Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

PRF intensifica fiscalização de motocicletas em Pernambuco

Ação faz parte da Operação Rota Segura, que ocorre em todo o Brasil

Avatar

Publicado

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou nesta quinta-feira (10) mais uma etapa da Operação Rota Segura nas rodovias federais de todo o País. Com atuação em pontos estratégicos, os policiais farão fiscalizações em motocicletas, focando condutas irregulares e uso de equipamentos obrigatórios, visando reduzir a violência no trânsito.

Dados registrados pela PRF mostram que o número de acidentes com esse tipo de veículo tiveram queda discreta nos últimos anos: em 2013, a PRF registrou 33.374 acidentes com motocicletas, motonetas e ciclomotores em todo o Brasil, enquanto no ano passado (2014) foram 31.669 – redução de um pouco mais de 5%.

Mas a queda no número de acidentes não significou queda no número de óbitos de condutores de motocicletas: em 2013 foram 2.154 mortes no País, enquanto ano passado 2.201 pessoas morreram em acidentes com veículos de duas rodas – aumento de 2,18%. Isso demonstra o alto índice de letalidade associada, onde só em 2014, para cada mil acidentes com automóveis, foram registradas 11 mortes, enquanto para cada mil acidentes com motocicletas, houve 55 óbitos.

Com mais esta etapa da operação, unidades regionais da PRF promoverão ações coordenadas, potencializando a fiscalização de trânsito nas rodovias federais. A PRF utiliza dados estatísticos para localizar os trechos com maior incidência de determinadas situações. Nesse caso, serão fiscalizados os pontos onde condutores costumam conduzir motocicletas sem capacete, sem portar CNH, ou com outras infrações estabelecidas pelo CTB.

A PRF, por meio de fiscalizações, flagrou mais de um milhão de condutores de motocicletas em alguma situação irregular nos últimos três anos. De acordo com dados da Instituição, em 2012, 341.081 condutores cometeram infrações em rodovias federais. Em 2013 o número foi de 384.193 infrações. Já em 2014, 355.763 condutores foram flagrados cometendo alguma infração de trânsito.

Entre as infrações mais comuns relacionadas a motocicletas estão: 
– conduzir o veículo sem possuir CNH ou permissão para dirigir; 

– conduzir veículo registrado que não esteja devidamente licenciado; 

-ultrapassagem em local proibido; 

– conduzir o veículo sem capacete. 

Em 2014, em todo o Brasil, a PRF Flagrou 55.535 condutores sem habilitação, 38.845 condutores sem o licenciamento do veículo, 32.910 realizando ultrapassagem em local proibido e 24.179 condutores e/ou passageiros sem capacete.

O artigo 244, I, do CTB estabelece que: “conduzir motocicleta, motoneta e ciclomotor sem usar capacete de segurança com viseira ou óculos de proteção e vestuário de acordo com as normas e especificações aprovadas pelo CONTRAN” é uma infração gravíssima, com multa prevista de R$ 191,54 e perda de sete pontos na CNH.

Ciclomotores

As famosas “cinquentinhas” também serão alvo das fiscalizações desta quinta-feira (10). Desde o dia 30 de julho deste ano, os ciclomotores precisam ser registrados para trafegar, conforme determina a Lei nº 13.154/2015, que alterou alguns artigos do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Essa é mais uma alternativa que visa levar segurança às vias públicas, pois não se pode admitir que alguém conduza um veículo, mesmo que ciclomotor, sem que tenha passado por qualquer procedimento de habilitação.

A alteração ocorre justamente no que diz respeito ao registro dos ciclomotores, já que antes da referida lei, era competência do município. Agora, o inciso XVII do artigo 24 do CTB deixa de trazer a palavra “ciclomotores”, passando estes a serem, neste aspecto, equiparados às motocicletas, cujo registro, emplacamento, licenciamento e selagem de placa, entre outros procedimentos, é de competência dos órgãos ou entidades executivos de trânsito dos Estados e do Distrito Federal, os DETRAN´s, conforme preceitua o artigo 22, III do mesmo Diploma Legal.

