Nos siga nas redes sociais

Esportes

Náutico derrota o Central e volta a conquistar o Pernambucano após 14 anos

O torcedor do Náutico voltou a comemorar a conquista de um Campeonato Pernambucano após 14 anos

Avatar

Publicado

O torcedor do Náutico voltou a comemorar a conquista de um Campeonato Pernambucano após 14 anos. Depois de um empate sem gols na partida de ida, em Caruaru, o Timbu, empurrado por uma Arena Pernambuco completamente lotada, teve mais frieza para aproveitar suas chances e vencer o Central por 2 a 1. Com o título, a equipe de Roberto Fernandes chegou ao 22º caneco do Estadual e acabou com a dinastia de Santa Cruz e Sport, que haviam conquistado as últimas 13 edições da competição.

No primeiro tempo, o Náutico começou melhor e carimbou a trave com Júnior Timbó logo aos dois minutos. O Central, por sua vez, equilibrou as ações com o decorrer do jogo e chegou a ter um gol anulado, porém, Ortigoza abriu o placar para os alvirrubros nos instantes finais do tempo inicial. Na etapa derradeira, Jóbson ampliou aos 12 e Leandro Costa diminuiu aos 26. Apesar da pressão nos instantes finais, o Patativa não conseguiu empatar e o troféu ficou com o Timbu.

O Jogo

Empurrado por mais de 40 mil vozes que pulsavam a Arena Pernambuco, o Náutico tomava as ações no início da partida e logo aos quatro minutos teve uma ótima oportunidade para abrir o placar. Em cobrança de falta da entrada da área, Junior Timbó carimbou a trave esquerda de França, a bola cruzou a frente do gol e saiu pela linha de fundo do lado oposto.

O Central, bem postado defensivamente, conseguia neutralizar as infiltrações do seu adversário, com isso restava ao Timbu arriscar arremates de média e longa distância. Aos 18, Júnior Lemos recebeu bola na ponta esquerda, trouxe para dentro e chutou, mas sem perigo para a meta de França.

A primeira trama ofensiva do Central aconteceu aos 25. Douglas Carioca fez jogada pelo centro do campo, a bola sobrou para Fernando Pires, que emendou de primeira para boa defesa de Bruno. O troco do Timbu veio no ataque seguinte, quando Thiago Ennes puxou contra-ataque e cruzou para Rafael Assis furar o chute já dentro da grande área.

Aos 27, Gildo recebeu lançamento, cortou a zaga e bateu rasteiro para marcar, mas o bandeirinha assinalou impedimento e o juiz confirmou. Empurrado pelos mais de 4 mil torcedores que lotavam o setor visitante, o Patativa chegou novamente sete minutos depois. Charles recebeu na ponta esquerda e cruzou para Douglas Carioca, que bateu de primeira, mas a bola saiu rente à trave.

Após brecar o ímpeto ofensivo do adversário, o Náutico retomou as rédeas da partida e chegou ao seu gol aos 43 minutos. Junior Timbó fez grande jogada pelo lado direito do campo, cruzou para Ortigoza chutar, a bola desviou em Danilo Quipapá e matou o goleiro, para alegria dos alvirrubros, que explodiram em festa.

Precisando do empate, o Central voltou melhor para o segundo tempo, mas não conseguia criar jogadas de perigo. Aos 12 minutos, o Náutico ampliou a vantagem. Jóbson recebeu e com um toque tirou dois marcadores, adentrou à área e bateu cruzado, sem chances para o arqueiro.

Ciente da necessidade de pelo menos empatar, Mauro Fernandes tirou o volante Douglas Carioca e colocou o atacante Leandro Costa, e foi justamente ele que diminuiu o placar para o Patativa. Aos 26, o árbitro assinalou mão de Kevyn ao tentar cortar cruzamento e deu pênalti. Na cobrança, Leandro Costa deslocou o goleiro e apenas rolou no meio do gol.

A torcida do Central acreditava no empate, que levaria para os pênaltis, e gritava “eu acredito”. O time dentro de campo se comportava da mesma maneira e pressionava o Timbu. Aos 32, Lucas Silva recebeu dentro da área e chutou para Bruno espalmar, no rebote Itacaré perdeu a oportunidade de igualar o marcador. Dois minutos depois, após trama ofensiva, a bola sobrou para Júnior Lemos, que bateu de chapa, com categoria, na trave.

O Náutico, bem postado defensivamente, barrava o ímpeto ofensivo do Central, que só conseguiu finalizar com perigo aos 49 da etapa final. Leandro Costa fez grande jogada, mas Lucas Silva tomou a frente e arrematou para fora. No minuto seguinte, o juiz encerrou a partida e o torcedor alvirrubro pôde soltar o grito entalado há 14 anos.

FICHA TÉCNICA

NÁUTICO 2×1 CENTRAL

Local: Arena Pernambuco, em Recife (PE)

Data: 8 de abril de 2018, domingo

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Nielson Nogueira

Assistentes: Clóvis Amaral e Cleberson Nascimento

Público: 42.532

Renda: R$ 956.695,00

Cartões amarelos: Dudu Gago, Eduardo Erê (Central). Camacho, Jobson, Kevyn e Ortigoza (Náutico)

Cartões vermelhos: –

Gols: Ortigoza aos 43 minutos do primeiro tempo e Jobson aos 12 do segundo tempo para o Naútico. Leandro Costa aos 26 minutos do segundo tempo para o Central.

