Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

MPF lança campanha de combate ao trabalho escravo

É um tipo de crime muito difícil de investigar

Avatar

Publicado

escravo   Nos últimos 4 anos ninguém foi condenado definitivamente no Brasil por submeter um trabalhador a situação análoga à escravidão. Apesar de as investigações do Ministério Público e da Polícia Federal terem aumentado no período, o Judiciário não conseguiu concluir o julgamento das ações em todas as instâncias e, portanto, as penas não foram executadas.

   O alerta foi feito nesta terça-feira, 28, pelo Ministério Público Federal durante lançamento de uma campanha de combate ao trabalho escravo no País. Nesta terça-feira, completaram-se 10 anos da chacina de Unaí. Na ocasião, quatro funcionários do Ministério do Trabalho foram assassinados na cidade mineira durante uma fiscalização em fazendas. Até agora apenas parte dos envolvidos foi julgada e condenada.

Para tentar evitar que os crimes fiquem impunes por causa da demora na análise das ações, o Ministério Público Federal deverá pedir ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que fixe metas de julgamentos dos processos. 


Dados do Ministério Público mostram que houve um crescimento no número de investigações nos últimos anos. Enquanto que em 2010 foram instaurados 73 procedimentos no País, em 2013 foram registradas 702 apurações. No mesmo período, o número de ações penais autuadas passou de 59 para 101.

imagem Gregory   A subprocuradora-geral da República Raquel Dodge explicou que esse é um tipo de crime muito difícil de investigar. Além dos problemas para localizar testemunhas que poderiam depor na Justiça sobre a submissão de trabalhador a situação análoga à escravidão, Raquel Dodge explicou que o delito é cometido num ambiente privado.

   Integrantes do Ministério Público Federal ressaltaram que há diferenças entre as práticas ilícitas registradas nas várias regiões do País. Enquanto que em Estados como o Pará e o Maranhão há registros principalmente de casos na área rural, no Sudeste esse tipo de delito é observado em confecções e na construção civil.

 

 


Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cotidiano

Acidente deixa criança e quatro adultos feridos em Gameleira

Condutor teria perdido o controle e veículo desceu um barranco na PE-073.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Reprodução/PortalPE10)

Cinco pessoas entre elas uma criança ficaram feridas em um acidente na PE-073, em Gameleira, na Zona da Mata Sul na manhã deste domingo (24).

De acordo com informações o condutor teria perdido o controle do carro onde todos os ocupantes estavam, na altura do Engenho Bom Sucesso, zona rural de Gameleira. Ainda segundo informações não houve ferimentos graves entre as vítimas.

O acidente aconteceu na manhã deste domingo e o veículo desceu um barranco na lateral da rodovia. Várias  ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionadas para socorrer as vítimas.

Quatro adultos sendo dois homens e duas mulheres teriam sido socorridos e encaminhados para o Hospital de Pequeno Porte Argemira S. R. Barros, em Gameleira, já a criança teria sido encaminhada para a emergência do Hospital Regional de Palmares (HRP). O estado de saúde das vítimas não foi divulgado.

Continuar Lendo

Cotidiano

Corpos das três jovens que morreram em acidente são liberados do IML e seguem para São Domingos

Carro em que elas estavam bateu em uma uma van de transporte alternativo. Elas moravam em São Domingos.

Redação PortalPE10

Publicado

Foto: Reprodução PortalPE10

Os corpos das três jovens que morreram em um acidente na PE-126, em Catende, na Mata Sul, foram liberados pelo Instituto Médico Legal (IML) no início da tarde deste domingo (24).

As vítimas moravam em São Domingos, distrito de Brejo da Madre de Deus, onde serão sepultadas.

.:: Leia também: ‘Foi um acidente, uma fatalidade’, diz motorista de Corolla após acidente na PE-126 em Catende

O acidente foi na manhã de sábado (23) e o carro onde as jovens viajava invadiu a faixa contraria e colidiu com uma van. Os ocupantes do carro ficaram feridos, sendo que as três acabaram morrendo no local. Ocorrência mobilizou equipes do Corpo de Bombeiros e do Samu.

Os passageiros da van tiveram ferimentos leves e foram liberados.

(Foto: Reprodução)

As três jovens foram identificadas por Cybelle Teodozio Dos Santos de 19 anos ,Isabela Giovana Leite de 18 anos e Vitoria Queiroz Honorato de 21 anos. Todas eram moradoras do Distrito de São Domingos que pertence à cidade de Brejo da Madre de Deus.

As causas do acidente serão investigadas pela Polícia Civil.

Continuar Lendo

Cotidiano

Após 14 dias, equipes resgatam 11 mineiros soterrados na China

Pelo menos 22 ficaram presos após desabamento em 10 de janeiro. Autoridades confirmaram uma morte.

PortalPE10 com informações G1

Publicado

 

Grupo de mineiros está preso em uma mina de ouro que desabou em Qixia, no leste da China, em foto de 22 de janeiro de 2021 — (Foto: Aly Song/Reuters)

Equipes chinesas resgataram, na manhã deste domingo (24), 11 mineiros que estavam presos há 14 dias após uma explosão subterrânea em Qixia. Segundo a imprensa local, ao menos um dos funcionários teve ferimentos.

O primeiro mineiro retirado estava extremamente fraco. De acordo com informações da Reuters, equipes de resgate envolveram o homem em um cobertor antes de levá-lo ao hospital de ambulância.

Mais tarde, outros dez mineiros foram retirados de uma seção diferente da mina, que estava recebendo alimentos e suprimentos. Um deles estava ferido, mas os demais foram vistos caminhando, apoiados pela equipe de resgate. Todos receberão atendimento.

Pelo menos 22 trabalhadores ficaram presos após um desabamento em 10 de janeiro. Até o momento, autoridades confirmaram uma morte.

As autoridades enviaram mantimentos e remédios para os mineiros presos em uma operação que mobiliza mais de 500 agentes de grupos de resgate da China. Além de água e comida, os socorristas enviaram também um bilhete dizendo: “Esperamos por vocês, fiquem firmes!”.

A operação de resgate demorou para começar porque as autoridades da região tentaram conter a divulgação do acidente. O chefe local do Partido Comunista e o prefeito da cidade de Qixia foram responsabilizados e demitidos.

Os acidentes de mineração são frequentes na China, por conta das precárias medidas de segurança e ao descumprimento das normas. Apenas no ano passado, 573 mortes relacionadas a acidentes em minas foram registradas na China, segundo a Administração Nacional de Segurança em Minas.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.