Nos siga nas redes sociais

Brasil

Laudo aponta que fígado de criança explodiu após ser espancada por madrasta

O caso foi registrado em Campina Grande, no Agreste da Paraíba. A suspeita de cometer o crime é a madrasta da criança, que está presa

Marcelo Passos

Publicado

Crédito: Ciete Silvério/A2img

O laudo realizado pelo Instituto de Polícia Científica (IPC) a fim de investigar a morte de um menino de 4 anos, no último sábado (19), mostrou a existência de várias lesões na criança e que a causa foi traumatismo craniano após espancamento. O caso foi registrado em Campina Grande, no Agreste da Paraíba, após Samuel Lucas Bernardo da Silva ser levado pela madrasta ao Hospital de Emergência e Trauma na cidade.

De acordo com o diretor do IPC, Márcio Leandro, a suspeita de violência sexual foi descartada. Segundo ele, a criança foi espancada, teve grande fluxo de sangue e o fígado explodiu devido ao choque.

Ele afirmou ainda que a vítima apresentava lesões nos pés e no couro cabeludo, rupturas abdominais, como também, lesões cicatrizadas, em fases de cicatrização e outras recentes, indicando que a violência já acontecia há um tempo. Márcio apontou ainda que, além de ser espancado, o menino sofreu violência física e psíquica.

A suspeita de cometer o crime é a madrasta da criança, que está presa. Ela encaminhou o menino à unidade hospitalar e disse que ele teria sofrido uma queda. Contudo, médicos identificaram marcas no corpo da vítima.

De acordo com a delegada Nercília Dantas, as declarações da madrasta do menino, de 24 anos, não condizem com as informações apuradas na investigação. “Ela disse em depoimento na delegacia que estava na companhia de um homem em sua casa, que seria uma espécie de ‘amante’, e que esse homem teria saído dessa residência por volta das 6h30, com destinado a um município de Pernambuco. Mas nós realizamos várias diligências e constatamos que essa informação é falsa. Os próprios vizinhos da suspeita nos disseram que não têm conhecimento de que esse suposto homem freqüenta aquela casa”, explicou.

O tenente Diego informou que foi realizada uma articulação com as polícias de Pernambuco. O suposto ‘amante’ da mulher foi localizado pela polícia pernambucana e informou, com a confirmação de testemunhas, que já faz mais de dois meses que não foi à Campina Grande.

Segundo a polícia, a madrasta de Samuel tentou, em depoimento, insinuar que o menino teria sofrido violência sexual antes de ser espancado e morto, mas exames periciais descartaram qualquer abuso sexual na criança.

Diante das evidências, a Polícia Civil pediu a prisão preventiva da madrasta de Samuel, que permanece detida desde sábado. Ela é a atual companheira do pai de Samuel, que cumpre pena no presídio do Serrotão. Há cerca de um mês que a criança estava sob guarda da madrasta.

Fonte: Portal T5

Brasil

Brasileira morta na França, deixa três filhos e sonhava viajar o mundo com food truck

PortalPE10 com informações UOL

Publicado

O Consulado Geral do Brasil em Paris confirmou que uma das vítimas do atentado terrorista na basílica Notre-Dame, nesta quinta-feira (29) no centro de Nice, era a brasileira Simone Barreto Silva, de 44 anos, nascida em Salvador (BA).

Segundo uma prima que falou com a reportagem da rádio pública francesa RFI, mas preferiu não se identificar, Simone – que foi ferida a faca e morreu num restaurante quase em frente à catedral, onde tentou se abrigar – estava na França havia 30 anos e deixou três filhos.

Um dos proprietários do restaurante l’Unik, onde Simone chegou completamente ensanguentada, Brahim Jelloule, falou à TV France Info, ainda em estado de choque.

“Ela atravessou a rua, toda ensanguentada, e foram meu irmão e um dos nossos funcionários que a resgataram, a colocaram no interior do restaurante, sem entender nada, e ela dizia que havia um homem armado dentro da igreja”, disse.

O irmão de Jelloule e o funcionário chegaram a entrar na igreja, mas viram o homem armado com uma faca, foram ameaçados pelo terrorista e saíram correndo. Foram eles que chamaram a polícia. Segundo Jelloule, Simone morreu uma hora e meia depois de ter sido ferida. O atentado ocorreu às 9h da França (6h da manhã em Brasília).

Muçulmano, Jelloule se diz chocado com o atentado: “Isso não é o Islã. Eu conheço o Corão de cor, e não é isso que ele prega”, disse.

Segundo a prima que conversou com a RFI, a família só foi avisada de que Simone era uma das vítimas às 18h30 da França (14h30 de Brasília).

