Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

Petrobras vai aumentar preço do gás de cozinha e para a indústria

O Sindigás (sindicato das distribuidoras) informou que suas associadas foram comunicadas pela Petrobras sobre o aumento.

Avatar

Publicado


A Petrobras irá reajustar o valor do GLP (gás liquefeito de petróleo), tanto industrial quanto residencial (gás de cozinha), a partir desta terça-feira (22).

O Sindigás (sindicato das distribuidoras) informou que suas associadas foram comunicadas pela Petrobras sobre o aumento.

No caso do GLP, os botijões de até 13 kg terão aumento de 4,8% a 5,3%. O GLP industrial (embalagens acima de 13 kg) deverá subir entre 2,9% e 3,2%, de acordo com a região.

Ainda de acordo com o Sindigás, o preço do GLP empresarial e do GLP residencial estão praticamente iguais. O sindicato afirma que isso “é um bom sinal para o mercado”.

O governo do presidente Jair Bolsonaro acabou, em agosto, com a política de subsídio na venda do gás de cozinha que vinha sendo praticada pela Petrobras. O término se deu por meio de uma resolução do CNPE (Conselho Nacional de Política Energética), que se tornará permanente a partir de março de 2020.

Com o fim da vantagem competitiva da estatal, o governo considera que concorrentes vão se mobilizar para importar o GLP, a exemplo do que fez a Copagas, que passou a importar diretamente da Bolívia para atender o Mato Grosso.

Com a resolução, o governo pretende manobrar 37% da composição do preço, incluindo tributos e margens de lucro na cadeia de produção e distribuição. Isso deve levar a uma redução de preço para o consumidor, na avaliação do governo.

Estimativas iniciais indicam que, com a entrada de novos competidores, o preço do gás de cozinha deve cair de R$ 23 na refinaria para cerca de R$ 16.

A política de redução de preço para os botijões de 13 kg pela Petrobras vigorava desde 2005 e foi instituída no governo do ex-presidente Lula para ajudar as famílias de baixa renda.

No entanto, o ministro considera que essa política distorceu preços sob o pretexto de ajudar a baixa renda que hoje paga cerca de R$ 90 por um botijão de gás.

Dados do ministério mostram que cerca de 70% do gás de cozinha é vendido em botijões de 13 kg, volume  muito acima do que seria consumido se somente a baixa renda utilizasse esse insumo.

Para o governo, no passado, essa política se justificava porque a diferença entre o preço do gás produzido internamente e o importado era grande. Hoje, essa diferença seria de cerca de 5%.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Sensitiva diz que teve contato pós-morte com Paulo Gustavo

Lene Sensitiva afirma que teve contato com o ator por intermédio de uma “senhorinha”.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Divulgação)

A morte do ator Paulo Gustavo, na última terça-feira (4), causou comoção no Brasil. Fãs e artistas que conviveram com o humorista prestaram diversas homenagens ao ator nas redes sociais. Até mesmo uma improvável nota de condolências foi emitida nos perfis oficiais do presidente Jair Bolsonaro.

No sábado (8), quatro dias após o falecimento do ator, uma mulher de Sorocaba, interior de São Paulo, afirma ter entrado em contato com o espírito de Paulo Gustavo. As informações são do Diário Online.

Lene Sensitiva, famosa nas redes sociais, publicou em seu perfil do Instagram que viu Paulo Gustavo, com o auxílio de uma “senhorinha”. O ator teria deixado uma mensagem para os fãs e familiares.

“Eu amo todos vocês, sou grato a todos vocês que fizeram parte da minha vida, que me ajudaram, a me tornar quem eu fui em vida. Eu amo meus filhos, amo meu marido, meus pais e minha família, gratidão”, teria sido a mensagem enviada por Paulo Gustavo.

