Nos siga nas redes sociais

Brasil

Mensagens revelam superfaturamento de respiradores no AM

Troca de mensagens mostra como membros do Governo do AM agiram antes e depois de compra de respiradores investigada pela PF

Marcelo Passos

Publicado

Mensagens em áudio, vídeo e texto trocadas entre membros do Governo do Amazonas mostram como o grupo, suspeito de desvio de dinheiro público na pandemia, agiu antes e depois da aquisição superfaturada de respiradores de uma loja de vinhos

Na troca de mensagens, em resumo:

O ex-secretário de Saúde, Rodrigo Tobias, diz que o governador Wilson Lima conhecia um empresário que financiaria os respiradores;
O ex-secretário-adjunto de Saúde, Perseverando Garcia, sugere licitação fantasma;
Após início de investigações, o ex-secretário-executivo de Saúde, João Paulo Marques dos Santos, teme que o grupo sirva de bode expiatório pela compra irregular;
Perseverando se diz preocupado pois sabe que investigação quer dar resposta à sociedade;
João Paulo pede que Tobias não apague as mensagens, porque podem salvá-los;
O governador Wilson Lima e o vice-governador, Carlos Almeida, já foram alvos de busca e apreensão na Operação Sangria, da Polícia Federal (PF). No dia 8 deste mês, a PF prendeu cinco suspeitos de envolvimento na fraude, entre eles o ex-secretário Rodrigo Tobias. Os cinco foram soltos no domingo (18), após o fim do prazo de prisão temporária.

Em abril, o sistema público de saúde do Amazonas entrou em colapso por conta da pandemia de Covid-19. Na época, Manaus também sofreu colapso no sistema funerário e, com caixões enterrados empilhados e em valas comuns, o número de mortes ficou 108% acima da média histórica. Até esta segunda-feira (19), a doença já havia matado mais de 4,3 mil pessoas no estado.

Segundo a PF, foi nesse cenário que integrantes da cúpula do governo estadual e empresários montaram um esquema de corrupção que comprou 28 respiradores da loja de vinhos FJAP, sem licitação, por R$ 2.976.000,00.

Brasil

Quadrilha que atacou Cametá errou cofre e não levou nada de banco, diz governador do Pará

Bando explodiu agência do Banco do Brasil no centro da cidade em ação semelhante à ocorrida em Criciúma (SC). Uma pessoa morreu.

PortalPE10 com informações G1

Publicado

(Foto: Ascom/Governo do Pará)

O governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), disse nesta quarta-feira (2) que a quadrilha que assaltou uma agência do Banco do Brasil em Cametá errou o cofre e não levou nada do banco.

“A quadrilha não obteve êxito. No momento da incursão interna, a quadrilha acabou errando o cofre e não levando nenhum valor da agência bancária”, afirmou o governador.

O ataque teve início pouco antes de 0h desta quarta-feira (2). Ao menos 10 criminosos tomaram as ruas da cidade, que fica a 235 km de Belém, para assaltar a agência, que fica no mesmo prédio da Câmara Municipal da cidade.

A polícia encontrou dois veículos usados na fuga mas, até a publicação desta reportagem, ninguém havia sido preso.

A ação tem características semelhantes à registrada em Criciúma, no Sul de Santa Catarina, na madrugada desta terça (1º), em que uma quadrilha também fez ataques pelo município em ação para assaltar uma agência do Banco do Brasil.

Monitoramento da região

A equipe do sistema de segurança do estado, com os batalhões especiais da Polícia Militar, o Núcleo de Inteligência da Polícia Civil e mais dois helicópteros estão na região para contribuir com as buscas e investigação.

“Temos que estar alertas porque uma quadrilha como esta, quando faz uma operação desta dimensão, isso custa muito dinheiro e nós temos que estar atentos e alertas na região. Todo o sistema de segurança está em alerta, para evitar que porventura eles tentem uma nova ação em outros municípios, em outras unidades bancárias”, afirmou o governador.

De acordo com as informações do governo do estado, durante a fuga os criminosos deixaram uma caminhonete com explosivos no km 15 da estrada que liga Cametá a Tucurí.

Também foram encontradas dinamites no km-40 da BR-422, ainda em Cametá. Mais adiante, no km-80 da mesma rodovia, mas já no município de Baião, um carro suspeito de ter sido usado na fuga foi encontrado dentro do rio Itaperuçu. A Polícia acredita que os suspeitos seguiram pela mata a partir daí.

Uma equipe do Centro de Perícias Científicas vai periciar os veículos encontrados para buscar identificar digitais. As imagens do câmeras de segurança de circuitos de monitoramento próximo também já foram solicitadas.

Continuar Lendo

Brasil

Eliane do Globo é presa na Operação ‘Gambito da Rainha’

A empresária foi presa em seu apartamento em Maceió, capital alagoana.

Redação PortalPE10

Publicado

Eliane do Globo — © Reprodução

A proprietária do conglomerado “Globo”, Eliane Torres de Omena, foi presa na manhã desta quarta-feira (02/12) na Operação ‘Gambito da Rainha’, desencadeada pelo Ministério Público do Estado (MP-AL) e Grupo de Atuação Especial em Sonegação Fiscal e Lavagem de Bens (Gaesf) em Alagoas.

De acordo com as investigações do Gaesf, a empresária faz parte de um esquema criminoso que deu prejuízos na ordem de R$ 30 milhões aos cofres públicos. Eliane é proprietária e sócia de postos de combustíveis e supermercados, localizados em União dos Palmares.

A informação foi confirmada ao BR104 pela assessoria de comunicação do MP-AL. Eliane do Globo, como é conhecida, foi presa na manhã de hoje em Maceió, capital alagoana. Além dela, outras seis pessoas envolvidas no esquema foram presas. Elas não tiveram as identidades reveladas.

Continuar Lendo

Brasil

Cametá, no Pará, é alvo de quadrilha de assaltantes um dia após ação violenta em Criciúma (SC); uma pessoa morreu

Assaltantes cercaram quartel da polícia, fizeram reféns e atacaram agências bancárias

PortalPE10 com informações G1

Publicado

Um dia depois do assalto ao Banco do Brasil em Criciúma (SC), na noite de segunda-feira (30), outra cidade de médio porte foi alvo de uma quadrilha de assaltantes na madrugada desta quarta-feira (2). Dessa vez a ação violenta e organizada aconteceu em Cametá, cidade de 140 mil habitantes localizada a 235 km de Belém, no Pará.

Homens fortemente armados cercaram o quartel da Polícia Militar, fizeram reféns, atacaram ao menos uma agência bancária da cidade com explosivos, atiraram para cima e provocaram pânico entre os moradores.

Segundo o prefeito Waldoli Valente (PSC), uma pessoa morreu vítima dos criminosos.

Alguns moradores chegaram a pedir socorro ao governador Helder Barbalho (MDB) nas redes sociais.

“Manda reforço para Cametá urgente Está tendo assalto em todos os bancos”, pediu uma dessas pessoas.

Barbalho informou que está em contato com a cúpula da segurança pública do estado e acompanha as providências que estão sendo tomadas.

“Não mediremos esforços para que o quanto antes seja retomada a tranquilidade e os criminosos sejam presos. Minha total solidariedade ao povo cametaense”, disse.

A exemplo do que aconteceu em Criciúma, onde o assalto envolveu ao menos 30 criminosos, dez carros e armamento de calibre exclusivo das Forças Armadas, em Cametá os moradores registraram a ação em vídeos postados nas redes sociais.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.