Nos siga nas redes sociais

Empregos

Oportunidade:concurso para Polícia Civil oferta 1.496 vagas com salários de até R$ 17 mil

As vagas são para delegado, escrivão e inspetor e os salários variam de R$ 3.853,55 a R$ 17.552,74.

Avatar

Publicado


A Polícia Civil do Estado do Ceará terá um novo concurso em breve (concurso PC-CE 2018). O anúncio do novo certame, que terá 1.496 vagas nas funções de Delegado, Escrivão e Inspetor, foi feito pelo governador do estado, Camilo Santana, em sua página no Facebook. A inscrições vão até a próxima quinta-feira (7).

Santana informou que a Secretaria do Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag) está autorizada dar andamento nos trâmites necessários à realização da seleção. De acordo com o governador, a ideia é de que o concurso seja aberto ainda em 2018. O portal de transparência do estado informa que atualmente o órgão conta com 4.149 servidores.

Os salários para Delegado de Polícia na PC-CE são de R$ 17.552,74, conforme o portal de transparência do estado. Cabe ao profissional da área instaurar e presidir procedimentos policiais de investigação, orientar e comandar procedimentos de investigação relacionados com a prevenção e repressão de ilícitos penais, supervisionar e executar missões de caráter sigiloso, desempenhar demais atividades de polícia judiciária compatíveis com o cargo, cumprir as requisições judiciais e ministeriais, entre outras atividades. O último edital de concurso para o cargo exigiu dos candidatos bacharelado em Direito e carteira de habilitação em categoria mínima “B’.

Para Escrivão as remunerações partem de R$ 3.853,55. A atuação na área inclui exercer atribuições relativas ao cumprimento das formalidades legais de polícia judiciária necessárias aos inquéritos, processos administrativos e demais serviços cartorários de apoio à autoridade policial, lavrar boletim de ocorrência, fornecer certidão quando requerida, cuidar dos serviços cartorários, manter a guarda de objetos aprendidos nos autos, lavrar termo de fiança, entre outras. O cargo demanda escolaridade superior em qualquer área de formação, mais carteira de habilitação em categoria mínima “B”.

Para Inspetor de Polícia Civil, os salários iniciais são de R$ 4.672,85. O exercício da profissão inclui executar os serviços de polícia judiciária e investigativa ou administrativa, sob a direção da autoridade policial ou do superior imediato, além de todas as atividades previstas em lei, inerentes ao exercício de seu cargo; deter, apresentando à autoridade policial competente, quem quer que seja encontrado em flagrante delito; emitir relatórios circunstanciados do curso das investigações; zelar pela manutenção da ordem pública em geral; operar sistema de comunicação de rádio da Polícia Civil; dirigir viatura policial ou a serviço da polícia judiciária; cumprir, quando designado, mandados judiciais, entre outras. A função exige escolaridade superior em qualquer área de formação, mais carteira de habilitação em categoria mínima “B”.

Cabe à Polícia Civil promover a apuração das infrações penais, exceto as militares, em defesa da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. O órgão atua de modo a exercer as funções de polícia judiciária estadual visando a apuração das infrações penais e de sua autoria, através do inquérito policial e de outros procedimentos de sua competência; resguardar a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade de todos os brasileiros e estrangeiros residentes no país; adotar providências cautelares, destinadas a preservar os locais, os vestígios, e as provas das infrações penais; requisitar exames periciais para comprovação da materialidade das infrações penais e de sua autoria; exercer a prevenção criminal especializada; planejar, coordenar, executar, a orientação técnica e o controle das atividades policiais, administrativas e financeiras; colaborar com a Justiça Criminal, fornecendo as informações necessárias à instrução e julgamento dos processos criminais e a promoção das diligências requisitadas pelas autoridades judiciárias e pelos representantes do Ministério Público; cumprir mandados de prisão; atuar harmonicamente com órgãos congêneres federais e de outras Unidades da Federação, objetivando manter intercâmbio de interesse policiai para apuração das infrações penais; exercer as atividades procedimentais relativas a menores, nos termos da legislação especial; e promover a integração com a comunidade. 

Último

O último concurso da PC-CE teve abertura de 763 vagas nos três cargos em 2014. Os candidatos foram avaliados por meio de diversas etapas incluindo prova objetiva, prova discursiva, sindicância de vida pregressa, investigação social, exame de capacidade física, avaliação psicológica, avaliação de títulos, exame toxicológico, curso de formação e treinamento profissional. Veja mais no último edital da PC-CE.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cotidiano

Prefeitura de Caruaru abre processo seletivo para Secretaria de Educação

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: GettyImages)

A Prefeitura de Caruaru abriu, nesta quarta-feira (20), processo seletivo para preencher cerca de 150 vagas na Secretaria de Educação e Esportes. O período de inscrição ocorrerá desta quinta-feira (22) até o próximo dia 28. Os candidatos aprovados atuarão na execução de atividades e projetos no âmbito das escolas regulares e em tempo integral do município. Eles serão selecionados através de análise curricular.

