Nos siga nas redes sociais

Entretenimento

‘Não quero ser a próxima Ivete Sangalo’, diz Alinne Rosa

Alinne Rosa está no elenco de ‘Dancing Brasil’, apresentado por Xuxa na RecordTV

Avatar

Publicado

Antonio Chahestian/Record TV

Em entrevista ao Programa do Porchat na noite desta segunda-feira (03), a cantora Alinne Rosa, em carreira-solo desde que deixou a banda Cheiro de Amor, negou que queira ser a próxima Ivete Sangalo. “Quero ser eu mesma”.

Alinne também garantiu que pegaria o cantor Justin Bieber: “Vem aqui garoto, eu pegava. Não tenho nada contra novinhos, não.” Vale lembrar que Alinne Rosa está no elenco de “Dancing Brasil”, apresentado por Xuxa na RecordTV. 

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Luciano Camargo celebra álbum gospel: ‘Minha prioridade hoje é cantar pra Jesus’

Sertanejo deu detalhes sobre projeto solo e diz que projeto solo é ‘paralelo’: ‘Não existe Zezé Di Camargo sem o Luciano e não existe o Luciano sem Zezé Di Camargo’.

Marcelo Passos

Publicado

Em setembro, Whindersson Nunes divulgou um trabalho com influência 100% religiosa. Durante a pandemia, Anitta, Luan Santana e outros artistas cantaram louvores em suas lives. Agora, é a vez de Luciano se aventurar nessa seara.

Sem o irmão, Zezé Di Camargo, o cantor sertanejo garante que não entrou nessa por modismo, tendência de mercado ou inspiração na pandemia.

“A primeira vez que a sementinha desse projeto foi colocada em mim, foi através da minha mãe há 20 anos”, recorda Luciano, ao lembrar que dona Helena pediu para que o filho gravasse um álbum de louvores.

“O tempo foi passando e essa vontade em mim foi crescendo, mas há três anos, eu liguei para meu produtor falando que eu queria muito fazer esse projeto, mas a gente não deu o start”, relembra o cantor durante conversa com o G1.

Em julho de 2019, durante um ensaio para o show da turnê “Amigos – 20 anos”, ele decidiu retomar a ideia e compartilhar esse desejo com um, até então, desconhecido.

“Conversando ali com o Daniel, que é o vocalista do Chitão… Conheci ele naquele dia e tive vontade de falar sobre o projeto. Mas o tempo não era aquele ainda.” O cantor adiou mais um pouquinho os planos, mas agora, em 2020, conseguiu colocar em prática o projeto.

Neste mês, Luciano lançou “Tempo”, primeira música de seu projeto gospel, que contará com dois EPs. O primeiro, com 9 faixas, chega ao mercado no final de novembro. O segundo, com 8 canções, está previsto para 2020.

O projeto solo deu espaço para comentários sobre o fim da dupla com o irmão, Zezé Di Camargo. “Não existe Zezé Di Camargo sem o Luciano e não existe o Luciano sem Zezé Di Camargo. É um projeto solo, é um projeto pessoal.” Ele já tem programado uma websérie e um novo disco de inéditas como dupla.

Continuar Lendo

Entretenimento

CNN Brasil contrata apresentadora Carla Vilhena

Marcos Philipe Passos

Publicado

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

Depois de ter confirmado as contratações de Márcio Gomes e Glória Vanique, a CNN Brasil anunciou mais uma contratação para a sua equipe de jornalistas. Trata-se de Carla Vilhena. A apresentadora e jornalista tem uma longa história na televisão, tendo trabalhado na TV Globo por 34 anos, passando por todos os telejornais da casa.

Vilhena deixou a Globo em janeiro de 2018, com o intuito de se dedicar a projetos de media-training e também à carreira na internet. Agora, ela retornará à televisão para fazer parte de um novo projeto da CNN.

“Fazer parte do maior canal de jornalismo do mundo é um orgulho para qualquer profissional. O jornalismo nunca saiu de mim. Por isso, a proposta de participar de um projeto tão ousado e importante para o Brasil me fisgou na hora”, disse a jornalista.

Continuar Lendo

Entretenimento

Pernambuco divulga regras para quem quiser realizar eventos com mais de 300 pessoas

Segundo o estado, ampliação da capacidade de público começa a vigorar no dia 1º de dezembro.

Marcos Philipe Passos

Publicado

Teatro de Santa Isabel, no Recife — (Foto: Marcelo Lyra/Divulgação)

Teatro de Santa Isabel, no Recife — (Foto: Marcelo Lyra/Divulgação)

Pernambuco divulgou, nesta segunda-feira (26), uma série de regras para quem quiser realizar eventos com mais de 300 pessoas. De acordo com o Plano de Convivência com a Covid-19, a ampliação da capacidade de público nas cerimônias e espetáculos deve ser autorizada a partir do dia 1º de dezembro, pelo governo estadual.

Atualmente, quase todo o estado está na 10ª etapa do Plano de Convivência com a Covid-19, que permite a realização de eventos com até 300 pessoas.

O protocolo divulgado pelo governo do estado, nesta segunda, contém as orientações para os realizadores, bem como informações obrigatórias que devem constar na solicitação. O pedido deve ser feito, exclusivamente, por empresas ou instituições (personalidade jurídica).

É preciso, por exemplo, apresentar o formato de realização do evento, bem como a garantia de cumprimento do Protocolo Padrão de Convivência com a Covid-19.

O documento deve ser nomeado como “Solicitação Especial para Eventos” e deve estar no formato PDF. O e-mail deverá ser enviado ao endereço [email protected]

Cada pedido será analisado individualmente por um Grupo de Trabalho instituído para essa tarefa, podendo ter aprovação concedida ou não.

É preciso informar o tipo de evento realizado (social, cultural, corporativo), a programação (apresentação musical, festa social, esportivo, religioso, etc.), o tamanho do público, capacidade máxima do local, característica do espaço (tipo de ventilação, local coberto ou descoberto) e controle de acesso ao público (quantidade de banheiros, como será o acesso ao público, controle de filas, como garantirá o distanciamento entre os usuários).

Por fim, também é necessário informar o tempo de duração do evento, bem como o horário e data da realização.

Coronavírus em Pernambuco

Pernambuco contabilizou, nesta segunda-feira (26), mais 99 casos e 12 mortes de pacientes com a Covid-19. O total de confirmações de pessoas com a doença no estado subiu para 159.476 e o de óbitos relacionados ao novo coronavírus foi para 8.564 desde o início da pandemia, em março.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.