Nos siga nas redes sociais

Pernambuco

Pernambuco registra 677 novos casos e 30 óbitos pela Covid-19, nas últimas 24h

Pernambuco registra 677 novos casos e 30 óbitos pela Covid-19, nas últimas 24h

Marcelo Passos

Publicado

UTI do Centro de Reabilitação do Paraná que tem atendimento exclusivo para pacientes com Covid-19.
Curitiba – 04/06/2020 – Foto: Geraldo Bubniak/AEN

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, nesta quarta-feira (23), 677 novos casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 29 (4%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e os outros 648 (96%) são leves, ou seja, pacientes que não demandaram internamento hospitalar. Agora, Pernambuco totaliza 143.165 casos confirmados, sendo 26.125 graves e 117.040 leves.

Também foram confirmados 30 óbitos, ocorridos desde o dia 11 de maio. Do total de mortes do informe de hoje, apenas 10 (33,3%) foram registradas neste mês de setembro, sendo quatro nesta semana (uma na terça e três na segunda) e seis de 05/09 a 19/09. Todos os outros 20 registros (66,7%) ocorreram entre os dias 11/05 e 27/08. Com isso, o Estado totaliza 8.085 óbitos pela Covid-19. Os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde.

Mata Sul

Cinco suspeitos de tráfico de drogas morrem em confronto com o BEPI em usina na Mata Sul

Segundo as Polícias Civil e Militar, a operação ocorreu, nesta sexta (30), na zona rural de Escada. Foram apreendidos armas, drogas e dinheiro.

PortalPE10 com informações G1

Publicado

Cinco suspeitos de integrar uma quadrilha de tráfico de drogas, assaltos e homicídios morreram, nesta sexta-feira (30), após um confronto com policiais militares. A operação, segundo as Polícias Militar e Civil, ocorreu em uma usina localizada em Escada, na Mata Sul de Pernambuco

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que as mortes ocorreram durante uma “intervenção policial”, na Rua da Matriz. Ainda segundo a corporação, os policiais revidaram a uma ”injusta agressão dos suspeitos”.

Na nota, a Polícia Civil disse, ainda, que foram apreendidos armas, drogas e dinheiro. Um inquérito foi aberto para apurar o caso. Os nomes dos cinco mortos não foram divulgados pelas polícias.

Imagens divulgadas pela PM mostram o resultado das apreensões: cinco armas, sendo dois revólveres e três pistolas (9 milímetros e ponto 40), nove carregadores de munição, projeteis e crack e maconha, além de R$ 2.700..

A Polícia Militar informou que “apesar do socorro imediato para uma unidade de saúde da cidade, os homens não resistiram aos ferimentos”.

A PM relatou que as armas e drogas foram encontradas em uma casa, usada como esconderijo. A residência fica em uma área rural.

Em entrevista coletiva, concedida na sede da PM, no Quartel do Derby, na área central do Recife, a PM informou que os cinco homens faziam parte de uma quadrilha que estava agindo em cidades da região, como Escada, Amaraji, Primavera e Ribeirão.

A PM disse que eles tinham envolvimento em tráfico de drogas, assaltos, roubos de carros e homicídios. A operação desta sexta foi montada a partir de informações levantadas pelo serviço de inteligência da corporação.

“Chegamos ao local onde eles estava escondidos e os homens começaram a atirar. No fim do confronto, verificamos que eles estavam feridos e levamos para o hospital de Escada, mas eles não resistiram. Eram jovens e muito perigosos”, afirmou o major Aristóteles Cândido, comandante do Batalhão Especializado do Interior (Bepi).

Segundo o oficial da PM, a operação contou com apoio de equipes do 21º Batalhão. Na ação, a polícia apreendeu uma moto roubada.

O tenente-coronel Adriel, comandante do 21º Batalhão, informou que os homens envolvidos no confronto desta sexta faziam parte de uma quadrilha que já tinha sido investigada.

“Em julho deste ano, pegamos nesse mesmo distrito, em Escada, quatro homens e cinco armas”, afirmou. O oficial informou que eles se envolveram em confronto, recente,pela disputa do tráfico de drogas na área.

Continuar Lendo

Empregos

Paulo Câmara inaugura polo industrial de Limoeiro que deve gera mais de 3 mil empregos diretos

Na ocasião, o governador do Estado, Paulo Câmara, também acompanhou os novos investimentos industriais

Redação PortalPE10

Publicado


O parque industrial de Limoeiro, no Agreste do estado, foi inaugurado nesta sexta-feira (30). Implantado às margens da PE-50, o polo tem 30 hectares e capacidade para abrigar mais de 15 empresas. A previsão é que elas gerem mais de 3 mil empregos diretos. No município, o governador Paulo Câmara inaugurou a infraestrutura de acesso viário ao distrito empresarial e anunciou a instalação da nova sede da Lapon Indústria Farmacêutica.

Os investimentos públicos em Limoeiro chegam a R$ 7,1 milhões e foram realizados por meio da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper). “Alguns empreendimentos já chegaram e vão começar as obras, como a indústria farmacêutica, e outros estão por vir. Essa é uma demonstração de que queremos promover a interiorização do desenvolvimento”, afirmou Paulo Câmara.

