Nos siga nas redes sociais

Entretenimento

Repórter é presa após negar entrega de celular com vídeo de abordagem policial

De acordo com a revista Fórum, Thaís estava de férias e teria sido abordada pela polícia

Avatar

Publicado

   (Crédito: Reprodução)

A repórter Thaís Nunes, do SBT, foi detida na 20º Delegacia de Polícia (DP) de São Paulo na última segunda-feira (5/9). De acordo com o jornalista Fernando Rodrigues, da Folha de São Paulo, Thaís teria se recusado a entregar o seu celular para um PM após gravar uma abordagem violenta.

De acordo com a revista Fórum, Thaís estava de férias e teria sido abordada pela polícia, junto com um amigo, em uma praça da zona norte da capital.

“A repórter Thaís Nunes, do SBT, de quem tenho a honra de ser amigo, está detida no 20° DP de São Paulo (SP) por se recusar a entregar seu celular a um PM, durante uma abordagem violenta a ela e um amigo, em uma praça da zona norte. O policial masculino tentou a revistar, o que é proibido, tentou tomar o seu celular e ainda sacou sua arma de trabalho contra ela, tudo em plena luz do dia. A profissional esta de férias e sua “atitude suspeita” era estar em uma praça conversando e aproveitando o dia de sol. Compartilhem esse atentado contra a democracia”, postou o amigo.

De acordo com a publicação, um dos policiais da delegacia afirmou que o motivo da detenção só seria fornecido pela secretaria de Segurança Pública. A secretaria, por sua vez, não se pronunciou ainda sobre o caso.

Uma nota publicada no blog da Polícia Militar de São Paulo afirmou que o casal estav em uma praça conhecida pelo comércio de drogas. “Desse modo os policiais se aproximaram do casal que lá permaneceu e efetuaram a abordagem e nessa vistoria nada foi encontrado, contudo, a mulher do jovem casal se recusou a ser vistoriada pela policial feminina (uma das integrantes da equipe), não quis apresentar documentos que comprovassem sua real identidade, desrespeitou os policiais e, com muito esforço, descobriu-se que se tratava de uma jornalista do SBT”, afirmam.

De acordo com o comunicado, a equipe policial não teve outra opção senão prender Thaís por desobediência. Na delegacia, foi lavrado boletim de ocorrência de desobediência e também de averiguação de abuso de autoridade.

Uma investigação foi aberta sobre o caso após pedido da Comandante do 43º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano para apurar como foi feita a atuação policial.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entretenimento

Gusttavo Lima e Andressa Suita viajam até Angra para tentar reconciliação

PortalPE10 com informações UOL

Publicado

REPRODUÇÃO

Segundo informações enviadas à coluna, Gusttavo Lima e Andressa Suita estão em Angra dos Reis (RJ) buscando uma reconciliação. Eles costumavam ir em família passar férias na paradisíaca cidade fluminense. Os dois filhos, Gabriel e Samuel, ficaram com a mãe de Suita, dona Suely. Os pequenos devem encontrar os pais posteriormente. As informações são do colunista Léo Dias, do Metrópoles.

De acordo com pessoas próximas, eles já teriam decidido seguir juntos, mas procuram a melhor forma de anunciar publicamente a decisão. O cantor e a modelo estariam se comunicando desde antes da live realizada pelo sertanejo no último sábado (17/10).

Além da questão óbvia de tentarem manter a família unida, Lima e Suita têm contratos milionários que envolvem o casal. À coluna, fontes afirmaram que a decisão de Gusttavo de terminar o casamento aconteceu porque Andressa teria ido até o escritório do artista tentar flagrá-lo traindo-a.

Em entrevista à coluna no dia 9 de outubro, quando a separação se tornou pública, o sertanejo fez questão de afirmar que nunca traiu a ex-mulher. “Do mesmo jeito que entrei no relacionamento, eu quis sair pela porta da frente. Sem sacanagem, sem traição”, afirmou.

Continuar Lendo

Entretenimento

‘Deu o 1º pedaço de bolo para a irmã’, diz mãe de meninas de vídeo que viralizou após a mais velha apagar velas da caçula em festa de aniversário

Irmã mais velha apagou vela de aniversário da caçula, que revidou com um puxão de cabelo. Caso aconteceu em Pato Branco, e as duas fizeram as pazes, segundo a madrinha delas.

