Nos siga nas redes sociais

Pernambuco

Pernambuco inicia imunização dos profissionais da segurança pública

Redação PortalPE10

Publicado

Os profissionais da segurança pública que atuam em Pernambuco começaram a ser imunizados contra a Covid-19, nesta terça-feira (06.04), em ato simbólico realizado no auditório da Secretaria de Defesa Social (SDS), no bairro de Santo Amaro, no Recife. Neste primeiro momento, serão vacinados 1.692 servidores das forças vinculadas à SDS e outros 808 trabalhadores de órgãos federais, a exemplo das polícias Federal e Rodoviária Federal, além das Forças Armadas. No evento, um servidor de cada operativa foi imunizado. 

Prestigiando a solenidade, o governador Paulo Câmara lembrou que os governadores do Brasil haviam solicitado a inclusão dos profissionais de segurança pública e também de professores no Plano Nacional de Imunização, e afirmou que o momento marca o início de uma etapa muito importante. “Vamos continuar buscando alternativas e cobrando que as vacinas cheguem com mais celeridade. Nossa solicitação foi atendida parcialmente e continuamos na luta pela imunização dos trabalhadores da educação. A gente já mostrou ter condições de fazer com que o imunizante chegue em todos os municípios. A partir de agora, todos os novos lotes que chegarem a Pernambuco terão uma parte destinada aos profissionais de segurança. Isso oferece uma tranquilidade maior para eles, que estão na linha de frente”, frisou. 

Sobre o recebimento de mais imunizantes, o governador reforçou que está buscando diversas alternativas para que a vacina chegue o mais rápido possível a todos os pernambucanos. “No mês de março, já houve avanços, mas ainda muito aquém do necessário. Esperamos que abril seja um mês melhor, e estamos na expectativa de outras vacinas chegarem, como a russa. Inclusive, hoje temos reunião com a Anvisa, buscando a liberação das 37 milhões de doses que foram adquiridas pelos governos do Nordeste”, finalizou Paulo Câmara. 

Nesta fase, serão vacinados com a primeira dose apenas os profissionais empregados diretamente nas operações de fiscalização das medidas sanitárias, com atendimento direto ao público, resgate e salvamento, plantões de delegacias e servidores da ponta da segurança pública. Serão aplicadas vacinas em 1.221 policiais militares, 316 policiais civis e em 155 bombeiros militares. 

O secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua, comemorou a inclusão da categoria no cronograma de imunização, e destacou como estratégica a atuação desses profissionais para o enfrentamento à Covid-19. “São servidores que estão nas ruas, prestando serviços essenciais, fiscalizando aglomerações e estabelecimentos, socorrendo acidentados e vítimas de violência, conduzindo para delegacias, fazendo abordagens de rotina, custodiando presos, realizando perícias em vivos e mortos. Pessoas que arriscaram, desde o início da pandemia, as suas vidas e a de seus entes queridos para garantir a ordem e a tranquilidade social. Agora, eles receberão a proteção da ciência”, afirmou. 

Genildo Ferreira, de 53 anos, é 2º Sargento da Polícia Militar no 18º Batalhão, no Cabo de Santo Agostinho e tomou a primeira dose hoje. Segundo ele, é uma honra ser um dos primeiros policiais imunizados no combate à Covid-19. “O dia a dia com esse vírus se torna difícil, porque uma pequena parte das pessoas ainda não segue o regulamento para se proteger. É uma simples máscara, mas o pessoal insiste em não obedecer. Com certeza, quem está na rua, como nós, tem receio de pegar. Mas, com a imunização, o efetivo da Polícia Militar vai conseguir trabalhar com mais tranquilidade para servir à população”, declarou. 

Também foram vacinados Mauro Sérgio Cabral de Mendonça, comissário da polícia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP); Adilson Luiz de França, 3º Sargento do Grupamento de Bombeiros de Salvamento, com especialidade em resgate com cães; Victor Cezar Lucena Tavares de Sá Leitão, que atua no Grupo Especializado em Perícias de Homicídios (GEPH); Carlo Marcus Correia, da Delegacia de Proteção ao Patrimônio da Polícia Federal; além do Policial Rodoviário Federal Marcus Vinícius Carnaúba Feitosa. 

Mata Sul

Motorista perde controle por causa da chuva e carro com seis pessoas cai em córrego em Amaraji

PortalPE10 com informações G1

Publicado

As fortes chuvas que atingiram à região Mata Sul  de Pernambuco ocasionaram um acidente na PE-63, no município de Amaraji. Por causa da lama na pista, o motorista de um carro perdeu o controle do veículo, que caiu em um córrego que corta a cidade.

