Nos siga nas redes sociais

Entretenimento

Miss Brasil é alvo de comentários racistas nas redes sociais

Monalyse Alcântara, de 18 anos, é estudante de Administração e nasceu no Piauí

Avatar

Publicado

”Cara de empregadinha”, “cota no Miss Brasil”, “achava que o critério era beleza e não ser negra” são alguns dos comentários racistas encontrados com sob a hastag #MissBrasil, no Facebok, e dirigidos à Monalysa Alcântara, coroada Miss Brasil no último sábado (19).

No perfil do Instagram – através do qual a estudante de Administração de 18 anos celebrou a conquista da rede social – nenhum post dela sobre os comentários criminosos. . “Serei uma mulher muito forte. Vou dar voz a todas as mulheres do país e quero representar muito bem o Brasil lá fora no Miss Universo”, afirmou a Miss Brasil, que nasceu no Piauí, no citado post.

Também negra e de cabelos cacheados, a Miss Brasil 2016, Raissa Santana, foi alvo de preconceito e racismo nas redes sociais. Outras vítimas de comentários similares nas redes sociais foi atriz Taís Araújo e Titi, a filha de Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank. Os dois casos foram parar na Justiça.

“Racismo se combate com amor e Justiça. E é por isso que eu estou aqui, para ir atrás de quem fez. Eu tenho cem por cento de certeza que a polícia vai achar, e que eles vão pagar pelo que fizeram”, declarou o ator à época.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Luciano Camargo celebra álbum gospel: ‘Minha prioridade hoje é cantar pra Jesus’

Sertanejo deu detalhes sobre projeto solo e diz que projeto solo é ‘paralelo’: ‘Não existe Zezé Di Camargo sem o Luciano e não existe o Luciano sem Zezé Di Camargo’.

Marcelo Passos

Publicado

Em setembro, Whindersson Nunes divulgou um trabalho com influência 100% religiosa. Durante a pandemia, Anitta, Luan Santana e outros artistas cantaram louvores em suas lives. Agora, é a vez de Luciano se aventurar nessa seara.

Sem o irmão, Zezé Di Camargo, o cantor sertanejo garante que não entrou nessa por modismo, tendência de mercado ou inspiração na pandemia.

“A primeira vez que a sementinha desse projeto foi colocada em mim, foi através da minha mãe há 20 anos”, recorda Luciano, ao lembrar que dona Helena pediu para que o filho gravasse um álbum de louvores.

“O tempo foi passando e essa vontade em mim foi crescendo, mas há três anos, eu liguei para meu produtor falando que eu queria muito fazer esse projeto, mas a gente não deu o start”, relembra o cantor durante conversa com o G1.

Em julho de 2019, durante um ensaio para o show da turnê “Amigos – 20 anos”, ele decidiu retomar a ideia e compartilhar esse desejo com um, até então, desconhecido.

“Conversando ali com o Daniel, que é o vocalista do Chitão… Conheci ele naquele dia e tive vontade de falar sobre o projeto. Mas o tempo não era aquele ainda.” O cantor adiou mais um pouquinho os planos, mas agora, em 2020, conseguiu colocar em prática o projeto.

Neste mês, Luciano lançou “Tempo”, primeira música de seu projeto gospel, que contará com dois EPs. O primeiro, com 9 faixas, chega ao mercado no final de novembro. O segundo, com 8 canções, está previsto para 2020.

O projeto solo deu espaço para comentários sobre o fim da dupla com o irmão, Zezé Di Camargo. “Não existe Zezé Di Camargo sem o Luciano e não existe o Luciano sem Zezé Di Camargo. É um projeto solo, é um projeto pessoal.” Ele já tem programado uma websérie e um novo disco de inéditas como dupla.

Continuar Lendo

Entretenimento

CNN Brasil contrata apresentadora Carla Vilhena

Marcos Philipe Passos

Publicado

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

Depois de ter confirmado as contratações de Márcio Gomes e Glória Vanique, a CNN Brasil anunciou mais uma contratação para a sua equipe de jornalistas. Trata-se de Carla Vilhena. A apresentadora e jornalista tem uma longa história na televisão, tendo trabalhado na TV Globo por 34 anos, passando por todos os telejornais da casa.

Vilhena deixou a Globo em janeiro de 2018, com o intuito de se dedicar a projetos de media-training e também à carreira na internet. Agora, ela retornará à televisão para fazer parte de um novo projeto da CNN.

“Fazer parte do maior canal de jornalismo do mundo é um orgulho para qualquer profissional. O jornalismo nunca saiu de mim. Por isso, a proposta de participar de um projeto tão ousado e importante para o Brasil me fisgou na hora”, disse a jornalista.

Continuar Lendo

Entretenimento

Pernambuco divulga regras para quem quiser realizar eventos com mais de 300 pessoas

Segundo o estado, ampliação da capacidade de público começa a vigorar no dia 1º de dezembro.

Marcos Philipe Passos

Publicado

Teatro de Santa Isabel, no Recife — (Foto: Marcelo Lyra/Divulgação)

Teatro de Santa Isabel, no Recife — (Foto: Marcelo Lyra/Divulgação)

Pernambuco divulgou, nesta segunda-feira (26), uma série de regras para quem quiser realizar eventos com mais de 300 pessoas. De acordo com o Plano de Convivência com a Covid-19, a ampliação da capacidade de público nas cerimônias e espetáculos deve ser autorizada a partir do dia 1º de dezembro, pelo governo estadual.

Atualmente, quase todo o estado está na 10ª etapa do Plano de Convivência com a Covid-19, que permite a realização de eventos com até 300 pessoas.

O protocolo divulgado pelo governo do estado, nesta segunda, contém as orientações para os realizadores, bem como informações obrigatórias que devem constar na solicitação. O pedido deve ser feito, exclusivamente, por empresas ou instituições (personalidade jurídica).

É preciso, por exemplo, apresentar o formato de realização do evento, bem como a garantia de cumprimento do Protocolo Padrão de Convivência com a Covid-19.

O documento deve ser nomeado como “Solicitação Especial para Eventos” e deve estar no formato PDF. O e-mail deverá ser enviado ao endereço [email protected]

Cada pedido será analisado individualmente por um Grupo de Trabalho instituído para essa tarefa, podendo ter aprovação concedida ou não.

É preciso informar o tipo de evento realizado (social, cultural, corporativo), a programação (apresentação musical, festa social, esportivo, religioso, etc.), o tamanho do público, capacidade máxima do local, característica do espaço (tipo de ventilação, local coberto ou descoberto) e controle de acesso ao público (quantidade de banheiros, como será o acesso ao público, controle de filas, como garantirá o distanciamento entre os usuários).

Por fim, também é necessário informar o tempo de duração do evento, bem como o horário e data da realização.

Coronavírus em Pernambuco

Pernambuco contabilizou, nesta segunda-feira (26), mais 99 casos e 12 mortes de pacientes com a Covid-19. O total de confirmações de pessoas com a doença no estado subiu para 159.476 e o de óbitos relacionados ao novo coronavírus foi para 8.564 desde o início da pandemia, em março.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.