As vagas ofertadas são para professores habilitados nas seguintes graduações: Pedagogia, Letras, História, Geografia, Matemática, Ciências, Educação Física e Artes. Das vagas abertas, 5% delas são destinadas para pessoas com deficiência. Também estão disponíveis vagas para auxiliar administrativo educacional.

Os interessados podem fazer as inscrições acessando o portal: https://www.selecoes.caruaru.pe.gov.br. De acordo com o edital da seleção, cada candidato só pode concorrer a apenas uma vaga. Já o resultado preliminar do processo será divulgado no mesmo site e no Diário Oficial do município.

Continuar Lendo

Brasil

Prazo para contestar o auxílio emergencial negado acaba nesta segunda-feira (12)

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Reprodução/PortalPE10)

Acaba nesta segunda-feira (12) o prazo para trabalhadores que receberam o auxílio emergencial em 2020 e foram considerados inelegíveis para ter o benefício neste ano fazerem a contestação e tentarem reverter a resposta negativa do governo.

A contestação é feita no site da Dataprev, onde se consulta o direito ao auxílio emergencial: https://consultaauxilio.cidadania.gov.br/consulta/#/.

A pessoa deve informar dados como nome completo, data de nascimento, CPF e nome da mãe e, após aparecer a resposta “inelegível”, pode fazer a contestação. Para isso, é preciso clicar em “Contestar”.

O sistema aceitará apenas critérios passíveis de contestação, ou seja, aqueles nos quais é possível haver atualização de bases de dados da Dataprev, como data de nascimento errada, CPF não identificado e informações incorretas sobre vínculos empregatícios e recebimento de outros benefícios sociais e trabalhistas.

Caso o pagamento, após o recebimento da primeira parcela, venha a ser cancelado no processo de reavaliação mensal, o beneficiário também poderá contestar a decisão.

Outro caminho que o cidadão encontra para contestar a negativa do benefício ou o corte das parcelas na revisão mensal é buscar o Judiciário. Há, ainda, a possibilidade de processamentos de ofício realizados pelo Ministério da Cidadania, também como em 2020.

Na ocasião, houve parceria entre os órgãos do governo e a Defensoria Pública para atendimento ao trabalhador que não conseguiu a renda, mas que julgava ter direito ao benefício.

Quando o trabalhador é considerado elegível ao benefício, seu cadastro é liberado para o pagamento do auxílio pela Caixa Econômica Federal e todas as parcelas devidas são depositadas.

Continuar Lendo

Brasil

Mais de 90% dos estabelecimentos do Brasil confirmaram dificuldade para pagar salários

Redação PortalPE10

Publicado

Lojas centro de Palmares Foto:PortalPE10

Os fechamentos impostos por estados e municípios em fevereiro e março agravaram a situação dos bares e restaurantes. O faturamento caiu ou até mesmo chegou a zerar. Além disso, as dívidas acumuladas em 2020 precisam ser pagas. Assim, a grande maioria dos empresários do setor se vê em uma situação crítica, sem ter como honrar dívidas e com enorme dificuldade em pagar funcionários.

É o que aponta a mais recente pesquisa da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), realizada entre os dias 1° e 5 de abril, com mais de 2 mil empresários do setor de alimentação fora do lar em todo o Brasil.

De acordo com o levantamento, 91% dos entrevistados disseram enfrentar problemas para pagar os salários de abril – sendo que 76% já tiveram dificuldades para pagar a folha de março. Além disso, 73% tiveram de demitir empregados nos três primeiros meses do ano.

Isso é resultado direto do faturamento baixo e do alto endividamento: 82% trabalharam no prejuízo em março e 76% deles afirmaram ter algum tipo de pagamento em atraso, principalmente impostos, aluguéis e fornecedores. E, 70% destes estão com parcelas do Simples vencidas.

“Estamos há mais de dois meses na espera de uma nova MP dos salários, que permita a suspensão de contratos ou redução de jornada, com a contrapartida do benefício emergencial. Em janeiro nós já alertamos o governo federal de que a situação ficaria crítica. Sem isso, mesmo caminhando para a reabertura, muitos estabelecimentos não irão aguentar. As ajudas em alguns estados e municípios foram bem-vindas, mas insuficientes”, diz Paulo Solmucci, presidente da Abrasel.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10. Todos os direitos reservados.