Nos siga nas redes sociais

Mundo

Reino Unido registra reações alérgicas após vacina e faz ressalvas

Redação PortalPE10

Publicado

Houve dois casos de reações alérgicas, mas os pacientes, que tinham histórico de alergias, passam bem.

A agência regulatória do Reino Unido alertou, nesta quarta-feira (9), que pessoas com “histórico de reação alérgica significativa” a vacinas, remédios ou alimentos não devem tomar a vacina da Pfizer contra Covid-19. Houve dois casos de reações alérgicas ao imunizante, mas os pacientes passam bem. A vacinação começou na terça-feira (8) no país.

Em comunicado, a agência definiu reações alérgicas significativas como aquelas semelhantes à anafilaxia – um tipo de reação alérgica grave e potencialmente fatal – e estendeu a recomendação a pessoas que precisam carregar adrenalina autoinjetável. Além disso, determinou que a vacinação deve ser feita apenas em locais onde houver possibilidade de reanimar os pacientes.

O diretor médico do NHS, o serviço público de saúde britânico, Stephen Powis, disse que “como é comum com as novas vacinas, a MHRA aconselhou, por precaução, que pessoas com histórico significativo de reações alérgicas não recebam esta vacina”, segundo o jornal britânico “The Guardian”.

A MHRA (sigla em inglês para Medicines and Healthcare products Regulatory Agency) é a equivalente da Anvisa no Reino Unido.

A recomendação foi feita “depois que duas pessoas com histórico de reações alérgicas significativas responderam negativamente ontem. Ambas estão se recuperando bem”, segundo Powis.

Mundo

Em caso raríssimo, mulher dá à luz 9 bebês

PortalPE10 com informações G1

Publicado

Uma mulher que pensava estar grávida de sete bebês, deu à luz a nove nenéns em um hospital do Marrocos, informou o G1 em publicação nesta quarta-feira, 5. Halima Cisse é de Mali, mas foi transferida para o país vizinho, onde teve um caso raríssimo de nônuplos.

De acordo com o G1, todo o procedimento foi organizado por meio da cooperação internacional entre os dois países e o Ministério da Saúde do Mali confirmou, nesta terça-feira (4), o nascimento dos 9 pequenos – 5 meninas e 4 meninos – e garantiu que todos passam bem.

Ainda segundo o site, o governo do Mali informou em nota que Cisse esteve por duas semanas internada em um hospital local para acompanhamento dos médicos, mas que no fim de março foi transferida para uma maternidade no Marrocos que se encarregou do procedimento de risco.

“Agradecemos o apoio da família Cisse, voluntários e de todo o povo do Mali. Damos os parabéns às equipes médicas do Mali e do Marrocos cujo profissionalismo fez com que o resultado desta gravidez fosse tão feliz”, comunicou a ministra da Saúde, Fanta Siby.

A nova mãe e seus bebês devem voltar para casa apenas em algumas semanas, informou o G1.

Continuar Lendo

Cotidiano

Sem saber que estava grávida, mulher dá à luz durante voo

PortalPE10 com informações G1

Publicado

Lavínia Mounga com o bebê Raymond no colo – (Foto: Hawaii Pacific Health)

Uma passageira de uma avião deu à luz em pleno voo. Além do fato inusitado, a mulher sequer sabia que estava gestante.

Identificada como Lavinia Mounga a mulher deu à luz no voo da Delta Airlines do Havaí, a informação foi divulgada no domingo, 02. Após o parto, ao pousar, a passageira foi levada para o hospital Hawaii Pacific Health, em Honolulu. As informações são do G1.

Segundo ela, não sabia que estava grávida de sete meses quando embarcou em Salt Lake City, no estado de Utah, com destino à capital havaiana, no dia 28 de abril.

Por sorte, o médico Dale Glenn, e três enfermeiras – Lani Bamfield, Amanda Beeding e Mimi Ho – estavam no mesmo voo e ajudaram com os procedimentos.

