Nos siga nas redes sociais

Pernambuco

Seca avança em Pernambuco e atinge mais da metade do território, aponta monitor

De acordo com os índices, o aumento foi de 37,68% em julho para 54,29% no último mês.

Marcelo Passos

Publicado

Seca no Nordeste – Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Dados do Monitor de Secas da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) mostram que, em agosto, Pernambuco registrou expansão de área seca fraca – regiões de estiagem. De acordo com os índices, o aumento foi de 37,68% em julho para 54,29% no último mês.

O Governo do Estado decretou situação de emergência por estiagem em 55 municípios do Sertão, em 11 de setembro, e mais recentemente, no último sábado (19), em mais 59 cidades do Agreste. Ou seja, atualmente há 114 dos 184 municípios pernambucanos em emergência por causa da seca.

Segundo o monitor, a expansão da seca em agosto ocorreu justamente para o Litoral Norte e Agreste, além do surgimento de seca fraca no Sertão. “Esta com impactos de curto prazo. Houve mudanças nos impactos da seca no Sertão do São Francisco e no centro do estado, que passaram de longo para curto e longo prazo. No leste, os impactos permanecem de curto e longo prazo”, diz nota técnica oficial da ANA.

A situação de seca aumentou em 12 dos 19 estados acompanhados pelo monitor. Além de Pernambuco, foi registrado progesso na estiagem em Alagoas, Ceará, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Paraíba, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Sergipe e Tocantins. Em Pernambuco, a ANA ressalta que o grau de severidade da seca se manteve.

A redução de áreas com o fenômeno aconteceu somente na Bahia e no Espírito Santo, sendo que o Distrito Federal se manteve sem seca. Enquanto Mato Grosso do Sul manteve 100% de seu território com seca, os três estados do Sul – Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina – ainda não podem ter sua situação comparada com meses anteriores porque estreiam no Mapa do Monitor de agosto, que é o mais recente.As informações são do Portal Folha de Pernambuco

 

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pernambuco

Leilão online do Detran-PE terá 376 veículos com lance inicial a partir de R$ 100

Redação PortalPE10

Publicado

Carros e motos estarão disponíveis no leilão virtual do Detran-PE – Paulo Maciel/Divulgação

O Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE) realiza, nesta sexta-feira (29), às 9h, o seu 2º Leilão de Veículos Apreendidos, que ocorrerá de forma virtual, através do site da empresa Coliseum Leilões (www.coliseumleiloes.com.br).

Estarão disponíveis 376 veículos, entre motos e carros, alguns bem conservados, outros em estado de sucata. O lance mínimo gira em torno de R$ 100.

O edital de descrição, no qual os interessados podem conferir as especificações e condições da participação no leilão, está disponível tanto no site do Detran-PE (www.detran.pe.gov.br) quanto na página da Coliseum.

Caberá ao arrematante requerer e pagar pela expedição da 2º via do Certificado de Registro do Veículo (CRV), bem como arcar com o valor dos serviços de Baixa do Gravame e outras taxas, a exemplo da de Licenciamento, a de transferência do veículo e a taxa de Emplacamento.

Todo o valor arrecadado no leilão é usado para pagar as dívidas dos veículos apreendidos. Os débitos são quitados e, caso haja resíduo restante, a quantia volta para o proprietário anterior do veículo.

Leilão
Este tipo de evento insere o Detran-PE na agenda ambiental ao colaborar com a reciclagem automotiva e com a retirada de veículos abandonados nas ruas.

A decisão de levar um veículo a leilão está de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB): após 60 dias de apreensão, os veículos não reclamados devem ser leiloados.

Serviço

2º leilão on-line do Detran-PE em 2021 disponibiliza 376 veículos
Quando: 29 de janeiro de 2021
Horário: 09h
Onde: Site da Coliseum, www.coliseumleiloes.com.br

Continuar Lendo

Pernambuco

OAB vai ao CNJ contra o fechamento de 43 comarcas em Pernambuco

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Divulgação/OAB Palmares)

A OAB Pernambuco protocolou junto ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) um Procedimento de Controle Administrativo (PCA), com pedido liminar, contra a resolução 445/2020 do Tribunal de Justiça (TJPE), que prevê a desativação de 43 comarcas no Estado. A seccional pernambucana sustenta que a resolução é inconstitucional, ilegal e ainda ressalta o enorme óbice que causará no acesso à Justiça no Estado, já que serão fechadas praticamente 30% das 150 comarcas existentes.