Continuar Lendo

Cotidiano

Juliette diz que vai gravar a música ‘Deus me Proteja’ com Chico César

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Reprodução/Twitter)

A campeã do Big Brother Brasil 21, Juliette Freire, 31, confirmou que vai gravar a música “Deus me Proteja” com o cantor Chico César, 57. Em entrevista ao jornal JPB2, da TV Paraíba (afiliada da Globo), a paraibana disse que, assim que ela “conseguir dormir e respirar”, vai fazer a parceria.

Lançada em 2008, a música alcançou o primeiro lugar na Parada Viral do Spotify quando Juliette a cantou dentro da casa do BBB, em fevereiro. Em entrevista ao F5 em março, Chico César, que também é paraibano, disse que estava muito grato à conterrânea pela visibilidade dada à sua canção. As informações são da Folhapress.

“Eu já estava muito satisfeito com essa música desde que eu a gravei, mas, o fato de ela ter aparecido agora, na voz de uma mulher paraibana, foi bem simbólico e me deixa muito feliz”, afirmou. O cantor também falou que, por meio da canção, muitas pessoas puderam conhecer mais de sua carreira.

Durante a entrevista, Juliette disse que ainda não sabe se vai seguir carreira na música. “O povo diz que sou cantora. Não sou cantora ainda. Eu amo a música, eu amo cantar. Eu posso estudar e ser cantora.”

“A gente tira leite de pedra, então o que colocarem para a gente fazer a gente faz. Eu vou fazer o que me der paz, o que me der felicidade, porque dinheiro eu já tenho. Estou rica”, brincou.

Em conversa online com a imprensa, realizada na quarta-feira (5), um dia depois da final do reality, ela já havia dito que não pretendia ser famosa quando se inscreveu no BBB 21, buscava na verdade segurança financeira.

A advogada e maquiadora venceu o BBB 21 com 90,15% dos votos, em uma disputa com a influenciadora digital Camilla de Lucas, 26, e o ator e cantor Fiuk, 30. Ela levou assim o prêmio de R$ 1,5 milhão do programa -os outros dois levaram R$ 150 mil e R$ 50 mil, respectivamente.

Continuar Lendo

Brasil

Bolsonaro convoca apoiadores às ruas no dia 15: ‘Eu vou lá para o meio’

Redação PortalPE10

Publicado

Entidades de produtores rurais nos Estados organizam atos de apoio ao mandatário, contra o STF e pelo fim das medidas de isolamento social adotadas por governadores e prefeitos. (Foto: Reprodução/Facebook)

O presidente Jair Bolsonaro convocou, neste domingo (9), apoiadores para participarem de manifestações no próximo dia 15 de maio. Entidades de produtores rurais nos Estados organizam atos de apoio ao mandatário, contra o Supremo Tribunal Federal (STF) e pelo fim das medidas de isolamento social adotadas por governadores e prefeitos.

“Dia 15 pessoal, está todo mundo convocado. Eu vou lá para o meio da rua com o pessoal do campo. O pessoal do agronegócio está tomando Brasília e vou estar lá no meio deles, se Deus quiser, agradecendo pelo trabalho que eles fizeram que ao longo da pandemia eles e as outras categorias não pararam. Um abraço a todos e até o dia 15, se Deus quiser”, bradou em discurso após passeio de moto a motociclistas simpatizantes. Sem máscara, o presidente os cumprimentou com apertos de mãos, abraços e tirou selfies em meio a aglomeração e várias pessoas sem máscara ou fazendo uso inadequado do equipamento. As informações são do Correio Braziliense.

Enquanto o país registra mais de 420 mil mortos, a vacinação no país caminha a passos lentos e o isolamento social é desrespeitado pelo próprio mandatário, que incentiva a população a ir às ruas. Os eventos em questão têm como principais articuladores a Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil), a Associação Nacional de Defesa dos Agricultores, Pecuaristas e Produtores da Terra (Andaterra) e a Associação dos Cafeicultores do Brasil (Sincal).

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10. Todos os direitos reservados.