Mounga começou a sentir contrações após três horas de viagem – com a aeronave já sobrevoando o Pacífico –, e os trabalhadores da saúde reuniram mantas e cobertas para improvisar o parto.

Os dois estão bem e receberam, na sexta-feira (30), ainda no hospital, uma visita das enfermeiras que ajudaram a trazer o bebê Raymond para o mundo.

(Foto: Hawaii Pacific Health)

Continuar Lendo

Cotidiano

Em grave acidente 23 pessoas morrem após viaduto com trem do metrô desabar no México

Há crianças entre as vítimas e 7 feridos estão em estado grave.

PortalPE10 com informações G1

Publicado

Imagem aérea mostra região de acidente de trem do metrô depois que um viaduto desabou parcialmente na Cidade do México — (Foto: Pedro Pardo/AFP)

Um trem do metrô da Cidade do México descarrilou e despencou após um viaduto desabar na noite desta segunda-feira (3).

Ao menos 23 pessoas morreram e 65 ficaram feridas, segundo a prefeita da capital mexicana, Claudia Sheinbaum. Há crianças entre as vítimas e 7 feridos estão em estado grave. As informações são do G1.

O viaduto da linha 12 do Metrô da cidade, que vai de Mixcoac a Tláhuac, ruiu entre as estações Los Olios e Tezonco por volta de 22h30 (horário local, 0h30 de terça-feira em Brasília).

A estrutura e dois vagões desabaram sobre veículos que circulavam na avenida Tláhuac.

Vários feridos conseguiram sair dos vagões por conta própria e uma pessoa saiu com vida de um automóvel que foi esmagado pelos escombros do viaduto, segundo a prefeita.

Bombeiros e equipes de resgate trabalham para retirar vítimas de vagão que caiu depois que um trecho da Linha 12 do metrô desabou na Cidade do México — (Foto: Jose Ruiz/AP)

Dezenas de socorristas e bombeiros trabalharam durante a madrugada para retirar passageiros dos escombros, mas o resgate precisou ser interrompido pelo risco de colapso.

“Por enquanto, interrompemos o resgate porque o metrô está muito instável. Uma grua vai chegar para ajudar”, afirmou a prefeita da Cidade do México.

Segundo Sheinbaum, aparentemente uma viga da estrutura do metrô cedeu, mas a causa do acidente ainda será investigada.

José Martínez disse emocionado que normalmente pega o trem em direção a Tláhuac, mas escapou do acidente porque não conseguiu embarcar a tempo, após sair do trabalho.

“Fui salvo por cerca de 15 minutos, ainda bem que nada me aconteceu”, afirmou Martínez.
Acidentes no metrô

Equipes de resgate trabalham no local onde um viaduto do metrô desabou com vagões com passageiros dentro na Cidade do México em 3 de maio de 2021 — (Foto: Luis Cortes/Reuters)

Este é o segundo acidente no metrô da capital mexicana neste ano. Em janeiro, um incêndio nas instalações de controle do metrô deixou uma pessoa morta e 29 intoxicadas.

Em março do ano passado, uma pessoa morreu e 41 ficaram feridas após dois trens colidirem dentro de uma estação.

Inaugurado em 1969, o metrô da Cidade do México é um dos principais meios de transporte da capital e da região metropolitana, onde vivem cerca de 20 milhões de pessoas.

O metrô da cidade é o segundo maior da América do Norte, atrás apenas do de Nova York.

A Cidade do México é a capital do país e a maior cidade da América do Norte, com 9,2 milhões de habitantes.

Linha 12 do metrô

A linha 12, na qual ocorreu o acidente desta segunda-feira, foi inaugurada em 30 de outubro de 2012 pelo atual ministro do Exterior do México e então prefeito da capital, Marcelo Ebrard.

De janeiro a março, a linha transportou quase 16 milhões de passageiros (mais de 5 milhões de pessoas por mês).

Foi a 7ª linha com maior número de passageiros entre as 12 do metrô da capital mexicana.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10. Todos os direitos reservados.