Lucas Passos

Publicado

Um vídeo de uma festa de aniversário no último domingo (18), em Pato Branco, na região sudoeste do Paraná, viralizou nas redes sociais. Durante o parabéns, em comemoração aos 3 anos de Maria Eduarda, a irmã, Maria Antonia, de 6 anos, não se aguentou a apagou a vela antes dela, que reagiu com um puxão de cabelo. (veja o vídeo acima)

Apesar da confusão, a mãe das meninas, Marines dos Santos Fernandes, de 43 anos, garante que a relação das duas é de amor e amizade. “Tanto que a Maria Eduarda deu o primeiro pedaço de bolo para a irmã e as duas brincaram a festa toda”, disse.

Marines pediu ao G1 que, por causa da repercussão, o rosto das meninas não fosse mostrado no vídeo.

A madrinha das duas meninas, que gravou o momento, também destacou a boa relação das irmãs. “Foi uma briga de criança e típica de irmãos”, disse Gabriela Aureluk. Segundo ela, depois do ocorrido, a irmã mais velha ficou constrangida e saiu chorando. “Nós conversamos com as duas, convencemos ela a voltarem para a festa, as duas fizeram as pazes e ficou tudo bem”, detalhou a madrinha.

O vídeo foi postado por Gabriela no Instagram e foi parar em grupos de WhatsApp. “Aí perdemos o controle. Muita gente compartilhou e estamos, infelizmente, preocupados com a reação negativa de todo mundo”, lamentou. Maria Antonia vem sendo alvo de ataques nas redes sociais.

Ela disse que decidiu postar porque todo ano filmam a festa e desta vez não foi diferente. “Neste ano nós fizemos uma festa bem menor, com 15 pessoas, por causa da pandemia. Eu postei mesmo por causa da família, porque, naquele primeiro momento, achamos engraçado. Mas eu jamais tive a intenção de que mais pessoas compartilhassem”, explicou.

Irmã mais velha acostumada a apagar a vela

Marines disse ainda que também não esperava a reação das filhas e que, nos outros aniversários da Maria Eduarda, a irmã mais velha foi quem apagou a vela. Isso porque a caçula ainda era muito nova e não tinha fôlego para isso.

“E desta vez não foi diferente. Ela achou normal e fez isso para ajudar a irmã e não para provocá-la”, explicou. Marines disse que, antes da festa, Maria Antonia também estava um pouco enciumada porque a irmã caçula ganhou presentes, mas considera que a situação também é muito normal entre irmãos.

Segundo ela, Maria Eduarda nunca gostou de ser contrariada, mas a atitude em puxar o cabelo da irmã aconteceu pela primeira vez.

Ela também contou que ficou chocada com os comentários negativos sobre as filhas e fez questão de destacar que a família não incentiva a violência de maneira alguma. “A Maria Antonia é um doce de criança”, afirmou.

Fonte: G1

Continuar Lendo

Entretenimento

Briga de irmãs durante aniversário viraliza na internet; veja vídeo

Irmã mais nova se irritou com a mais velha

Marcelo Passos

Publicado

Um vídeo que mostra uma briga de irmãs durante uma festa de aniversário viralizou nas redes sociais na noite dessa segunda-feira (19). Nas imagens, a irmã mais nova, Maria Eduarda, de três anos, estava prestes a soprar as velas do bolo quando sua irmã mais velha, Maria Antônia, de seis anos, soprou antes dela. Irritada, a menina mais nova foi para cima da irmã e puxou os cabelos dela.

Os convidados apartaram a briga. O aniversário ocorreu nesse domingo (18). O vídeo foi postado pela tia das meninas, Gabriela Aureluk e até entrou para os trending topics do Twitter. Ela disse ao site Hugo Gloss que não imaginava tanta repercussão na internet. De acordo com ela, as meninas tem uma relação normal de irmãs.

“Como era aniversário da mais nova, a mais velha estava com ciúmes, é normal. Elas se dão super bem, não ficam longe uma da outra. Só que ontem, durante a festa, os presentes eram para a pequena, os abraços eram para a pequena, ela ficou de lado, então isso começou a gerar um ciúme”, explica a tia.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por PortalPE10 (@portalpe10) em

Ainda de acordo com Gabriela, a paz voltou pouco depois: “É aquela relação de irmãs. Uma hora estão se estapeando, outra hora estão se abraçando”. Ela ainda postou uma foto das meninas juntas cortando o bolo. “Para quem está dizendo que elas se odeiam, logo depois estavam cortando o bolo juntas. Só quem tem irmãos entende”, acrescentou.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.