Nos siga nas redes sociais

Política

Marina se lança, de novo, pré-candidata à Presidência

Marina discursou por pouco menos de 30 minutos ao mesmo tempo em que o ex-presidente Lula falava.

Avatar

Publicado


Foto: Reprodução
Pouco mais de quatro meses depois de ter se lançado pré-candidata à Presidência da República, Marina Silva (Rede) se lançou, de novo, neste sábado (7), para a disputa pelo Palácio do Planalto.

“Sou candidata a presidente da República Federativa do Brasil pela terceira vez, em legítima defesa da democracia, da alternância de poder, da justiça como reparação, pela refundação da República”, disse Marina na convenção da Rede, partido que ela criou, em Brasília. 

Marina discursou por pouco menos de 30 minutos ao mesmo tempo em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva falava do alto de um carro de som em São Bernardo do Campo (SP).

Ministra do Meio Ambiente no governo Lula, ela disse que a prisão do ex-presidente não é motivo de comemoração, mas ponderou simboliza um novo tempo. “O momento não é de celebração, é de tristeza: o ex-presidente da República que poderia estar apto para fazer o que bem quisesse na política sendo interditado pela Justiça por erros que cometeu. Isso não deve ser motivo de celebração. Mas, por outro lado é uma sinalização de que nós podemos começar a ter esperança de que está se iniciando um tempo de que a lei será igualmente para todos”, discursou Marina.

Sobre a possibilidade de herdar votos de Lula com a saída dele da disputa eleitoral, Marina disse que a candidatura dela não depende da participação ou não de outros candidatos. “Os eleitores ainda não tomaram uma posição definitiva. Estamos no começo do processo”, ponderou.

Ela também rebateu o discurso de perseguição da Justiça adotado pelo PT. “Vejo sendo investigadas pessoas do PT, do PMDB, como do PSDB, do DEM, de todos os partidos que têm problemas. […] Todos os direitos de revisão de processo assegurando ampla defesa estão sendo assegurados e, obviamente, chega um momento que as decisões são tomadas e a lei deve ser implementada igualmente para todos”, afirmou a pré-candidata.

Tanto em sua fala para a militância como na entrevista que concedeu após o ato, Marina insistiu na defesa do fim do foro privilegiado e na possibilidade de prisão após condenação em segunda instância.

Ela criticou nominalmente alguns políticos, inclusive o senador Aécio Neves (PSDB-MG), a quem se aliou no segundo turno da disputa presidencial de 2014.

“Que não se permita mais que os Renans [Calheiros], os Aécios [Neves], os [Eliseus] Padilhas e os [Michel] Temers fiquem impunes sob o manto do foro privilegiado”, afirmou Marina.

Como vacina a críticas de que se aliou a alvos de investigações, ela disse que, em 2014, ninguém tinha noção da dimensão dos problemas. “Agora sabemos quem é quem”, disse Marina. Sem citar nomes, ela criticou pré-candidatos à Presidência.

“Tem muitos que não estão disputando a eleição. Estão disputando um salvo-conduto.”

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Flávio Bolsonaro compra mansão em Brasília por R$ 6 milhões

Casa de luxo é o 20º imóvel que senador adquire em 16 anos; denúncia das ‘rachadinhas’ via elo de negócios imobiliários com lavagem de dinheiro

Redação PortalPE10

Publicado

O senador Flávio Bolsonaro e o presidente Jair Bolsonaro, em novembro de 2019.EVARISTO SA

O senador Flávio Bolsonaro comprou uma mansão pelo valor de R$ 5,97 milhões em Brasília, no dia 29 de janeiro deste ano.

A informação foi revelada pelo site O Antagonista. O senador, que na semana passada conseguiu no Superior Tribunal de Justiça anular as quebras de sigilo bancário e fiscal no caso das “rachadinhas”, é investigado também por lavagem de dinheiro na compra de imóveis.

Segundo a denúncia do Ministério Público do Rio de Janeiro, o filho do presidente Jair Bolsonaro lucrou pouco mais de R$ 3 milhões em transações de imóveis, com “suspeitas de subfaturamento nas compras e superfaturamento nas vendas”.

