Nos siga nas redes sociais

Mata Sul

Representantes de redes municipais de educação em PE decidem manter suspensão de aulas presenciais

Decisão leva em conta diferentes realidades das 184 cidades do estado, segundo presidente da União de Dirigentes de Educação dos Municípios no estado.

Lucas Passos

Publicado

Com datas estipuladas pelo governo de Pernambuco para a volta às aulas presenciais de escolas das redes pública e privada do ensino médio e em meio à pandemia da Covid-19, representantes da educação dos municípios têm tido cautela quanto ao retorno. Segundo o presidente da União de Dirigentes de Educação dos Municípios em Pernambuco (Undime-PE), Natanael José da Silva, secretários municipais de educação decidiram manter a suspensão de aulas presenciais.

“Cada rede tem autonomia, cada município, para observar essa movimentação que se dá em se tratando da evolução do vírus em Pernambuco. Não há nenhum município que tenha se posicionado até o momento quanto ao retorno”, disse Silva.

A decisão, tomada na quinta (24), leva em conta as diferentes realidades dos 184 municípios pernambucanos, segundo Silva. Ainda não há data para o início da retomada dos ensinos infantil e fundamental.

“Temos uma diversidade muito grande em termos de normalidade. Nesse período de pandemia, há um entendimento por parte dos municípios e das famílias [de estudantes] quanto à insegurança para o retorno”, afirmou.

As diferenças entre as situações dos municípios, segundo Silva, podem ser vistas analisando as soluções para manter o ensino diante das recomendações de distanciamento social.

“Desde o primeiro momento da suspensão das aulas, as redes municipais ou a grande parte delas iniciou a elaboração de planejamentos que dessem conta desse período pandêmico. Houve atendimento dos estudantes por meio das tecnologias, mas em alguns casos, em alguns municípios, isso não foi possível num primeiro momento e ocorreu o envio de atividades impressas”, afirmou.

Diante desse cenário, a entidade elaborou um documento com recomendações para a adequação de escolas antes da retomada de aulas presenciais.

“São proposições que trazem orientações para que as redes municipais, escolas, gestores e professores tenham um norte para organizar esse possível retorno”, informou Silva, que também é secretário municipal de Educação no município de Belém de Maria, na Zona da Mata.

“Temos os protocolos sanitários, a organização posta para o retorno, mas tudo isso não garante ainda a segurança na totalidade. A transmissibilidade do vírus ainda existe […] e por mais que se tenha a sensação de que nós não estamos num período pandêmico, isso não é verdade”, disse o representante da Undime-PE.

Veja como ocorre a volta às aulas em Pernambuco

Na segunda (21), o governo de Pernambuco autorizou a retomada das aulas presenciais para alunos do ensino médio, a partir do dia 6 de outubro. A volta ocorre em três etapas, começando pelas turmas do 3º ano. A decisão é válida para as redes pública e privada do estado.

No dia 13 de outubro, poderão retomar às aulas os estudantes do 2º ano e, no dia 20 de outubro, está autorizado o retorno dos estudantes do 1º ano, do ensino técnico concomitante (cursado em conjunto com o ensino médio) e subsequente (após a conclusão do ensino médio) e da Educação de Jovens e Adultos (EJA). Cursinhos e ensino superior já tinham sido liberados pelo governo.

Cabe às escolas particulares a decisão sobre o retorno, ou não, do processo de retomada das aulas presenciais, desde que observem as regras estabelecidas pelo governo. Para os estudantes, o retorno é opcional e, no caso dos menores de idade, a decisão deverá ser tomada pelos pais ou responsáveis. Na rede estadual, há 1.060 escolas.

Estatísticas da Covid-19 no estado

Foram confirmados, na quinta-feira (24), 538 casos e 25 óbitos por Covid-19 em Pernambuco. Com esse acréscimo, o estado passou a totalizar 143.703 pessoas infectadas pelo novo coronavírus e 8.110 mortes por causa da doença. Os números são registrados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) desde 12 de março.

