Nos siga nas redes sociais

Esportes

Olimpíada: Mais de 47 mil militares tomam ruas do Rio a partir deste domingo

É o início oficial da operação de segurança das Forças Armadas para os Jogos Olímpicos de 2016

Avatar

Publicado

ctv-oou-treinamento-olimpiada-wilton-junior 750

Militares ocupam desde a primeira hora deste domingo (24) a orla do Rio de Janeiro e instalações estratégicas da capital fluminense, como estações de trem, de distribuição de água e de energia e as usinas nucleares de Angra 1 e Angra 2 e a Refinaria Duque de Caxias da Petrobrás. É o início oficial da operação de segurança das Forças Armadas para os Jogos Olímpicos de 2016, iniciada em meio ao aumento de alerta para ataques terroristas.

Blindados foram posicionados nas vias expressas e na Transolímpica, que liga a Barra da Tijuca a Deodoro, na zona oeste, bairros com as principais arenas olímpicas. Vinte e dois mil praças e oficiais estarão no Rio, durante os Jogos. Serão 47 mil agentes de segurança, levando-se em conta as outras forças, como Polícias Civil, Militar, Federal e Rodoviária Federal e Força Nacional de Segurança.

A maior preocupação é com os chamados “lobos solitários”, terroristas que agem sozinhos, sem vínculos com organizações e recrutados a partir da internet. A prevenção contra esse tipo de ação se daria por meio do controle de fontes humanas (informantes infiltrados), acompanhamento de alvos (vigilância secreta de suspeitos) e ações em todo o território nacional.

O plano proposto pela Abin também incluiu o monitoramento de redes sociais, cooperação com instituições nacionais e articulação com serviços de inteligência estrangeiros. Havia ainda preocupações legais com a tipificação do crime de terrorismo (aprovada pelo Congresso Nacional após longa e polêmica discussão), interceptação de comunicações e escuta ambiental.

“Infelizmente você tem situação em que pessoas desequilibradas, psicopatas, suicidas procuram ter relações com esses grupos terroristas para ter uma desforra ou fazer ajuste com a sociedade, com o mundo que lhe parece extremamente adverso. Daí a dificuldade adicional que você tem de lidar com essa forma de terrorismo, que não é o clássico, com organização centralizada, com pessoas treinadas, doutrinadas, que recebiam missões e as executavam”, afirmou o ministro da Defesa, Raul Jungmann.

A Agência Brasileira de Inteligência (Abin) considerou que dez delegações seriam as mais “sensíveis”. A lista é integrada por Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, França, Egito, Irã, Iraque, Síria, Rússia e Israel. Sob risco médio, foram colocados sete países: Alemanha, Austrália, Dinamarca, Espanha, Holanda, Jordânia e Noruega. O Brasil ficou na terceira relação, a de nações sob risco baixo.

Neste domingo, com a abertura da Vila Olímpica, iniciam-se também as restrições do espaço aéreo. O objetivo é proteger as delegações que vão se movimentar pela cidade. Nem mesmo voos de asa-delta e parapente estão permitidos. A Força Aérea Brasileira também vai controlar o uso de drones. Tudo pela segurança. Com informações do Estadão Conteúdo.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Título do Brasileirão rende ao Flamengo premiação de R$ 33 milhões

Redação PortalPE10

Publicado

O sucesso no Brasileiro foi a única meta batida pelo time na previsão de orçamento para temporada 2020, que previa a chegada na final da Copa do Brasil e ao menos na semifinal da Libertadores. No caso do Brasileiro, a projeção era de terminar pelo menos em segundo.

Para a temporada 2021, otimismo segue, e a previsão é de, por exemplo, chegar ao menos na semifinal da Libertadores. A estimativa é de alcançar uma receita de até R$ 953 milhões.

