Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

‘Minha mãe trabalhava na linha de frente, sem proteção’, diz filha de técnica de enfermagem

‘Minha mãe trabalhava na linha de frente, sem proteção’, diz filha de técnica de enfermagem

Avatar

Publicado

“Minha mãe já foi, não tem como voltar. Não quero que outras Betanias surjam e que suas famílias passem pelo que a gente passou e está passando. Não poder dar a seu ente querido um enterro digno. O corpo dela foi pro caixão dentro de um saco. Foi enterrado sem direito a velório, sem direito a seus amigos e parentes. Não pudemos nos despedir”, diz Nathália Walléria, de 30 anos, filha de Betania Ramos, técnica de enfermagem de 55 anos que morreu em decorrência do coronavírus no último sábado (4). A morte outra técnica também está sendo investigada, para que possa ser confirmada ou não infecção por Covid-19.

De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado, a técnica tinha um histórico de diabetes, doença renal crônica e pneumonia crônica. O que não é reconhecido por Nathália: “Ela era diabética e hipertensa, mas as outras doenças só foram identificadas após a morte”. A filha também afirma que sua mãe se queixava da falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e da estrutura do Hospital Getúlio Vargas, onde a profissional trabalhava. “Ela contraiu isso lá. Só saía de casa pra lá. Quando as pessoas precisavam de alguém pra tirar plantão recorriam a ela, porque ela não negava”, comenta. “Minha mãe trabalhava na linha de frente, sem proteção alguma, sem equipamento, tentando proteger pessoas que nem o isolamento social querem cumprir. Mesmo com tosse pesada, não pediram para que ela se afastasse, pelo contrário, ela dava até mesmo plantões dobrados”.

A tosse, de acordo com a Nathália, durava pelo menos 15 dias. Mas apenas na segunda-feira (30) Betania sentiu um desconforto no peito e, embora estivesse escalada para um plantão, pediu para ser atendida na emergência do Getúlio Vargas. No local, a técnica foi diagnosticada com pneumonia e afastada por 14 dias. Na quarta-feira (1º) houve uma piora em seu quadro. Além de falta de ar, Betania se queixou de febre e foi levada para o Hospital dos Servidores, onde foi diagnosticada com Covid-19, e veio a óbito às 5h da manhã do sábado.

Quanto a falta de material, outros funcionários do Hospital Getúlio Vargas também relatam desabastecimento. “Para quem não está na linha de frente, eles dão duas máscaras por plantão. Uma para a manhã, outra para a tarde. São máscaras que têm validade de quatro horas, para um plantão de 12 horas tinham que ser pelo menos três”, diz uma enfermeira, que preferiu não se identificar. “Quem está na linha de frente precisa de óculos e capote impermeável, mas esse material também está faltando. A gente também não entende por que há tantas mulheres mais velhas na emergência. Betania estava doente e permitiram que ela trabalhasse, como se não soubessem do risco. Como ela deve existir várias outras”.

“Além da falta de EPIs, há aglomeração de pessoas no refeitório e na área de repouso. Lá ninguém está fazendo a desinfecção do ambiente. Ninguém está passando álcool no suporte das camas ou nos colchões. Passam o dia limpando o chão com um pano velho e mais nada. Tudo isso põe a vida da gente em risco. Quando nos queixamos para a chefia eles dizem que não têm roupas adequadas para a gente trabalhar”, comenta outra profissional.

Em suas redes sociais, o Sindicato Profissional dos Auxiliares e Técnicos de enfermagem de Pernambuco publicou nota de pesar. “O SATENPE vê as referidas mortes como o mais doloroso sinal de alerta à falta de proteção adequada para os profissionais que estão na linha de frente no combate ao Coronavírus. Reforçamos nossas cobranças, quanto à falta de EPI’s, à Secretaria de Saúde e esperamos que estas mortes não sejam mascaradas, sendo tratadas com o respeito que estas vidas merecem. Cobraremos a aplicação da Portaria SES 133/2020, publicada na última sexta, 03/04/2020, quanto ao diagnóstico e afastamento dos profissionais sintomáticos e confirmados, mas frisamos, PRECISAMOS DE PROTEÇÃO/EPI’S.” 

