Nos siga nas redes sociais

Brasil

Religiosos protestam na Esplanada contra decisão do STF sobre cultos

Redação PortalPE10

Publicado

 

A comunidade conservadora, movimento cristão, promoveu nesse domingo (11) a “Marcha da Família Cristã pela Liberdade” com aproximadamente 400 pessoas, na Esplanada dos ministérios. A iniciativa é uma releitura do evento popular que marcou a história do Brasil, com nome parecido: Marcha da Família com Deus pela Liberdade. Faixas em vários idiomas combatiam o comunismo, a suposta interferência da China, apoio a família e ao presidente Jair Bolsonaro. Sérgio Lima/Poder360 11.04.2021.

Grupos religiosos se reuniram na Esplanada dos Ministérios, em Brasília na manhã e no início da tarde deste domingo (11.abr.2021). Eles protestam contra a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) de 5ª feira (8.abr), que deu a Estados e cidades autonomia  para proibir atividades religiosas durante a pandemia. A manifestação é organizada pelo grupo Marcha da Família.

O plenário do STF revogou decisão monocrática do ministro Nunes Marques de 3 de abril. Ele havia liberado as atividades religiosas em todo o país. O presidente Jair Bolsonaro apoiou a decisão de Nunes Marques. No sábado (10.abr) Bolsonaro, criticou o STF.

O protesto começou por volta das 10h na Praça dos Três Poderes, em frente à sede do STF. Os manifestantes seguiram a pé até o outro lado do Congresso Nacional. Eles ocuparam as 6 faixas da via. Carregavam bandeiras do Brasil e de Israel e bíblias. Empunhavam faixas com críticas aos ministros do STF e de apoio a Bolsonaro.

Um carro de som liderou a manifestação. Em diferentes momentos, os organizadores oravam ou faziam discursos de apoio ao presidente. Também cantaram o Hino Nacional.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Bruno Covas piora e estado de saúde é considerado irreversível, diz boletim médico

Redação PortalPE10

Publicado

O prefeito licenciado de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), apresentou agravamento do estado de saúde nesta sexta-feira (14). Segundo boletim médico, o quadro é irreversível.

Covas está internado desde o dia 2 de maio no Hospital Sírio-Libanês, no Centro da capital paulista, para tratamento do câncer no sistema digestivo com metástase nos ossos e no fígado.

“O Prefeito Bruno Covas segue internado no Hospital Sírio-Libanês recebendo medicamentos analgésicos e sedativos. O quadro clínico é considerado irreversível pela equipe médica. Neste momento, encontra-se no quarto acompanhado de seus familiares”, diz boletim divulgado na noite desta sexta.Na segunda-feira (10), Covas havia iniciado uma nova etapa de tratamento, com a combinação de imunoterapia e terapia-alvo.A imunoterapia é feita com medicamento que reforça o sistema imunológico do paciente, para que ele próprio combata o câncer. Já a terapia-alvo, um tratamento mais recente, é feita com outro tipo de medicamento, que identifica uma proteína que existe em células cancerígenas e ataca essas células.

Na semana passada, Covas passou também por sessões de radioterapia para ajudar a conter um sangramento na cárdia detectado em um exame.

Continuar Lendo

Brasil

Ambev seleciona profissionais para 300 vagas de trabalho

Processo seletivo será totalmente on-line.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Divulgação)

A Ambev, cervejaria brasileira, está oferecendo mais de 300 vagas para profissionais de tecnologia, que irão integrar a Ambev Tech, hub criado pela instituição a fim de elaborar e desenvolver soluções tecnológicas inovadoras para todo o processo produtivo da empresa. A seleção é totalmente on-line e as inscrições devem ser feitas no site da companhia.

Embora a Ambev Tech possua escritórios em Blumenau (SC), Maringá (PR), Jaguariúna (SP), Campinas (SP) e em São Paulo (SP), podem candidatar-se às vagas profissionais de todo o País, uma vez que há a possibilidade do trabalho ser realizado nas modalidades remota, híbrida ou presencial. De acordo com a assessoria da Ambev, no momento todos os profissionais estão trabalhando remotamente. As informações são do LeiaJá.

“Já temos mais de 1600 talentos em nosso time de tecnologia, sendo pelo menos 1200 profissionais ligados ao desenvolvimento de plataformas e soluções para toda a Ambev, de fábricas a escritórios”, explica o CTO da Ambev, Eduardo Horai, de acordo com a assessoria da empresa.

“Estamos passando por um momento de transformação profunda e abrangente na Ambev, que passa pela nossa estrutura, portfólio, comportamentos, forma como nos relacionamos com a sociedade e, também, a maneira de fazer negócios. E a tecnologia é uma peça fundamental nessa transformação”, acrescenta.

Confira, a seguir, as vagas e áreas disponíveis:

Desenvolvimento de software: 130

Arquitetura de software: 24

Dados & Analytics: 25

Thank you for watching

Produto / Negócio: 27

Infraestrutura: 30

Design: 17

QA: 15

Agilidade: 10

DevOps: 9 Gestão: 21

Continuar Lendo

Brasil

Atrás de Lula no Datafolha, Bolsonaro diz que petista só ganha eleição na fraude em 2022

Redação PortalPE10

Publicado

O presidente Jair Bolsonaro voltou nesta sexta-feira (14) a colocar o sistema eleitoral brasileiro em xeque, defendeu a aprovação do voto impresso e afirmou que o ex-presidente Lula (PT) só ganhará as eleições de 2022 na fraude.

“Um bandido foi posto em liberdade, foi tornado elegível, no meu entender para ser presidente. Na fraude. Ele só ganha na fraude no ano que vem”, disse Bolsonaro em Terenos (MS), onde participou de um ato para a entrega de títulos de posse de terra.

As declarações do presidente foram feitas dois dias após a divulgação da pesquisa Datafolha que apontou o ex-presidente Lula liderando a corrida eleitoral do próximo ano.

Segundo o Datafolha, Lula tem 41% das intenções de voto no primeiro turno, contra 23% de Bolsonaro. No segundo turno, Lula venceria Bolsonaro por 55% a 32%, desempenho puxado sobretudo pelas intenções de voto no Nordeste. A pesquisa ainda apontou queda de popularidade do presidente.

Em um segundo pelotão, embolados, aparecem o ex-ministro da Justiça Sergio Moro (sem partido), com 7%, o ex-ministro da Integração Ciro Gomes (PDT), com 6%, o apresentador Luciano Huck (sem partido), com 4%, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), que obtém 3%, e, empatados com 2%, o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (DEM) e o empresário João Amoêdo (Novo).

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10. Todos os direitos reservados.