Nos siga nas redes sociais

Esportes

São Paulo bate Paraná na estreia no Brasileiro mesmo com time misto

Desde o triunfo contra o Corinthians por 1 a 0, em 25 de março, foram um empate e duas derrotas

Avatar

Publicado

São Paulo estreou no Campeonato Brasileiro com a cabeça voltada para a Copa do Brasil e por isso jogou sem cinco titulares diante do Paraná. Apesar disso, a equipe conseguiu vencer por 1 a 0, no estádio do Morumbi, em São Paulo, na noite desta segunda-feira, para alivio geral.

Desde o triunfo contra o Corinthians por 1 a 0, em 25 de março, foram um empate e duas derrotas.

Na próxima quinta-feira, o São Paulo volta ao Morumbi, mas para encarar o Atlético-PR por uma vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil. Como perdeu em Curitiba por 1 a 0, a equipe paulistana precisa de uma vitória por dois gols de diferença para avançar de fase no tempo regulamentar.

Mesmo com o foco inteiro no torneio mata-mata, que assegurará ao campeão uma vaga na próxima Copa Libertadores e uma premiação de R$ 50 milhões, era importante vencer nesta segunda-feira para trabalhar com a cabeça tranquila até o jogo.

Quem assegurou essa tranquilidade foi o zagueiro Bruno Alves, autor de uma finalização de cabeça aos 36 minutos do primeiro tempo que abriu o placar. Ele foi um dos reservas utilizados pelo técnico Diego Aguirre na partida. Substituiu o equatoriano Arboleda, poupado.

Também foram poupados o volante Petros, o meia Nenê, o meia-atacante Liziero e o atacante Tréllez.

O time tricolor não sentiu tanta falta desses jogadores graças ao Paraná, que tratou mais de se defender e esqueceu de atacar. No primeiro tempo os paranistas não deram chute algum ao gol. Foram melhorar na etapa final, quando passaram a jogar no erro da defesa são-paulino. Muito pouco.

Com o triunfo na estreia, o São Paulo se junta a outros sete times que também venceram na rodada de estreia. Pelo saldo, é o sétimo colocado. O Paraná, que assim como outros sete times perdeu, aparece na 15ª posição.

Pelo Campeonato Brasileiro, o São Paulo volta a campo no próximo domingo para enfrentar o Ceará, em Fortaleza. Na mesma data, o Paraná jogará com o Corinthians, em Curitiba.

Confira abaixo o que aconteceu de melhor durante a partida.

TIME MISTO

Pensando no duelo que decidirá  a vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil, o técnico Diego Aguirre mexeu na formação titular do São Paulo.

Deixou fora cinco titulares. No caso Arboleda, Petros, Liziero, Nenê e Tréllez, que foram substituídos por Bruno Alves, Hudson, Lucas Fernandes, Cueva e Brenner, respectivamente.

Essa não foi a única mudança. Sem Reinaldo, que sofreu uma contratura na coxa esquerda na última quinta-feira e deve desfalcar o time por mais duas semanas, ele improvisou Régis na lateral esquerda.

MUITA POSSE DE BOLA…

O São Paulo chegou a ter quase 65% da posse de bola na meia hora inicial de jogo, com domínio territorial e sem sofrer sustos defensivos. No entanto, isso não refletiu em chances de gol. O time teve apenas um chute certo, de Lucas Fernandes. Richard defendeu.

A falta de força ofensiva fez o público presente no Morumbi esfriar e o duelo oscilou em qualidade.

Nas poucas vezes que poderia ter chegado próximo ao gol, o São Paulo parou na defesa paranista ou em erros próprios.

E O GOL

De tanto insistir, o gol aconteceu.

Foi aos 36 minutos da etapa inicial. Cueva descolou um cruzamento para a área, na cabeça do zagueiro Bruno Alves, aniversariante da noite. Ele finalizou sem dificuldade e marcou.

Na comemoração, foi abraçado pelos companheiros e até ficou emocionado. Foi o segundo tento dele pelo time tricolor.

LEDO ENGANO

Isso não se confirmou na sequência da partida. Os dois times caíram muito, cometendo mais erros.

Até conseguiram finalizações ao gol (algo que faltou no primeiro tempo), mas nada que complicasse as defesas.

Aguirre até mexeu no time duas vezes. Colocou Junior Tavares no lugar de Brenner, muito apagado, e Nenê na vaga de Cueva, cansado. Mas o panorama não mudou.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO X PARANÁ

CAMPEONATO BRASILEIRO 2018 – 1ª RODADA

DATA/HORA: segunda-feira, 20h

LOCAL: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)

PÚBLICO: 11.327 presentes

RENDA: R$ 338.295,00

ÁRBITRO: Braulio da Silva Machado

ASSISTENTES: Kleber Lucio Gil e Henrique Neu Ribeiro

CARTÃO AMARELO: Éder Militão (SPO), Junior Tavares (SPO), Régis (SPO) e Sidão (SPO); Leandro Vilela (PAR) e Thiago Santos (PAR)

GOLS: Bruno Alves (SPO), aos 36 minutos do 1º tempo

SÃO PAULO: Sidão; Éder Militão, Rodrigo Caio, Bruno Alves e Régis; Jucilei, Hudson, Cueva (Nenê) e Lucas Fernandes (Valdívia); Marcos Guilherme e Brenner (Junior Tavares). Técnico: Diego Aguirre

PARANÁ: Richard; Alemão, Jesiel, Rayan e Mansur (Marcelo Báez); Leandro Vilela (Thiago Santos), Wesley Dias, Carlos Eduardo e Caio Henrique; Silvinho e Diego (Léo Itaperuna). Técnico: Rogério Micale

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Maradona terá alta do hospital nesta quarta-feira, afirma advogado

Ex-atleta seguirá em recuperação em uma casa adaptada em Buenos Aires.

