Nos siga nas redes sociais

Entretenimento

La Casa de Papel: youtuber diz, em vídeo, que foi humilhado

Emocionado, youtuber Gerson Albuquerque alega que foi humilhado e que chegou a ser agredido por um policial na delegacia

Avatar

Publicado


Resultado de imagem para Gerson Albuquerque

O youtuber pernambucano Gerson Albuquerque, de 24 anos, que, fantasiado, invadiu o Centro de Observação Criminológica e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel) na última terça (17), junto com três amigos, publicou em seu canal um vídeo contando sua versão do caso. O desabafo de 15 minutos, publicado na noite desta quinta (19), já tinha mais de 420 mil visualizações até as 23h. Emocionado, Gerson alega na gravação que foi humilhado e que chegou a ser agredido por um policial na delegacia. O youtuber tem mais de 2 milhões de fãs inscritos em seu canal.

Segundo ele, a ideia de ir ao Cotel usando as roupas da série de TV La Casa de Papel veio de uma sugestão de um fã. “De cara, eu pensei em não fazer isso, mas pensei que podia fazer uma cena na frente do presídio só com a roupa, sem máscara, porque lá os agentes trabalham com uma tensão enorme e eu não queria levar um tiro”, disse.

Ainda de acordo com o youtuber, o grupo chegou em frente ao presídio com uma sacola contendo pão com mortadela e viu um portão aberto, mas não havia nenhuma sinalização de que era proibida a entrada. “Fui na guarita para saber se eu podia estar ali na frente, mas não tinha ninguém. Umas mulheres estavam fazendo visita e, quando abri a sacola com pão, uma fã me viu, me chamou e pediu um”, contou. 

Segundo a declaração, Gerson questionou à mulher se poderia se dirigir até o local onde ela estava e ela o chamou para a área do estacionamento do Cotel. Em seguida, o youtuber mostra imagens de vários agentes armados que abordaram os rapazes, pediram para eles deitarem no chão e os obrigaram a colocarem as máscaras. “Eu errei, mas ali eles podiam nos liberar, pois não estávamos com armas nem drogas e nem fizemos menção de assalto ou de reagir”, acrescentou.

Os quatro youtubers, entre eles um adolescente de 17 anos, foram encaminhados à Delegacia de Paulista. Ainda de acordo com o vídeo publicado por Gerson, eles foram destratados no local. “Nos envergonharam, ficaram zombando da gente, nos ajoelharam em frente à parede e jogaram spray de pimenta. Um deles me agrediu, deu um tapa na minha cara”, disse.

Ele ainda contou que o grupo passou a noite no xadrez em situação “precária”. “Era um espaço muito pequeno, fedendo, cheio de lama. Não dormimos, cochilamos em cima de um concreto que só dava para umas quatro pessoas. Foi uma humilhação muito grande, acho que não precisava de tudo isso”, falou. “Fiquei triste porque me trataram como se fosse um bandido. Me algemaram nas mãos e nas pernas, me levaram de camburão, me humilharam tirando foto minha com as máscaras, para eu sair como errado”

Entenda o caso

O grupo, liderado por Gerson, aproveitou o momento em que um veículo deixava o Cotel para entrar na unidade, sendo abordado e quase baleado por agentes penitenciários. A intenção era fazer uma pegadinha para publicar no canal do Youtube.

Os agentes de segurança, ao perceber a movimentação estranha, imaginaram que se tratava de uma tentativa de resgate de presos. Os três e um adolescente de 17 anos foram rendidos e revistados. Apenas depois, eles revelaram que se tratava de uma pegadinha para a plataforma de vídeos.

Gerson Albuquerque, de 24 anos, Wesllay Meireles Lopes da Costa, de 33 anos, conhecido como Matuto Motovlog, e Mateus Kleber Oliveira, de 20 anos, conhecido como Êta Bixiga, passaram por audiência de custódia no Fórum de Olinda, nessa quarta (18), e foi arbitrada uma fiança de R$ 5 mil para cada pelo juiz de direito Thiago Fernandes Cintra, que foi paga no final da tarde.

Um dos advogados do grupo informou que vai fazer uma representação contra o secretário de Justiça e de Direitos Humanos de Pernambuco, Pedro Eurico, o diretor do presídio e o delegado que fez o flagrante. “Temos documentos, fotos e vídeos, de que eles foram levados para dentro do presídio e foram obrigados a ficar ajoelhados e com a máscara na cabeça, como se tivesse quatro marginais dentro daquele estabelecimento. É inadmissível a maneira que é tratado um artista de nosso estado. O máximo que poderia ter acontecido é um TCO e eles serem liberados”, disse Roberto Rabelo.

