Nos siga nas redes sociais

Entretenimento

Padre Fábio de Melo revela que toma medicamento para controlar a síndrome do pânico

O sacerdote disse que buscou ajuda de psiquiatra, depois de passar por período de tristeza profunda.

Avatar

Publicado

Foto: Facebook/Reprodução

O padre Fábio de Melo revelou que está em tratamento da crise da síndrome do pânico pela qual passa. A revelação foi feita na conta no Instagram, que o sacerdote mantém 5,6 milhões de seguidores. A síndrome pode provocar crises de ansiedade e medo, mesmo sem motivo aparente. O sacerdote disse que está bem melhor depois que iniciou o uso de medicamentos. No post, o sacerdote revela que, há três meses, enfrentou grave problema familiar, que lhe tirou o sono e trouxe muita angústia. Conta ainda que foi diagnosticado com a síndrome há dois anos e que as crises retornaram há 20 dias. ”Desta vez foi muito diferente. Fiquei praticamente uma semana trancado em casa, com sensação de morte, tristeza profunda e medo de tudo. Nunca chorei tanto na minha vida”, escreveu.

Na terça-feira (09), em entrevista ao novo programa de Otaviano Costa na Rádio Globo, No ar, o sacerdote disse não ter motivos para esconder o problema e declarou seguir normalmente com a rotina: ‘Eu sou extremamente aberto a contar minhas fraquezas. Não tenho medo da minha humanidade’, afirmou. O sacerdote contou que foi atendido pelo médico Víctor Sorrentino, que o recomendou procurar uma psiquiatra.

‘Os medicamentos fizeram uma enorme diferença. Tenho conseguido cumprir meus compromissos e procurado fazer uma rotina mais leve que me permita estar entre amigos que amo. Estou me sentindo bem melhor, ainda que não me sinta inteiro.’ No texto, padre Fábio agradeceu o carinho que recebeu dos fãs e seguidores. Também prometeu retomar o assunto quando estiver totalmente recuperado. ‘Quando estiver mais inteiro eu falarei mais sobre o assunto, pois sei que minha partilha poderá ajudar os que enfrentam o mesmo problema que eu.’ O sacerdote reafirmou sua crença em Deus para continuar a seguir. ‘Por ora é viver, buscar o equilíbrio que Deus me concede através das escolhas que posso fazer. A foto escolhida para este post não é por acaso. Ela é expressão da leveza que quero sempre levar comigo.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entretenimento

Sean Connery, ícone do cinema e 1º James Bond, morre aos 90 anos

Segundo a BBC, a informação foi confirmada pela família do ator. Em quase 60 anos de carreira, Connery atuou em mais de 90 papéis e venceu mais de 30 prêmios.

Marcelo Passos

Publicado

O ator escocês Sean Connery, ícone do cinema e primeiro a interpretar o espião James Bond, morreu aos 90 anos nesta madrugada, segundo a BBC divulgou neste sábado (31). Segundo a família do ator, ele morreu durante o sono, nas Bahamas.

Relembre a carreira de Sean Connery no cinema; veja FOTOS
Com 94 papéis ao longo de mais de 50 anos de carreira, atuou em seis filmes do “007” nas décadas de 1960, 1970 e 1980 e foi apontado em inúmeras enquetes como o melhor James Bond do cinema.

Connery também atuou no drama “Os intocáveis”, de Brian de Palma, pelo qual venceu o Oscar em 1988 na categoria de melhor ator coadjuvante.

O ícone do cinema venceu o Globo de Ouro por três vezes, o Bafta por duas vezes e acumulou mais de 30 prêmios durante a carreira. Em 2000, recebeu o título de cavaleiro da Ordem Britânica da Rainha Elizabeth II.

Continuar Lendo

Entretenimento

Padre Fábio de Melo defende união civil entre homossexuais: ‘É uma questão de justiça’

A fala diz respeito a união civil, reconhecida por lei, não no casamento religioso. No dia, Francisco ainda reforçou: “O que precisamos criar é uma lei de união civil. Dessa forma eles são legalmente contemplados”.

