Nos siga nas redes sociais

Entretenimento

Humorista Rodela morre vítima de Covid-19, aos 66 anos, em SP

A assessoria do SBT confirmou a morte na noite desta quarta-feira (2). Ele estava internado no Hospital Geral de Guarulhos há duas semanas.

PortalPE10 com informações G1

Publicado

Humorista Luiz Carlos Ribeiro, o Rodela, em foto de arquivo — Foto: Lourival Ribeiro/SBT

O humorista Luiz Carlos Ribeiro, conhecido popularmente como Rodela, morreu nesta quarta-feira (2) em São Paulo. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do SBT.

Ele estava internado havia duas semanas no Hospital Geral de Guarulhos, na Grande São Paulo. Segundo a assessoria da emissora, o diagnóstico para Covid-19 foi confirmado na terça-feira (1).

“É com pesar que o SBT lamenta o falecimento do humorista Luiz Carlos Ribeiro, mais conhecido como Rodela, nesta quarta-feira, 02 de dezembro. Nesta terça-feira, 01, foi confirmado seu diagnóstico para Covid-19. No início desta noite, foi submetido a hemodiálise e sofreu paradas cardíacas, vindo a falecer […] O SBT presta solidariedade e deseja que Deus conforte sua família”, diz a nota.

Humorista Luiz Carlos Ribeiro, o Rodela, em foto de arquivo — Foto: Gabriel Cardoso/SBT

Artista de rua de São Paulo, Rodela era conhecido pela habilidade de fazer inúmeras caretas. Ele ganhou fama na TV ao participar de programas de auditório.

Sua primeira aparição na TV foi no programa Show de Variedades, em 1992, fazendo performances de comédia. Participou posteriormente de diversos programas de humor, tendo destaque no programa Ratinho Livre, da TV Record, em 1997.

No ano seguinte, com a vinda de Ratinho para o SBT, Rodela integra o elenco do Programa do Ratinho, onde permanece por vários anos. Rodela também participou de A Praça é Nossa, tendo feito diversos quadros. Posteriormente, esteve no programa Show do Tom, também na Record.

Brasil

Morre influencer de Juazeiro do Norte Liliane Amorim após realizar lipoaspiração

Redação PortalPE10

Publicado

Legenda: Nas sociais,. jovem caririense postava viagens e posts de parceiros comerciais Foto: Reprodução/Instagram

A influenciadora digital Liliane Amorim, que morava em Juazeiro do Norte, morreu após realizar cirurgia de lipoaspiração. Em comunicado, neste domingo (24), o hospital em que a jovem estava internada confirmou o óbito da cearense. Segundo a família, Liliane passou pela cirurgia no dia 9 de janeiro e após a intervenção precisou passar por nova operação. Sendo assim, no dia 15 deste mês, ela foi internada.

“Toda a Equipe de nosso Hospital está de luto em nome dessa moça que foi uma guerreira em todos os momentos durante sua Internação”, declarou a direção da unidade hospitalar em comunicado.

Liliane estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital da Unimed no Centro de Juazeiro do Norte desde o dia 17 deste mês. No entanto, o procedimento estético não foi realizado no local.

Na última sexta-feira (22), o boletim médico informou que a influencer teve uma melhora no quadro, porém no sábado (23) ela piorou e precisou passar por uma cirurgia de emergência.

Perfil do instagram
No perfil do Instagram de Liliane, familiares postavam diariamente o estado de saúde da jovem — além de pedir orações.

 

Continuar Lendo

Cotidiano

Regina Duarte faz críticas à vacina contra a covid-19: “que diabos esta vacina está realmente fazendo?”

Redação PortalPE10

Publicado

(Brasília – DF, 29/01/2020) Encontro com a atriz Regina Duarte. Foto: Marcos Corrêa/PR

A atriz e ex-secretária da Cultura do governo Bolsonaro, Regina Duarte, usou as redes sociais para criticar a vacina contra a covid-19, questionando sua utilidade.

“Isso não elimina a necessidade de proibições de viagens. Não elimina a necessidade de fechar negócios. Não elimina a necessidade de fechamentos em geral. Não elimina a necessidade de uso de máscaras. Então… que diabos esta vacina está realmente fazendo?”, escreveu a atriz em uma publicação no Instagram.

A atriz recebeu apoio de muitos seguidores, que chegaram a dizer que o vírus é invenção da China e que não se vacinarão.

Continuar Lendo

Cotidiano

Após se recuperar da Covid, cantor gospel Flávio Camargo morre de pneumonia

O cantor, de 33 anos, foi diagnosticado com Covid-19 em setembro e recebeu alta após tratamento.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Reprodução / Instagram)

O cantor gospel Flávio Camargo morreu na última terça-feira (19), aos 33 anos, vítima de pneumonia. Ele foi diagnosticado com Covid-19 em setembro do ano passado e ficou internado com 80% dos pulmões comprometidos. Após tratamento, o cantor recebeu alta.

Mas Flávio voltou a sentir-se mal em dezembro. De acordo com informações de familiares, ele foi internado no dia 5 de janeiro no Hospital Miguel Couto, no Rio de Janeiro, com mais de 90% dos pulmões comprometidos por uma infecção. Devido a gravidade do caso ele precisou ser transferido para o Hospital Ronaldo Gazolla, onde permaneceu na UTI.

Na última segunda-feira (18), a mulher do cantor pediu aos fãs e amigos que fizessem orações a ele. “Infelizmente o quadro clínico do meu esposo, Flávio Camargo, se agravou e ele precisou ser intubado. Segundo a equipe médica ele está muito grave e precisa de um verdadeiro milagre! Peço a todos que nos ajudem em oração porque apesar da gravidade cremos num Deus que pode todas as coisas e age no impossível!”, disse ela.

Segundo informações da rádio Rádio 93 FM, voltada ao público gospel, antes de ser entubado, Flávio escreveu no último sábado (16) uma carta a Suzanna, no qual declarou o amor à família e agradeceu a oração de todos. “Meu amor, te amarei para sempre. Tudo que quero é estar ao lado de vocês outra vez”, diz trecho da carta.

Flávio Camargo deixa a esposa, Suzanna, e o filho, Yohan. Ele foi enterrado na tarde desta quarta-feira, no Rio de Janeiro.

*Com informações Marie Claire

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.