Veja a lista de prêmios em dinheiro e leia as observações no fim:

  • Flamengo: R$ 33 milhões
  • Internacional: R$ 31,3 milhões
  • Atlético-MG: R$ 29,7 milhões
  • São Paulo: R$ 28 milhões
  • Fluminense: R$ 26,4 milhões
  • Grêmio: R$ 24,7 milhões
  • Palmeiras: R$ 23,1 milhões
  • Santos: R$ 21,4 milhões
  • Athletico-PR: R$ 19,8 milhões
  • Bragantino: R$ 18,1 milhões
  • Corinthians: R$ 14,2 milhões
  • Ceará: R$ 13,2 milhões
  • Atlético-GO: R$ 12,2 milhões
  • Bahia: R$ 11,9 milhões
  • Sport: R$ 11,5 milhões
  • Fortaleza: R$ 11,2 milhões

OBS: Os valores-base são referentes a 2019, sem correção. As equipes rebaixadas não recebem valor algum. E os times que assinaram com a Turner na TV fechada (Inter, Palmeiras, Santos, Athletico-PR, Ceará, Bahia e Fortaleza) podem apresentar pequena variação.

Continuar Lendo

Esportes

Sport perde para Galo na Ilha, mas segue na Série A

PortalPE10 com informações UOL

Publicado

Sport e Atlético-MG entraram em campo com objetivos claros. Até porque o resultado tem impacto na a permanência do Leão na Série A, nas vagas da Sul-Americana e da Libertadores. Dessa vez, o Galo terminou vencendo por 3 a 2, mas ambas as equipes cumpriram metas em um duelo marcado por confusão e gol decisivo no apagar do luzes. O time mineiro abriu o placar com Jair e viu o rival empatar com Dalberto. No segundo tempo, ampliou com Thyere (contra), viu o Leão empatar de novo – de pênalti, com Thiago Neves -, mas garantiu a vitória com um gol de Marrony no fim.

O Sport segue na 14ª posição, com 42 pontos, e apesar da derrota, está garantindo na Série A 2021. Isso porque o Vasco, que tem 38 pontos e abre o Z-4, empatou com o Corinthians. O Atlético-MG, por sua vez, saltou para 65 pontos e está agora na 3ª posição.

No Brasileirão, o Sport visita o Athletico na Arena da Baixada, enquanto o Atlético-MG recebe o Palmeiras no Mineirão. Ambas as partidas acontecem na quinta-feira, às 21h30, pela despedida do campeonato.

Antes disso, o Rubro-negro estreia no Pernambucano contra o Vera Cruz, às 19h da quarta-feira.

Continuar Lendo

Esportes

Internada em dezembro, mãe de Ronaldinho morre aos 71 anos de Covid-19

PortalPE10 com informações G1

Publicado

Ronaldinho Gaúcho e sua mãe Miguelina de Assis — Foto: Pedro Souza / Atlético

Morreu na noite deste sábado em Porto Alegre Miguelina Elói Assis dos Santos, mãe do ex-jogador Ronaldinho Gaúcho. Dona Miguelina, como era conhecida, tinha 71 anos e estava internada desde dezembro do ano passado após complicações decorrentes de um quadro de Covid-19.

A informação foi publicada pela Rádio Itatiaia e confirmada pelo ge com pessoas ligadas ao estafe de Ronaldinho. Sobrinho de Ronaldinho e filho de Assis, Diego Assis também confirmou que a avó “foi descansar”.

Em dezembro passado, Ronaldinho usou os seus perfis nas redes sociais para pedir orações para a mãe. Ela havia sido internada no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre, após contrair coronavírus.

– Queridos amigos, minha mãe está com Covid e estamos na luta para que ela se recupere logo. Ela está no centro de tratamento intensivo, recebendo todos os cuidados. Agradeço desde já as orações, as energias positivas e o carinho de sempre. Força mãe – escreveu o ex-jogador.

O Hospital Mãe de Deus não divulga informações sobre pacientes.

Em nota oficial, o Atlético-MG se solidarizou com Ronaldinho e declarou que o clube está em luto pela morte de Dona Miguelina. O meia foi campeão da Libertadores e é ídolo do Galo.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.