Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

Motoristas agora passarão por blitz eletrônica em Recife e no interior

A demonstração será nesta sexta-feira (6), na Avenida Maurício de Nassau

Avatar

Publicado

Existente em vários estados, a blitz eletrônica passará a ser uma realidade também em Pernambuco. O lançamento do novo formato será realizado na manhã desta sexta-feira (6) pelo Departamento Nacional de Trânsito (Detran-PE). O novo tipo de fiscalização vai auxiliar a blitz tradicional no reconhecimento eletrônico de placas. 

O projeto vai detectar com mais rapidez veículos com suspeita de roubo e de clonagem, além de agilizar a abordagem dos condutores. Serão duas centrais móveis de fiscalização eletrônica, uma para atuar em Recife e Região Metropolitana (RMR) e a outra para atuar no interior do estado.

O sistema de fiscalização eletrônica está instalado em viaturas de médio porte com câmeras. O raio de ação das câmeras é de 100 metros e elas são capazes de capturar a imagem de 4 placas a cada segundo. A equipe que vai ficar nas unidade móveis de fiscalização se comunicarão com os agentes de trânsito, que estarão nas ruas, através um notebook e rádio-transmissores. A imagem captada pelas câmeras é automaticamente transmitida para o computador da central eletrônica de fiscalização. Os dados da placa são lidos e confrontados com o banco de dados do DETRAN. No mesmo momento, são fornecidas informações sobre o registro do veículo.

De acordo com o Detran, com a fiscalização eletrônica o tempo de abordagem será menor, bastará ao agente verificar, na abordagem presencial, o porte dos documentos e o cometimento de alguma infração, a exemplo da alcoolemia. Outra vantagem é que a detecção prévia de irregularidades pela central de fiscalização eletrônica, permite que o agente que estiver realizando a blitz de abordagem possa emitir com maior celeridade a notificação de infração e recolher o veículo.

A central de fiscalização eletrônica é capaz de monitorar vias de mão única e dupla, cruzamentos, entroncamentos e bifurcações, capturando as imagens dos veículos com qualidade, realizando o reconhecimento de placas dianteiras ou traseiras, independentemente da luminosidade ambiente, permitindo assim operações diurnas e noturnas.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cotidiano

Acidente entre carro de passeio e van deixa várias pessoas gravemente feridas

Redação PortalPE10

Publicado

 

Foto: Reprodução PortalPE10

Uma van de transporte complementar que faz a Linha Palmares- Catende bateu na manhã deste sábado (23) de frente com veiculo de passeio ,na PE-126.

O acidente foi no trecho conhecido como “Curva do Cacete” um vídeo enviado ao PortalPE10 mostra o carro de passeio bastante destruído. Informações preliminares de vários feridos estão no local e  estão sendo socorridos para Hospital

Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) já estão no local .Não há informações sobre o seu estado de saúde das  vitimas.

Mais informações em instantes no PortalPE10

Continuar Lendo

Cotidiano

OMS afirma ser cedo demais para determinar origem do coronavírus

“É muito cedo para tirar quaisquer conclusões, mas sentimos que estamos fazendo alguns progressos e esperamos continuar assim pelo bem da saúde pública e do futuro”.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Boris SV/Getty Images)

(Foto: Boris SV/Getty Images)

A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou nesta sexta-feira (22) que é muito cedo para tirar conclusões sobre se a covid-19 teve origem na China, país ao qual enviou uma missão de investigação.

“Todas as hipóteses estão sobre a mesa. É claramente muito cedo para se chegar a uma conclusão sobre onde esse vírus nasceu, seja na China ou fora da China”, explicou Michael Ryan, diretor responsável por emergências de saúde da OMS durante coletiva de imprensa em Genebra.

“Existem diferentes observações científicas em diferentes partes do mundo”, acrescentou. “É um grande quebra-cabeça e você não pode ter uma imagem ampla olhando apenas para uma das 10.000 peças de um quebra-cabeça”.

Uma equipe de especialistas da OMS chegou a Wuhan em 14 de janeiro para investigar as origens do novo coronavírus, cujos primeiros casos foram detectados no final de 2019 nesta cidade da China central.

Após a chegada, os membros da missão foram transferidos para um hotel para uma quarentena de duas semanas. Desde então, trabalham remotamente e, quando a quarentena terminar, poderão ir a campo e encontrar seus contatos chineses.

A China afirmou várias vezes que o coronavírus surgiu fora de suas fronteiras.

Até agora, a covid-19 matou mais de dois milhões de pessoas em todo o mundo, infectou dezenas de milhões e causou estragos na economia global.

“Nossa equipe está no campo, o trabalho com nossos colegas chineses está indo bem. Analisamos os dados”, disse Ryan.

“É muito cedo para tirar quaisquer conclusões, mas sentimos que estamos fazendo alguns progressos e esperamos continuar assim pelo bem da saúde pública e do futuro”.

*Com informações AFP.

Continuar Lendo

Brasil

Honda suspende produção em Manaus por pandemia e falta de insumos

Com novo pico de casos de contaminação por Covid-19, Manaus tem vivido um cenário de recorde de hospitalizações e escassez de oxigênio para os internados.

Redação PortalPE10

Publicado

Moto da Honda – (Foto: Divulgação)

A Honda Motos anuncia nesta sexta-feira (22) a suspensão de sua linha de produção em Manaus por 10 dias, de 25 de janeiro a 3 de fevereiro. A paralisação ocorre, segundo a empresa, por causa da falta de insumos para a produção e devido ao agravamento da pandemia no estado do Amazonas.

Em comunicado, a montadora afirma que os funcionários das áreas produtivas e administrativas entrarão em férias coletivas neste período. Permanecerá trabalhando um “contigente mínimo” de pessoas para realizar atividades essenciais.

Com novo pico de casos de contaminação por Covid-19, Manaus tem vivido um cenário de recorde de hospitalizações e escassez de oxigênio para os internados.

Em nota, a Honda informou que doou 454 cilindros de oxigênio e 20 mil máscaras para o Estado do Amazonas.

O desabastecimento das cadeias produtivas é um problema que tem afetado a indústria nacional durante a pandemia do novo coronavírus. De acordo com uma Sondagem da CNI (Confederação Nacional da Indústria) realizada em outubro, 68% das indústrias consultadas estavam com dificuldades para fazer estoques, obter insumos e matérias-primas.

Segundo o estudo, que ouviu 27 setores das indústrias de transformação e extrativa, 68% das indústrias relataram dificuldades para obter matérias-primas no mercado doméstico enquanto 56% das companhias que utilizam insumos importados com frequência estavam com dificuldades de aquisição no mercado internacional.

A pesquisa mostra, ainda, que 44% das empresas consultadas estavam com problemas para atender aos clientes. As principais razões para a dificuldade de atendimento foram falta de estoques, demanda maior que a capacidade de produção e incapacidade de aumentar a produção.

A interrupção temporária da produção da montadora ocorre 11 dias após a Ford fechar três fábricas no Brasil. Outra baixa sofrida pelo setor automotivo foi o anúncio da paralisação de produção da Mercedes-Benz no Brasil em dezembro.

*Com informações FolhaPress

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.