Marcos Philipe Passos

Publicado

O ex-jogador de futebol Diego Maradona “está inteiro” e terá alta ainda nesta quarta-feira (11) do hospital no qual está internado, devido a uma operação na cabeça e outros problemas de saúde, anunciou seu advogado.

Maradona, de 60 anos, foi operado na semana passada de um hematoma subdural e depois, por decisão familiar e médica, permaneceu hospitalizado devido a uma “baixa anímica, anemia e desidratação” e um quadro de abstinência devido ao vício em álcool, segundo os primeiros informes médicos.

“O resultado foi ótimo, Diego está inteiro e com vontade de se recuperar, e hoje está prevista a alta”, disse Matías Morla aos repórteres na porta do hospital. “O bom é que Diego está inteiro, Diego está firme, Maradona ainda dura um tempo.”

Assim que deixar a clínica, Maradona continuará sua recuperação em uma casa especialmente adaptada nos subúrbios da zona norte de Buenos Aires (Argentina), à qual só terão acesso poucas pessoas, informou Morla.

“Diego talvez tenha passado o momento mais duro de sua vida, e acho que foi um milagre que se tenha detectado este derrame em sua cabeça, que poderia lhe ter tirado a vida”, opinou o advogado.

*Com informações Agência Brasil

Continuar Lendo

Esportes

Rogério Ceni dá adeus ao Fortaleza e é o novo técnico do Flamengo

Domènec Torrent deixou o cargo de treinador nessa segunda-feira (9/11) e o ex-goleiro já está no Rio de Janeiro para substitui-lo

Lucas Passos

Publicado

ALEXANDRE LOUREIRO/GETTY IMAGES

Rogério Ceni deixou o Fortaleza e disse “sim” ao projeto do Flamengo. Domènec Torrent deixou o cargo de treinador nessa segunda-feira (9/11) e o ex-goleiro já está no Rio de Janeiro para substitui-lo. Ele chegou à capital carioca na manhã desta terça-feira (10/11) e assinou contrato para até dezembro de 2021.

O treinador já comandará o treino desta terça-feira no CT Ninho do Urubu. Inicialmente marcada para o período da manhã, a atividade foi adiada para a tarde, a partir das 16h, para que o técnico tivesse tempo de chegar, ajustar os detalhes finais do contrato e ser apresentado ao elenco. A apresentação oficial, com entrevista coletiva, está marcada para as 13h30, horário de Brasília.

Ceni é o terceiro treinador do Flamengo em 2020 e o primeiro brasileiro. O português Jorge Jesus deixou o cargo em julho para treinar o Benfica, e o espanhol Domènec não resistiu após sequências de derrotas por goleada. O anúncio de Rogério foi feito nesta terça.

O clube tem pela frente decisões das quartas de final da Copa do Brasil contra o São Paulo e das oitavas da Libertadores diante do Racing da Argentina. O jogo de ida com o tricolor será já nesta quarta (11/11), no Maracanã.

Fonte: Metrópoles

Continuar Lendo

Esportes

Após goleadas sofridas no Brasileiro, Flamengo decide pela saída de Domènec Torrent

Catalão de 58 anos sai com 63,8% de aproveitamento em 26 jogos pelo Flamengo

Marcelo Passos

Publicado

Depois das duas goleadas consecutivas sofridas no Campeonato Brasileiro – 4 a 1 para o São Paulo e 4 a 0 para o Atlético-MG -, o Flamengo tomou a decisão nesta segunda-feira de demitir o técnico Domènec Torrent. Mauricio Souza, da equipe sub-20, comanda a equipe interinamente.

A decisão foi tomada no dia seguinte à mais uma goleada sofrida no Brasileirão. No Mineirão, o Flamengo tinha a possibilidade de assumir a liderança isolada do campeonato, mas sofreu dois gols em sete minutos de jogo e perdeu por 4 a 0 para o Atlético-MG, gols de Gustavo Henrique (contra), Keno, Sasha e Zaracho.

Dome foi anunciado pelo Flamengo no fim de julho como substituto de Jorge Jesus, que deixou o clube rumo ao Benfica. De lá para cá, foram 26 jogos, com 15 vitórias, cinco empates e seis derrotas – aproveitamento de 63,8%. Sob comando do ex-auxiliar de Guardiola, os rubro-negros fizeram 42 gols e sofreram 36.

O Flamengo é o atual terceiro colocado do Brasileirão, com 35 pontos – tem a mesma pontuação do Atlético-MG e um a menos que o líder Internacional. A equipe está nas quartas de final da Copa do Brasil (vai enfrentar o São Paulo) e nas oitavas de final da Libertadores (onde pega o Racing).

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.