Continuar Lendo

Brasil

Polícia prende homem por se masturbar em frente a criança de 10 anos

O crime aconteceu na manhã desta quinta, e foi registrado por câmeras de segurança de uma residência.

Marcos Philipe Passos

Publicado

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

A polícia prendeu nesta quinta-feira (29) um homem suspeito de se masturbar na frente de uma menina de 10 anos de idade no bairro Conjunto Ceará, em Fortaleza. O crime aconteceu na manhã desta quinta, e foi registrado por câmeras de segurança de uma residência.

O vídeo mostra o homem saindo de um carro e tocando nas próprias partes íntimas. Ele tenta chamar a menina, que estava dentro de casa, do outro lado da rua. A criança chamou os pais e contou sobre o crime. Em seguida, familiares conseguiram as imagens e foram denunciar em uma delegacia.

Após receber as imagens, a polícia conseguiu identificar o veículo do suspeito e começou as buscas. Ele foi encontrado na Avenida Leste Oeste, na Barra do Ceará, e foi levado para a Casa da Mulher Brasileira. O suspeito foi autuado em flagrante e vai responder por ato libidinoso, conforme o Art. 218 do Código Penal Brasileiro.

*Com informações Diário do Nordeste

Continuar Lendo

Brasil

Abono emergencial de Natal é golpe; veja como se proteger

Abono emergencial de Natal é golpe; veja como se proteger

Marcelo Passos

Publicado

Criminosos têm utilizado uma falsa notícia sobre um ” abono emergencial de Natal” para atrair vítimas para um novo golpe , que está circulando no WhatsApp. Segundo a empresa de cibersegurança Kaspersky, a fraude começa com uma mensagem afirmando que beneficiários do auxílio emergencial, Bolsa Família e pensionistas teriam direito a um abono de R$ 800 que seria liberado pelo governo federal.

Para ter direito ao falso benefício, os usuários são convidados a clicar em um link que os redireciona a uma página com uma apresentação semelhante ao aplicativo de um banco nacional. Nela, é solicitado que o internauta responda a um questionário e forneça dados privados (como nome e CPF). Por fim, para confirmar que a pessoa não é um “robô”, o site pede que ela clique em um link para compartilhar a inscrição no status do Facebook. A página avisa ainda que será enviado um SMS de confirmação.

Além disso, a página pede que o usuário compartilhe a mensagem com os contatos do WhatsApp, o que, para Fabio Assolini, analista de segurança sênior da Kaspersky, é um dos principais indícios de que se trata de um golpe:

“Tem uma questão por trás do golpe que é a engenharia social. Para receber o abono é preciso compartilhar a mensagem, isso é comum em todos os golpes, essa questão viral. Golpes desse tipo têm um alcance enorme, já que o WhatsApp é muito popular, está instalado em mais de 100 milhões de celulares no Brasil. Além disso, esse é um tema de interesse de muita gente. Já vimos uma campanha desse tipo que teve tanto acesso que chegou a tirar o site falso do ar.”

Procurado, o Ministério da Cidadania informou por meio de nota que a informação sobre um novo abono de R$ 800 é falsa. “Tanto na lei que instituiu o auxílio emergencial de R$ 600, quanto na Medida Provisória que atribuiu o valor de R$ 300 ao auxílio emergencial, não há qualquer menção a abonos de Natal”, esclareceu a pasta.

O ministério acrescentou ainda que o período de solicitação para receber o auxílio emergencial foi encerrado no dia 02/07/2020. “Não há mais como se inscrever para receber o benefício do auxílio emergencial do governo federal”, reforçou a nota.

Perigos do golpe

Segundo Assolini, o golpe pode prejudicar o usuário de diversas formas. Na melhor das hipóteses, a vítima será apenas direcionada para uma página com muitas propagandas. Mas há casos em que, ao realizar a suposta confirmação, o usuário estará contratando um serviço pago de telefonia móvel sem saber.

“A cobrança será feita em sua próxima fatura, e muitos acabam pagando sem nem mesmo perceber. Isso acontece porque os fraudadores estão criando cadastros em plataformas de serviços de valor agregado de operadores e, assim, utilizando a estrutura de cobrança dessas empresas para obter ganhos financeiros. Às vezes o cadastramento é feito em empresas internacionais, e aí o cancelamento pode gerar bastante trabalho”, explica o especialista.

O caso mais grave, no entanto, é aquele em que a vítima é levada a baixar um aplicativo malicioso, que poderá roubar senhas e até mesmo os dados do cartão de crédito.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.