PortalPE10 com informações G1

Publicado

O padre Fábio de Melo se posicionou a favor da declaração do Papa Francisco sobre a união civil entre pessoas do mesmo sexo em uma live no Instagram nesta quinta-feira (29).

“Não cabe a mim como padre, como religioso ficar impondo ao outro uma regra que não me diz respeito. É uma questão de justiça”, declarou.

Fábio de Melo participava de uma live com o empresário Marcus Montenegro na noite de quinta-feira (29) e falava sobre arte, o isolamento social e a relação da igreja com minorias. Durante a transmissão, o empresário questionou qual a posição dele sobre a declaração do Papa defendendo a união civil entre homossexuais.

Papa Francisco se posicionou sobre o assunto no dia 21 de outubro, quando deu uma declaração. “As pessoas homossexuais têm direito de estar em uma família. Elas são filhas de Deus e têm direito a uma família. Ninguém deverá ser descartado ou ser infeliz por isso”.

A fala diz respeito a união civil, reconhecida por lei, não no casamento religioso. No dia, Francisco ainda reforçou: “O que precisamos criar é uma lei de união civil. Dessa forma eles são legalmente contemplados”.

Fábio de Melo endossou a posição do pontífice. Ao empresário, explicou que desde 2013 já havia se posicionado publicamente a favor de que a lei reconhecesse a união entre pessoas do mesmo sexo, para que tivessem seus direitos preservados. Disse ainda que à época, a posição teria desagradado uma ala conservadora da igreja.

“Eu fui execrado pela ala mais conservadora da igreja porque eu fiz justamente essa distinção. Nós precisamos saber distinguir o que é uma regra religiosa do que é uma regra civil. Porque somos religiosos nós não temos que impor às pessoas que não são as nossas regras ou impedi-las de terem os seus direitos civis garantidos”, disse.

O sacerdote ainda falou sobre o diálogo com o público transsexual e reforçou que é contra julgamentos. “Jesus queria saber quem era honesto com os sentimentos que tinha, com a vida que vivia. Não existia essa pergunta, de onde você veio? Qual a sua religião. Ou ‘Ah, não posso te ajudar porque você tem uma vida irregular.’ Não. eu não quero essa religiosidade”, disse.

 

Continuar Lendo

Entretenimento

Após um mês de casamento, marido de Gretchen tatua imagem da cantora no braço

Nesta sexta (30), eles comemoram um mês de casamento.

PortalPE10 com informações UOL

Publicado


Gretchen, 61, revelou na noite desta quinta (29) que o marido, Esdras de Souza, 47, a surpreendeu ao tatuar uma imagem da cantora no braço. “Não sei nem explicar o que estou sentindo com essa homenagem. Sempre digo que você me surpreende a cada momento. Que sua beleza é única. E sua sensibilidade sem tamanho. Obrigada por esse carinho. Por essa declaração de amor tão linda”, escreveu ela no Instagram, ao lado de uma foto da tatuagem.

Nesta sexta (30), eles comemoram um mês de casamento. À revista Quem, a cantora disse que ficou muito surpresa. “Ninguém nunca disse que queria fazer uma tatuagem para mim, ainda mais com o meu rosto”.

Já Esdras explicou que tinha uma tatuagem no braço direito, e queria fazer uma do lado esquerdo. “Escolhi uma arte, que para mim é muito suprema. Estou realizando esse desejo. Estou fazendo o rosto e o corpo dela, de uma imagem que representa muito para mim”, afirmou ele à revista.

Gretchen conheceu Esdras em Belém, por intermédio de Fafá de Belém. Ela assistiu a uma apresentação do músico e o convidou para participar de um projeto dela, que mesclava saxofone e música eletrônica. A ex-dançarina ficou noiva em maio, justamente no dia em que completava 61 anos. Este é o 18º casamento de Gretchen.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.