O orçamento foi executado na compra, por R$ 3,1 milhões, do terreno de 32,2 hectares para receber o polo empresarial e nas obras da infraestrutura viária, com cerca de 1,5 km de extensão, que custaram R$ 4 milhões. Os serviços para a rodovia incluíram terraplenagem, pavimentação, drenagem, proteção vegetal, sinalização, passeios e ciclovias nos dois lados da faixa de rolamento.

“Através da AD Diper, conseguimos identificar uma área, fazer um investimento, criar um distrito e atrair empresas para se instalarem lá. É uma região que tem empreendedores, já tem empresas que estão ampliando, outras a gente está trazendo de fora, ajudando não só Limoeiro, mas toda aquela região”, pontuou o secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Bruno Schwambach.

A primeira empresa a ser instalada no distrito será a nova fábrica da Lapon. Com investimento de R$ 52 milhões e previsão para empregar 274 pessoas, a unidade fabril funcionará paralelamente à antiga planta da empresa, também em Limoeiro. A nova área de produção contará também com setor de medicamentos sólidos. Atualmente, a empresa emprega 92 colaboradores e fabrica apenas medicamentos líquidos e suplementos sólidos, como cápsulas, comprimidos, pós e drinks.

O projeto tem previsão de duração de cinco anos, isto é, as obras devem ser concluídas em 2025. A inauguração, porém, pode acontecer antes. “A nova fábrica terá perspectiva de novos empregos para profissionais de diferentes áreas de atuação. As vagas serão para farmacêuticos, químicos, biólogos, nutricionistas e profissionais de TI, além de outros ramos. Priorizamos a mão de obra local, do município de Limoeiro”, afirmou o presidente da Lapon, Renato Celso.

Depois da inauguração em Limoeiro, o governador do estado visitou outras cidades do interior para anunciar investimentos. Os aportes das empresas visitadas nesta sexta-feira somam R$ 128 milhões, com perspectiva de gerar 477 novos postos de trabalho.

Em Glória do Goitá, na Mata Norte pernambucana, Paulo Câmara visitou as obras de ampliação da Total Plast, que passará a produzir copos e potes de EPS (isopor). Os investimentos chegam a R$ 6 milhões, com a geração de 60 empregos. A nova operação deverá ser iniciada ainda neste ano. O Grupo Total Brasil Indústria de Descartáveis possui outra unidade em Criciúma (SC). A fábrica pernambucana foi inaugurada em 2015.

Em Pombos, cidade da Mata Sul que abrigará a nova sede da OL Indústria de Papéis, o governador foi até uma filial da empresa baiana OL Indústria de Papéis, que vai produzir fraldas descartáveis, papel higiênico e papel toalha, com um investimento de R$ 70 milhões. A perspectiva dos investidores é de gerar 262 empregos diretos.

Com a fábrica em Pernambuco – numa área de 4,18 hectares – a empresa espera reduzir o custo logístico para outras praças do Nordeste, aumentando o market share na região e direcionando a produção na unidade baiana para os mercados consumidores do Sudeste e Centro-Oeste

Continuar Lendo

Pernambuco

TSE mantém suspensão de atos de rua em Pernambuco

Ministro determinou que o TRE-PE faça uma reavaliação periódica da medida

PortalPE10 Com informações FolhaPE

Publicado


O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Ministro Tarcisio Vieira de Carvalho Neto, negou provimento a um mandado de segurança impetrado pelo candidato a prefeito de Catende José Rinaldo Fernandes de Barros (PSC) contra decisão do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE/PE) que “proíbiu a realização de atos presencias de campanha eleitoral causadores de aglomeração em Pernambuco, para as Eleições 2020.

Em sua fundamentação, o magistrado pondera o momento excepcionalidade que envolve as eleições deste ano. “A responsabilidade por combater o coronavírus não repousa apenas nas mãos das autoridades, mas passa pela conscientização da população e, no que tange à disputa eleitoral – essencial à democracia –, pelo esforço e comprometimento dos candidatos e partidos políticos, os quais devem pautar a campanha em respeito às medidas de contenção de novas infecções, dando prevalência às plataformas que, por sua natureza, não induzam risco à população”, afirmou.

O ministro também cita os “inúmeros vídeos divulgados pela imprensa e pelas redes sociais, evidenciando patente e disseminada negligência com os parâmetros de segurança” e “distanciamento mínimo entre pessoas e da utilização de máscaras”. Portanto, o juiz anota que o Tribunal “resolveu agir a tempo de evitar um quadro de recrudescimento da pandemia, arrimado no já aludido parecer sanitário”.

Contudo, o magistrado defiriu, em menor escala, a medida liminar exclusivamente para “determinar ao Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE/PE) que proceda a uma periódica reavaliação do quadro que embasou a edição da Resolução n. 372/2020 e que a autoridade sanitária estadual se manifeste de forma dinâmica sobre a ratificação, ou não, do Parecer.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.