Naútico: Bruno, Thiago Ennes, Camutanga, Camacho e Kevyn; Negretti, Wallace Pernambucano (Jóbson) e Junior Timbó (Clebinho); Robinho, Rafael Assis e Ortigoza

Técnico: Roberto Fernandes

Central: França, Dudu Gago, Vitão, Danilo Quipapá e Charles; Eduardo Erê, Fernando Pires, Júnior Lemos (Lemos) e Douglas Carioca (Itacaré); Leandro Costa e Gildo (Lucas Silva)

Técnico: Mauro Fernandes

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Maradona terá alta do hospital nesta quarta-feira, afirma advogado

Ex-atleta seguirá em recuperação em uma casa adaptada em Buenos Aires.

Marcos Philipe Passos

Publicado

O ex-jogador de futebol Diego Maradona “está inteiro” e terá alta ainda nesta quarta-feira (11) do hospital no qual está internado, devido a uma operação na cabeça e outros problemas de saúde, anunciou seu advogado.

Maradona, de 60 anos, foi operado na semana passada de um hematoma subdural e depois, por decisão familiar e médica, permaneceu hospitalizado devido a uma “baixa anímica, anemia e desidratação” e um quadro de abstinência devido ao vício em álcool, segundo os primeiros informes médicos.

“O resultado foi ótimo, Diego está inteiro e com vontade de se recuperar, e hoje está prevista a alta”, disse Matías Morla aos repórteres na porta do hospital. “O bom é que Diego está inteiro, Diego está firme, Maradona ainda dura um tempo.”

Assim que deixar a clínica, Maradona continuará sua recuperação em uma casa especialmente adaptada nos subúrbios da zona norte de Buenos Aires (Argentina), à qual só terão acesso poucas pessoas, informou Morla.

“Diego talvez tenha passado o momento mais duro de sua vida, e acho que foi um milagre que se tenha detectado este derrame em sua cabeça, que poderia lhe ter tirado a vida”, opinou o advogado.

*Com informações Agência Brasil

Continuar Lendo

Esportes

Rogério Ceni dá adeus ao Fortaleza e é o novo técnico do Flamengo

Domènec Torrent deixou o cargo de treinador nessa segunda-feira (9/11) e o ex-goleiro já está no Rio de Janeiro para substitui-lo

Lucas Passos

Publicado

ALEXANDRE LOUREIRO/GETTY IMAGES

Rogério Ceni deixou o Fortaleza e disse “sim” ao projeto do Flamengo. Domènec Torrent deixou o cargo de treinador nessa segunda-feira (9/11) e o ex-goleiro já está no Rio de Janeiro para substitui-lo. Ele chegou à capital carioca na manhã desta terça-feira (10/11) e assinou contrato para até dezembro de 2021.

O treinador já comandará o treino desta terça-feira no CT Ninho do Urubu. Inicialmente marcada para o período da manhã, a atividade foi adiada para a tarde, a partir das 16h, para que o técnico tivesse tempo de chegar, ajustar os detalhes finais do contrato e ser apresentado ao elenco. A apresentação oficial, com entrevista coletiva, está marcada para as 13h30, horário de Brasília.

Ceni é o terceiro treinador do Flamengo em 2020 e o primeiro brasileiro. O português Jorge Jesus deixou o cargo em julho para treinar o Benfica, e o espanhol Domènec não resistiu após sequências de derrotas por goleada. O anúncio de Rogério foi feito nesta terça.

O clube tem pela frente decisões das quartas de final da Copa do Brasil contra o São Paulo e das oitavas da Libertadores diante do Racing da Argentina. O jogo de ida com o tricolor será já nesta quarta (11/11), no Maracanã.

Fonte: Metrópoles

Continuar Lendo

Esportes

Após goleadas sofridas no Brasileiro, Flamengo decide pela saída de Domènec Torrent

Catalão de 58 anos sai com 63,8% de aproveitamento em 26 jogos pelo Flamengo

Marcelo Passos

Publicado

Depois das duas goleadas consecutivas sofridas no Campeonato Brasileiro – 4 a 1 para o São Paulo e 4 a 0 para o Atlético-MG -, o Flamengo tomou a decisão nesta segunda-feira de demitir o técnico Domènec Torrent. Mauricio Souza, da equipe sub-20, comanda a equipe interinamente.

A decisão foi tomada no dia seguinte à mais uma goleada sofrida no Brasileirão. No Mineirão, o Flamengo tinha a possibilidade de assumir a liderança isolada do campeonato, mas sofreu dois gols em sete minutos de jogo e perdeu por 4 a 0 para o Atlético-MG, gols de Gustavo Henrique (contra), Keno, Sasha e Zaracho.

Dome foi anunciado pelo Flamengo no fim de julho como substituto de Jorge Jesus, que deixou o clube rumo ao Benfica. De lá para cá, foram 26 jogos, com 15 vitórias, cinco empates e seis derrotas – aproveitamento de 63,8%. Sob comando do ex-auxiliar de Guardiola, os rubro-negros fizeram 42 gols e sofreram 36.

O Flamengo é o atual terceiro colocado do Brasileirão, com 35 pontos – tem a mesma pontuação do Atlético-MG e um a menos que o líder Internacional. A equipe está nas quartas de final da Copa do Brasil (vai enfrentar o São Paulo) e nas oitavas de final da Libertadores (onde pega o Racing).

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.