No PCA, a OAB-PE classifica como inconstitucional a resolução por ela ter sido aprovada pelo TJPE sem abrir debate junto à sociedade civil sobre seu mérito, principalmente sem ouvir os mais afetados com a medida, no caso, a Ordem, como representante da advocacia, e os municípios atingidos.

Também enfatiza que o fechamento não pode ser tratado por meio de uma resolução administrativa do tribunal. Seguindo a Constituição Estadual e a Lei de Organização Judiciária, o encerramento de comarcas só pode acontecer por meio de projeto de lei a ser apreciado pela Assembleia Legislativa.

Outra ilegalidade apontada pela OAB-PE refere-se ao artigo 81 da Constituição Estadual, que prevê que todo município será sede de comarca. “Entretanto, o TJPE ao invés de honrar o texto constitucional e legal, espezinhou tais comandos, uma vez que, teratologicamente, editou Resolução para agregar/extinguir Comarca em total descompasso aos referidos comandos”, expôs a OAB-PE, no PCA.

Continuar Lendo

Palmares

Vacina contra Covid-19: Palmares recebe mais 440 doses para vacinar idosos com mais de 85 anos

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Reprodução/PortalPE10)

Pernambuco iniciou, nesta terça-feira (26.01), a imunização dos idosos com mais de 85 anos de idade. O ato simbólico, que contou com a presença do governador Paulo Câmara, aconteceu no Compaz Escritor Ariano Suassuna, localizado no bairro de San Martin, no Recife, e teve, ao todo, dez pessoas desse público-alvo vacinadas. As 84 mil doses da AstraZeneca/Oxford, que chegaram ao Estado no último domingo, estão sendo destinadas à imunização de pernambucanos desse grupo prioritário. Palmares na Mata Sul já recebeu doses da vacina.O município recebeu 440 doses, que serão aplicadas nos idosos com mais de 85 anos, conforme recomendações do Ministério da Saúde e da SES-PE.

De acordo com a prefeitura nesta segunda etapa, a vacinação destinada para os idosos com mais de 85 anos será realizada de duas formas: nas unidades básicas de saúde do município e também em domicílio para os idosos que apresentarem dificuldade de locomoção ou forem acamados.

“As vacinas já saíram de toda a nossa distribuição, e devem chegar à última Gerência Regional de Saúde no interior até o final do dia. O Governo do Estado está cumprindo com o planejamento. As vacinas chegam a Pernambuco, são redistribuídas para todas as Geres e os municípios ficam aptos a buscar suas doses”, enfatizou Paulo Câmara. O insumo da AstraZeneca/Oxford/Fiocruz, em sua primeira remessa, é voltado para os idosos a partir dos 85 anos. Das 84 mil doses, 79,9 mil foram para os municípios e pouco mais de 4 mil ficaram com o Estado para possíveis ajustes posteriores com as cidades. O montante total desse fabricante será apenas para a primeira dose. A segunda, que deve ser feita três meses após a primeira, será encaminhada posteriormente pelo Ministério da Saúde.

A primeira a receber a vacina contra a Covid-19 foi Maria das Neves, de 91 anos. Acompanhada de uma das filhas, ela se disse realizada com o momento. “Agora vou poder abraçar meus filhos e meus netos, mas sempre mantendo todos os cuidados necessários. Estou voltando para casa aliviada e feliz”, contou. A filha de Maria das Neves, Lucia Valença, disse estar esperançosa em dias melhores. “É um momento de alívio e de esperança que marca o começo do fim dessa pandemia. Minha mãe é uma pessoa de risco, então estávamos todos angustiados”, ressaltou.

A população a partir dos 85 anos de idade representa 5% de todos os idosos de Pernambuco. A escolha desse público foi baseada nos dados epidemiológicos. Atualmente, 2/3 dessa faixa etária vem a falecer ao contrair a síndrome respiratória aguda grave (Srag) pelo novo coronavírus. Ou seja, 66% dos adoecimentos a partir dos 85 anos tiveram como desfecho o óbito. Do total das mortes no Estado, 15% são de idosos a partir de 85 anos, que representam apenas 1% de todos os pernambucanos.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.