Havia seis pessoas no carro, incluindo uma criança de 2 anos de idade, segundo o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) municipal, e os ocupantes do carro não precisaram ser internados.

O acidente ocorreu por volta das 23h40 do domingo (11). Até a manhã desta segunda-feira (12), o veículo seguia dentro do córrego.

O carro trafegava no sentido Amaraji, quando, próximo à ponte que dá acesso ao Engenho Jaguarana, perdeu o controle. No local, passam muitos tratores e veículos pesados, devido ao cultivo de cana-de-açúcar. Por causa disso, segundo a prefeitura, é comum haver lama na pista, o que levou ao acidente.

No momento do acidente, chovia muito na cidade. O carro caiu na ribanceira e foi parar dentro do córrego. Os ocupantes do veículo conseguiram sair pelo lado do carona e escalaram a ribanceira até a pista.

Eles andaram cerca de um quilômetro e chegaram a um vilarejo, onde pediram ajuda ao Samu, que prestou os primeiros socorros às vítimas. O Samu levou os ocupantes do carro até o Centro de Amaraji.

Continuar Lendo

Mata Sul

Suspeitos de tráfico de drogas são presos em Barreiros,PE

Redação PortalPE10

Publicado

A Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) prendeu dois homens suspeitos de tráfico de drogas, no Engenho Alegre, em Barreiros, na Mata Sul pernambucana. Junto aos dois, nesta quinta-feira (12), um adolescente foi apreendido após denúncias de envolvimento no tráfico de drogas do local.

A PM informou que, ao chegar no local da denúncia, dois suspeitos tentaram fugir, mas foram alcançados e detidos. O efetivo afirmou que foram encontrados 69 bigs de maconha, 12 pedras de crack, e R$ 332 em espécie com os suspeitos.

Após a abordagem, os policiais seguiram para a casa de um dos homens. De acordo com a PM, no local, foram localizados mais 250 bigs de maconha, “produto que a companheira do suspeito afirmou ser dele”, disse em nota a polícia.

A ocorrência foi encaminhada para delegacia de Polícia Civil de Barreiros.

 

Continuar Lendo

Cotidiano

Começa nesta segunda-feira (12) a campanha de vacinação contra a influenza, em Pernambuco

Para dar início à Campanha, o Ministério da Saúde (MS) encaminhou 338.400 doses do imunizante contra a influenza e o insumo já foi distribuído a todas as 12 Gerências Regionais de Saúde.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Gustavo Moreno/Especial Metrópoles)

Começa nesta segunda-feira (12/04) a campanha de vacinação contra a influenza. Em Pernambuco, a iniciativa pretende imunizar mais de 3,5 milhões de pessoas até o mês de junho, em três fases. Nesta primeira etapa, até 10/05, serão priorizadas crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes, puérperas e população indígena de 6 meses a 8 anos. Com a chegada de mais vacinas, também serão inclusos nesse momento os trabalhadores de saúde e a população indígena em geral.

Para dar início à Campanha, o Ministério da Saúde (MS) encaminhou 338.400 doses do imunizante contra a influenza e o insumo já foi distribuído a todas as 12 Gerências Regionais de Saúde. A Secretaria, por meio do Programa Estadual de Imunização (PNI-PE), ainda encaminhou mais de 4 milhões de seringas e agulhas para a operacionalização de toda a campanha.

“No cenário de pandemia, a vacina contra a influenza é importante para que possamos proteger os grupos mais vulneráveis contra esses vírus, que também têm relevância para o sistema de saúde. Quanto mais vacinados, menor risco de adoecimento e, consequentemente, teremos menos pessoas suspeitas para infecções respiratórias. Isso, sem dúvida, evitará um impacto ainda maior na nossa rede de saúde. Por isso, se você ama seu filho, não deixe de levá-lo ao posto de vacinação”, alerta o secretário André Longo.

A vacina contra a influenza protege contra três cepas do vírus: A (H1N1), A (H3N2) e B. Seu objetivo é evitar complicações decorrentes desses vírus e, consequentemente, hospitalizações e mortes, além de diminuir a circulação viral. A expectativa é proteger, no mínimo, 90% do público prioritário.

“A campanha contra a influenza ocorre em paralelo à vacinação contra a Covid-19. Importante lembrar que, caso alguém seja prioritário em ambas as iniciativas, é preciso um intervalo mínimo de duas semanas entre as doses”, frisa a superintendente de Imunização da SES-PE, Ana Catarina de Melo.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10. Todos os direitos reservados.