Mata Sul

Hospital Regional de Palmares tem 15 pacientes internados na Ala Covid, sendo 7 em leitos de UTI

Redação PortalPE10

Publicado

O Hospital Regional de Palmares, na Mata Sul  divulgou na manhã desta terça-feira (26) um boletim diário com os dados da ocupação dos leitos de Covid-19, em Palmares

Conforme o relatório, 09 pessoas estão internautas em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva),A capacidade total da UTI Covid-19 do Hospital Regional de Palmares é 20 leitos.

 “Enfermaria Covid-19”

13 pacientes estão no leito da Enfermaria Covid-19. Destes, 13 pacientes na enfermaria 02 positivos, 5  já tiveram resultado negativo para doença, enquanto outros 6 aguardam os resultados.

A capacidade total da enfermaria (casos mais leves e suspeitos ) é 30 leitos. O boletim finaliza informando que nas últimas 24h o HRP não registrou nenhum óbito de pacientes com COVID-19.

 

 

Continuar Lendo

Mata Sul

Em UTI humanizada, Amanda Wanessa evolui e pode ir para quarto ‘a qualquer momento’

Recentemente, Amanda Wanessa mexeu o pescoço e abriu os olhos, pela primeira vez, e começou a respirar sem a ajuda de aparelhos.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Reprodução/Instagram)

A cantora gospel Amanda Wanessa apresentou uma nova melhora em seu estado de saúde. Recentemente, Amanda Wanessa mexeu o pescoço e abriu os olhos, pela primeira vez, depois de 15 dias internada.

Além disso, Amanda Wanessa já consegue respirar sem aparelhos. A cantora gospel segue internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular, no Recife, ainda sem previsão de alta.

No entanto, segundo novas informações publicadas por familiares no Instagram da cantora, “Amanda Wanessa continua evoluindo em seu quadro clínico e às respostas aos estímulos”.

Além disso, amanda está em uma UTI humanizada e, segundo os médicos que acompanham o caso, por causa dessas melhoras ela “pode ser transferida para o quarto a qualquer momento.”

Confira a atualização

No último dia 10, a assessoria da gravadora MK Music divulgou uma nota informando que após, passar por cirurgias, a cantora “mexeu olhos e braço, num momento em que o marido, Dobson Santos, estava ao seu lado”.

Amanda Wanessa sofreu um acidente de carro, no dia quatro de janeiro, na PE-60, no município de Rio Formoso. *Com informações TV Jornal.

Continuar Lendo

Cotidiano

Artista palmarense Genésio Cavalcanti morre por complicações da Covid-19

Genésio Cavalcanti estava internado na UTI do Hospital Regional de Palmares (HRP), onde teve o estado de saúde agravado neste domingo (24).

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Divulgação)

O poeta, escritor e empresário palmarense, Genésio Cavalcanti, morreu por complicações da Covid-19, a informação foi divulgada neste domingo (24).

Genésio estava internado havia alguns dias no Hospital Regional de Palmares (HRP), mas de acordo com o boletim médico, ao longo da internação, seu estado de saúde teria se agravado e ele precisou ficar internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

No sábado segundo o boletim seu estado de saúde era estável com “pressão arterial normal, função renal normal. Porém, sedado, entubado e sob ventilação mecânica total. Sem febre ou outras anormalidades.”, informou o boletim.

Neste domingo (24) o quadro teria se agravado e o empresário acabou não resistindo.

Genésio é autor de várias obras como Noites Ensolaradas, Poéticas de Amor, Alma de Poeta e Tempo de Amar. Ele também era integrante da Academia Palmarense de Letra (APLE) e empresário.

Nas redes sociais amigos e familiares desejavam melhoras ao artista e realizavam orações pela recuperação.

Genésio Cavalcanti deixa esposa e dois filhos.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.