 

 

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cotidiano

Palmares inicia processo de municipalização do trânsito

Agora Palmares dá início ao processo de Integração ao Sistema de Trânsito e Estruturação do Sistema de Mobilidade Urbana de Palmares.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Reprodução/PortalPE10)

O Prefeito de Palmares, Junior de Beto (PP) recebeu nesta sexta-feira o presidente do Conselho Estadual de Trânsito, Walker Barbosa. Agora Palmares dá início ao processo de Integração ao Sistema de Trânsito e Estruturação do Sistema de Mobilidade Urbana de Palmares.

O momento contou com a presença de vereadores, Secretários Municipais, representantes do Comércio, Agentes de Trânsito e demais autoridades que participaram do pontapé inicial de um dos maiores projetos de mobilidade da cidade.

De acordo com presidente do Conselho Estadual de Trânsito, a municipalização do trânsito significa que a Prefeitura passa a tomar conta dos diversos aspectos, como a fiscalização, educação e engenharia.

O próximo passo é a criação do Sistema Municipal de Trânsito e Transportes e da Junta Administrativa de Recursos de Infrações (Jari), além de instituir o conselho, a diretoria e o fundo que vão administrar, em conjunto, os recursos destinados à área.

Para o prefeito de Palmares, a municipalização também garantirá mais recursos, que serão investidos no trânsito. O processo de municipalização delega os poderes de controle do trânsito ao município, cabendo o mesmo a função de controle, gerenciamento e fiscalização.

Neste primeiro momento será realizado, atividades educacionais com a comunidade civil, incentivando a implantação de uma nova cultura e promovendo o respeito e cumprimento das leis de trânsito; regulamentação de todas as modalidades de transporte, onde será dialogado com os taxistas, mototaxistas e empresas de transportes coletivos, as demandas e necessidades de cada categoria para que se adequem ao novo sistema de trânsito do município; capacitação dos Agentes de Trânsito para que apliquem e façam cumprir a lei com responsabilidade.

Continuar Lendo

Cotidiano

Bebê morre eletrocutado ao morder fio de carregador na tomada em Pernambuco

Caso está sendo investigado pela polícia.

Redação PortalPE10

Publicado

Foto ilustrativa de bebê – (Foto: Pexels)

Um bebê de 8 meses morreu eletrocutado nessa quinta-feira (15) após morder o fio de um carregador de celular que estava na tomada em Araçoiaba, na Região Metropolitana do Recife.

Caso está sendo investigado

De acordo com a Delegacia de Araçoiaba, a criança estava com a mãe em casa quando sofreu o choque. O caso está sendo investigado pela polícia. O Conselho Tutelar também foi acionado. As informações são do NE10.

O corpo do bebê foi encaminhado para ser periciado no Instituto de Medicina Legal (IML) do Recife. O pai do menino foi ao local para reconhecer o corpo.

Continuar Lendo

Cotidiano

Adolescente de 16 anos tenta fugir, mas acaba morto a tiros em bairro de Ribeirão

Crime ocorreu na Rua José Bonifácio, em Ribeirão. Corpo de adolescente foi encaminhado para o IML.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Reprodução/Internet)

(Foto: Reprodução/Internet)

Um adolescente de 16 anos foi morto a tiros na Rua José Bonifácio, bairro Alto da Cadeia, em Ribeirão, na Zona da Mata Sul de Pernambuco, na noite de quinta-feira (15).

De acordo com a Polícia Militar, equipes foram acionadas para atender a ocorrência e encontraram a vítima caída com ferimentos causados por disparos de arma de fogo. A vítima identificada por Maurício José Medeiros Barbosa, foi alvejado diversas vezes.

No local do crime, moradores informaram que a vítima teria envolvimento com o tráfico de drogas na região. O corpo de Maurício José foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). O caso será investigado pela Polícia Civil da Delegacia de Ribeirão.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10. Todos os direitos reservados.