Em resposta, a Secretária de Saúde de Pernambuco reforçou que possui equipamentos e tem feito a entrega racional aos seus servidores. “A SES-PE ressalta ainda que tem monitorado permanentemente o abastecimento e os estoques de equipamentos de proteção individual (EPIs) das unidades da rede estadual de saúde e deflagrado diversas ações para garantir o estoque dos EPIs e demais produtos essenciais ao funcionamento dos serviços e saúde, tanto com compras diretas, como requisições administrativas”, diz a nota.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cotidiano

Motorista fica preso às ferragens após acidente entre carro e caminhão, em Água Preta

Trecho chegou a ficar com uma das faixas interditadas.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Reprodução/Whatsapp)

Um acidente entre um veículo de passeio e um caminhão deixou uma pessoa ferida nesta quarta-feira (14), em Água Preta, na Mata Sul de Pernambuco.

Um caminhão carregado com madeira colidiu de frente com um veículo modelo Fiat que vinha sentido contrario. O acidente aconteceu próximo a uma curva, na PE-096.

Um motorista do carro chegou a ficar preso às ferragens, mas foi resgatado por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) para uma unidade de saúde próxima. O motorista do caminhão não se feriu. Uma das pistas foi interditada para atendimento da ocorrência.

*Mais informações em instantes

(Foto: Reprodução)

Continuar Lendo

Cotidiano

Pernambuco anuncia ampliação da vacinação para idosos acima de 60 anos de idade em todo o Estado

Governador Paulo Câmara divulgou a flexibilização do rodízio de abastecimento de água nas áreas críticas da RMR, com a elevação do nível de armazenamento dos reservatórios provocada pelas chuvas

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Aluísio Moreira/SEI)

Em pronunciamento nesta quarta-feira (14.04), o governador Paulo Câmara anunciou a chegada de mais 255 mil doses de vacina contra a Covid-19 ao Estado, prevista para amanhã (15.04). Com o novo lote, será possível avançar em todos os municípios pernambucanos na imunização de idosos acima de 60 anos de idade. Além disso, Paulo Câmara também divulgou a flexibilização no rodízio do abastecimento de água nas áreas mais críticas da Região Metropolitana do Recife.

“É um passo importante na proteção da população idosa, que já vem registrando resultados positivos nas faixas etárias cuja imunização já foi concluída. Nosso esquema de logística está pronto e a distribuição dessas novas doses será concluída até a próxima sexta-feira”, ressaltou Paulo Câmara.

ÁGUA – Ainda de acordo com o governador, o volume de chuvas registrado nos últimos cinco dias elevou o nível de armazenamento dos principais reservatórios da Região Metropolitana do Recife. Com isso, será possível flexibilizar o rodízio do abastecimento de água nas áreas mais críticas da RMR. “O novo calendário será divulgado pela Compesa, e vai permitir uma oferta maior para atender às demandas da nossa população. Com mais água, temos mais condições de intensificar a higienização das mãos e dos ambientes”, reforçou Paulo Câmara.

Continuar Lendo

Cotidiano

Vídeo: Volta a chover forte e ruas já começam a ficar alagadas em Catende

Pontos de alagamento já foram registrados na Cohab e na Avenida Bela Aurora.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Reprodução)

Voltou a chover forte em Catende, na Mata Sul de Pernambuco na manhã desta quarta-feira (14) e vários pontos de alagamentos já foram registrados. De acordo com informações repassadas ao PortalPE10, há pontos de alagamentos na avenida Bela Aurora que dá acesso a entrada da cidade e também algumas ruas ficaram alagadas no bairro da Cohab.

Alguns dos veículos que tentam atravessar a avenida principal estão tendo dificuldades.

De acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) o previsão é de tempo parcialmente nublado a nublado com pancadas de chuva de forma isolada ao longo do dia com intensidade moderada.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10. Todos os direitos reservados.