A escritura da mansão foi lavrada em Brazlândia, cidade-satélite que fica a 45 quilômetros de Brasília. De acordo com o documento do cartório, mais da metade do valor do imóvel (R$ 3,1 milhões) foi parcelada em 360 meses no Banco Regional de Brasília (BRB).

A mansão está num terreno de 2,5 mil metros quadrados e conta com diversos recursos de uma infraestrutura de luxo, como academia, piscina e spa com aquecimento solar, além de oito vagas de garagem, sendo quatro cobertas e outras quatro descobertas.

Continuar Lendo

Entretenimento

Flordelis é internada por ingestão em excesso de medicação após pedido de afastamento

A assessoria da parlamentar emitiu nota oficial sobre o fato.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

A deputada federal Flordelis (PSD-RJ) está internada no CTI do Hospital Niterói Dor em Icaraí, no Rio de Janeiro, de acordo com o comunicado divulgado pela assessoria da parlamentar, nesta quarta-feira (24).

Segundo a nota, a internação da parlamentar foi motivada pelo “Excesso de medicação tomado após a injusta decisão do pedido de seu afastamento do mandato de deputada federal”. As informações são do Portal Folha de Pernambuco.

“A deputada Flordelis vem sofrendo um linchamento público, antes mesmo do fim da primeira fase do processo que investiga a morte de seu marido, o Pastor Anderson do Carmo, ela vem sendo condenada e humilhada perante a opinião pública, sem nenhum direito de defesa”, diz o comunicado.

“Flordelis é inocente, nenhuma prova foi revelada contra ela e na última audiência suas filhas além de assumirem a autoria do crime também negaram a participação ou ciência da deputada. Porém, a despeito dos fatos, convicções estão sentenciando o destino de uma mulher integra, honesta, de origem periférica e que tem sua história pautada na defesa da vida”, escreveu a assessoria da parlamentar.

Confira a nota na íntegra:

“O artigo quinto da Constituição Brasileira, garante a todos os cidadãos e cidadãs o legítimo direito a ampla defesa, respeitar a Constituição é um dever de todos e todas que se consideram democráticos e patrióticos.

A Deputada Flordelis vem sofrendo um linchamento público, antes mesmo do fim da primeira fase do processo que investiga a morte de seu marido, o Pastor Anderson do Carmo, ela vem sendo condenada e humilhada perante a opinião pública, sem nenhum direito de defesa.

Flordelis é inocente, nenhuma prova foi revelada contra ela e na última audiência suas filhas além de assumirem a autoria do crime também negaram a participação ou ciência da Deputada. Porém, a despeito dos fatos, convicções estão sentenciando o destino de uma mulher integra, honesta, de origem periférica e que tem sua história pautada na defesa da vida.

Ontem (23/2/2021), por volta das 19h30 a Deputada deu entrada na emergência do Hospital Niterói Dor em Icaraí, sendo encaminhada para o CTI onde se encontra até o momento.

A internação se deu pelo o excesso de medicação tomada após a injusta decisão do pedido de seu afastamento do mandato de Deputada Federal, com a justificativa que atrapalharia as investigações, que pasmem, encerraram em sua primeira fase, não cabendo, portanto, nenhuma possibilidade de utilização de seu cargo para prejudicar o processo.

A expectativa de familiares e amigos é que a Deputada possa estar restabelecida e fora do CTI em breve e que tenha o seu amplo e irrestrito direito de defesa garantido, como prevê a lei”.

Continuar Lendo

Política

Em meio aumento da gasolina;Bolsonaro anuncia redução no imposto de importação de bicicletas

PortalPE10 com informações UOL

Publicado

O presidente Jair Bolsonaro anunciou na noite desta quarta-feira (17) que o governo vai reduzir de 35% para 20% a alíquota do imposto de importação de bicicletas no Brasil até o final do ano.

Em uma postagem nas redes sociais, em que aparece andando de bicicleta, o presidente escreveu que a medida foi uma decisão da Câmara de Comércio Exetior (Camex), do Ministério da Economia, e será publicada na edição de amanhã (18) do Diário Oficial da União (DOU).

“Atualmente o Imposto é de 35%. A CAMEX deliberou por diminuí-lo. Publicará no DOU de amanhã: para 30% em março/21; para 25% em julho/21; e para 20% em dezembro/21”, postou Bolsonaro.

 

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.