compartilhadas centenas de vezes desde 16 de outubro.

De acordo com as postagens, no dia 15 de novembro, quando acontecerá o primeiro turno das eleições municipais, pessoas com mais de 60 anos devem votar somente de 7h às 10h, enquanto o “público geral” poderia votar das 10h às 17h, horário em que termina a votação.

Mas esta não é a determinação do Tribunal Superior Eleitoral.

De acordo com a resolução nº 23.631, de 1º de outubro de 2020, em seu artigo 254, fica estabelecido que“no período entre 7h (sete horas) e 10h (dez horas), terão preferência para votar dos eleitores com 60 (sessenta) anos ou mais, independentemente do momento de sua chegada à seção eleitoral”.

O parágrafo 2, por sua vez, indica que durante o período previsto os eleitores com menos de 60 anos não serão impedidos de votar, mas deverão aguardar até que todos os eleitores idosos já presentes, ou que cheguem à seção de votação, tenham votado.

Em 8 de setembro foi apresentado o chamado “Plano de Segurança Sanitária – Eleições Municipais de 2020” elaborado com protocolos, medidas e recomendações para a realização das eleições em meio à pandemia de covid-19 a partir de uma consultoria que contou com especialistas da Fiocruz e dos hospitais Sírio Libanês e Albert Einstein.

Com base no risco imposto pela covid-19 e a fim de reduzir a chance de aglomerações no dia da votação, o TSE ampliou em uma hora o horário da eleição, passando de 8h às 17h, para 7h às 17h.

Brasil

Sensitiva diz que teve contato pós-morte com Paulo Gustavo

Lene Sensitiva afirma que teve contato com o ator por intermédio de uma “senhorinha”.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Divulgação)

A morte do ator Paulo Gustavo, na última terça-feira (4), causou comoção no Brasil. Fãs e artistas que conviveram com o humorista prestaram diversas homenagens ao ator nas redes sociais. Até mesmo uma improvável nota de condolências foi emitida nos perfis oficiais do presidente Jair Bolsonaro.

No sábado (8), quatro dias após o falecimento do ator, uma mulher de Sorocaba, interior de São Paulo, afirma ter entrado em contato com o espírito de Paulo Gustavo. As informações são do Diário Online.

Lene Sensitiva, famosa nas redes sociais, publicou em seu perfil do Instagram que viu Paulo Gustavo, com o auxílio de uma “senhorinha”. O ator teria deixado uma mensagem para os fãs e familiares.

“Eu amo todos vocês, sou grato a todos vocês que fizeram parte da minha vida, que me ajudaram, a me tornar quem eu fui em vida. Eu amo meus filhos, amo meu marido, meus pais e minha família, gratidão”, teria sido a mensagem enviada por Paulo Gustavo.

Continuar Lendo

Brasil

Bolsonaro convoca apoiadores às ruas no dia 15: ‘Eu vou lá para o meio’

Redação PortalPE10

Publicado

Entidades de produtores rurais nos Estados organizam atos de apoio ao mandatário, contra o STF e pelo fim das medidas de isolamento social adotadas por governadores e prefeitos. (Foto: Reprodução/Facebook)

O presidente Jair Bolsonaro convocou, neste domingo (9), apoiadores para participarem de manifestações no próximo dia 15 de maio. Entidades de produtores rurais nos Estados organizam atos de apoio ao mandatário, contra o Supremo Tribunal Federal (STF) e pelo fim das medidas de isolamento social adotadas por governadores e prefeitos.

“Dia 15 pessoal, está todo mundo convocado. Eu vou lá para o meio da rua com o pessoal do campo. O pessoal do agronegócio está tomando Brasília e vou estar lá no meio deles, se Deus quiser, agradecendo pelo trabalho que eles fizeram que ao longo da pandemia eles e as outras categorias não pararam. Um abraço a todos e até o dia 15, se Deus quiser”, bradou em discurso após passeio de moto a motociclistas simpatizantes. Sem máscara, o presidente os cumprimentou com apertos de mãos, abraços e tirou selfies em meio a aglomeração e várias pessoas sem máscara ou fazendo uso inadequado do equipamento. As informações são do Correio Braziliense.

Enquanto o país registra mais de 420 mil mortos, a vacinação no país caminha a passos lentos e o isolamento social é desrespeitado pelo próprio mandatário, que incentiva a população a ir às ruas. Os eventos em questão têm como principais articuladores a Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil), a Associação Nacional de Defesa dos Agricultores, Pecuaristas e Produtores da Terra (Andaterra) e a Associação dos Cafeicultores do Brasil (Sincal).

Continuar Lendo

Brasil

Polícia Civil corrige número de mortos no Jacarezinho

Redação PortalPE10

Publicado

Policiais civis durante a operação no Jacarezinho, Zona Norte do Rio — (Foto: Ricardo Moraes/Reuters)

A Polícia Civil corrigiu a lista com o número de mortos na operação realizada na Favela do Jacarezinho, na quinta-feira (6). A informação que havia sido passada no sábado (8), de 29 pessoas mortas, incluindo o policial civil André Leonardo Frias, posteriormente foi corrigida para 28 óbitos, em nota divulgada na noite de ontem.

“A Polícia Civil informa que 27 criminosos e o inspetor de polícia André Leonardo de Mello Frias morreram na operação. O equívoco aconteceu por conta de dois corpos que não estavam identificados no hospital, mas que já tinham sido identificados pela Delegacia de Homicídios; o que causou a contagem dupla.” As informações são da Agência Brasil.

A Polícia Civil e o governo do Rio negaram ter havido execuções durante a operação e sustentaram que os mortos eram ligados ao tráfico de drogas, embora a ação seja questionada por organizações de direitos humanos e por moradores da comunidade.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10. Todos os direitos reservados.