A reportagem entrou em contato com o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, mas não obteve sucesso.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Rock in Rio 2021 é adiado para 2022 por causa da pandemia

Nona edição do festival aconteceria no Rio em setembro e outubro de 2021

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Artur Meninea/Gshow)

(Foto: Artur Meninea/Gshow)

O Rock in Rio anunciou nesta quinta (4) o adiamento do evento na capital fluminense por causa da pandemia de Covid-19. O festival foi remarcado para os dias 2, 3, 4, 8, 9, 10 e 11 de setembro de 2022 na Cidade do Rock, montada no Parque Olímpico (zona oeste do Rio).

Inicialmente, o evento seria realizado em 24, 25, 26 e 30 de setembro e 1º, 2 e 3 de outubro de 2021.

O movimento acompanha a situação de piora que o Brasil vive com o coronavírus. Com dias de recorde de mortes pela doença e UTIs lotadas pelo país, a capital fluminense decretou toque de recolher e restringiu o horário de funcionamento do que não for essencial.

Nesta quinta, também foi confirmado o adiamento da versão do festival em Lisboa, que passou para os dias 18, 19, 25 e 26 de junho de 2022. As informações são da FolhaPress.

Segundo a organização, as mudanças foram baseadas nas indefinições do cenário mundial da pandemia de Covid-19 e no fato de que a esta altura do ano já começariam a montar o festival in loco, em ambas as praças.

Em nota, o Rock in Rio afirma ainda que as atrações estão com negociações avançadas e há previsão de anúncios ainda no primeiro semestre.

Não foram divulgados artistas da programação, mas entre os nomes confirmados anteriormente estavam Iron Maiden, Dream Theater, Megadeth e Sepultura em uma dobradinha com a Orquestra Sinfônica Brasileira, no palco Mundo, e Living Colour com o guitarrista Steve Vai, no palco Sunset. O DJ Alok também figurava na lista.

A venda de ingressos no Brasil começaria em 9 de março com a disponibilização do Rock in Rio Card, que garante entrada no festival antes mesmo de todas as atrações serem conhecidas, mas também foi adiada e deve ter início ainda em 2021.

A última edição do Rock in Rio da capital fluminense reuniu atrações como Foo Fighters, Red Hot Chili Peppers, Seal, Emicida, Anitta e Imagine Dragons.

Em Portugal, para a próxima edição, já estavam confirmados nomes como Foo Fighters, Post Malone, Black Eyed Peas, The National, Liam Gallagher e Camila Cabello.

Entre os brasileiros, Anitta, Ivete Sangalo, Iza, Ney Matogrosso, Projota e Giulia Be já haviam sido anunciados.

Continuar Lendo

Entretenimento

Lumena é a quinta eliminada do Big Brother Brasil com 61,31% votos

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Reprodução/Gshow)

A eliminada da noite de terça-feira (2) no Big Brother Brasil foi a psicóloga Lumena, com 61,31% dos votos. O cantor Projota foi o segundo mais votado, recebendo 37,07%. Arthur, que também estava no paredão, levou apenas 1,62%.

Lumena é a quinta eliminada da edição. A baiana foi indicada pela sister Carla Diaz ao atender o big fone. Com o paredão formado, até Conceição, mãe da Lumena, se pronunciou: “Não foi uma surpresa porque acompanho o programa e sei que Lumena era uma possibilidade de indicação para Carla. Faz parte do jogo.”

Conceição também comentou sobre a visão de jogo da filha dentro da casa: “É nítido que a percepção lá dentro é completamente diferente de quem está vendo aqui fora. Ela construiu relações com quem sentiu alguma abertura, em momentos que fizeram sentido para ela. Teve aproximações e distanciamentos ao longo do jogo, isso também faz parte das relações.”

Continuar Lendo

Brasil

Câmara pede prisão de humorista Danilo Gentili ao Supremo Tribunal Federal

Depois da repercussão, Danilo apagou o post das redes sociais.

Marcos Philipe Passos

Publicado

(Foto: Reprodução/Redes Sociais)

A Câmara dos Deputados entrou com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF), por meio da procuradoria parlamentar, para pedir a prisão do apresentador Danilo Gentili. O comediante fez uma postagem em que sugeriu que os brasileiros “entrassem” no Congresso para “socar todo deputado”.

“Eu só acreditaria que esse país tem jeito se a população entrasse agora na Câmara e socasse todo deputado que está nesse momento discutindo PEC de imunidade parlamentar”, escreveu o humorista pelo Twitter.

O texto criticado por Gentili ficou conhecido como PEC da imunidade. Isso porque ele dificulta a prisão de membros do Legislativo, nas esferas federal, estadual e municipal.

Coordenada pelo deputado Luis Tibé (Avante-MG), a ação aconteceu depois de um pedido do deputado Celso Sabino (PSDB-PA).

Segundo os parlamentares, a postagem de Danilo pode ser comparada com as ações do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), preso após ameaçar os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e defender o AI-5.

Depois da repercussão, Danilo apagou o post das redes sociais.

(Foto: Reprodução)

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.