Nos siga nas redes sociais

Esportes

Somos todos Silva: Rafaela Silva conquista 1º ouro do Brasil na Olimpíada do Rio

Judoca venceu a número 1 do mundo nesta segunda-feira (8)

Avatar

Publicado

Brazil's Rafaela Silva celebrates after winning the gold medal of the women's 57-kg judo competition at the 2016 Summer Olympics in Rio de Janeiro, Brazil, Monday, Aug. 8, 2016. (AP Photo/Markus Schreiber) ORG XMIT: OJUD133

É Silva, é da favela, é uma das milhões de brasileiras que tiveram uma infância pobre. A diferença é que o esporte transformou a vida de Rafaela, e cerca de quinze anos depois de ser colocada pelo seu pai em um projeto social que ensinava judô para evitar que o crime organizado a seduzisse, a menina carioca de 24 anos é a mais nova campeã olímpica do esporte mundial.

Nascida e criada na famosa favela Cidade de Deus, Rafa enfileirou cinco adversárias e levantou uma contagiante torcida nesta segunda-feira, na Arena Carioca 2, no Parque Olímpico da Barra, para realizar o maior sonho de qualquer atleta no planeta, não importa de onde ele veio. Na final do peso-leve (até 57kg), a atleta de 1,69m se agigantou e venceu por wazari a judoca da Mongólia Sumiya Dorjsuren, líder do ranking mundial. É o primeiro ouro do Time Brasil na Olimpíada do Rio, a segunda medalha do país, após a prata no tiro esportivo de Felipe Wu, na pistola de 10m. A láurea de Rafa é a 20ª do judô nacional em Jogos Olímpicos, aumentando a vantagem da arte marcial de origem japonesa na disputa com a vela (17).

– Acho que eu só tenho agradecer todo mundo que me deu forças. Treinei bastante para representar todo esse ginásio. Se eu pudesse servir de exemplo para crianças da comunidade, é o que eu tenho para passar para o judô. Treinei tudo que podia nesse ciclo, saía treinando, chorando, queria a medalha. Trabalhei o suficiente para conquistar. Para uma criança que cresceu numa comunidade, que não tem muito objetivo na vida, como eu, que sou da Cidade de Deus, e começou a fazer judô por brincadeira, agora sou campeã mundial e olímpica – vibrou Rafaela, em entrevista ao repórter Tino Marcos, da TV Globo, logo depois de sair do tatame.

 

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Sport perde para Galo na Ilha, mas segue na Série A

PortalPE10 com informações UOL

Publicado

Sport e Atlético-MG entraram em campo com objetivos claros. Até porque o resultado tem impacto na a permanência do Leão na Série A, nas vagas da Sul-Americana e da Libertadores. Dessa vez, o Galo terminou vencendo por 3 a 2, mas ambas as equipes cumpriram metas em um duelo marcado por confusão e gol decisivo no apagar do luzes. O time mineiro abriu o placar com Jair e viu o rival empatar com Dalberto. No segundo tempo, ampliou com Thyere (contra), viu o Leão empatar de novo – de pênalti, com Thiago Neves -, mas garantiu a vitória com um gol de Marrony no fim.

O Sport segue na 14ª posição, com 42 pontos, e apesar da derrota, está garantindo na Série A 2021. Isso porque o Vasco, que tem 38 pontos e abre o Z-4, empatou com o Corinthians. O Atlético-MG, por sua vez, saltou para 65 pontos e está agora na 3ª posição.

No Brasileirão, o Sport visita o Athletico na Arena da Baixada, enquanto o Atlético-MG recebe o Palmeiras no Mineirão. Ambas as partidas acontecem na quinta-feira, às 21h30, pela despedida do campeonato.

Antes disso, o Rubro-negro estreia no Pernambucano contra o Vera Cruz, às 19h da quarta-feira.

Continuar Lendo

Esportes

Internada em dezembro, mãe de Ronaldinho morre aos 71 anos de Covid-19

PortalPE10 com informações G1

Publicado

Ronaldinho Gaúcho e sua mãe Miguelina de Assis — Foto: Pedro Souza / Atlético

Morreu na noite deste sábado em Porto Alegre Miguelina Elói Assis dos Santos, mãe do ex-jogador Ronaldinho Gaúcho. Dona Miguelina, como era conhecida, tinha 71 anos e estava internada desde dezembro do ano passado após complicações decorrentes de um quadro de Covid-19.

A informação foi publicada pela Rádio Itatiaia e confirmada pelo ge com pessoas ligadas ao estafe de Ronaldinho. Sobrinho de Ronaldinho e filho de Assis, Diego Assis também confirmou que a avó “foi descansar”.

Em dezembro passado, Ronaldinho usou os seus perfis nas redes sociais para pedir orações para a mãe. Ela havia sido internada no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre, após contrair coronavírus.

– Queridos amigos, minha mãe está com Covid e estamos na luta para que ela se recupere logo. Ela está no centro de tratamento intensivo, recebendo todos os cuidados. Agradeço desde já as orações, as energias positivas e o carinho de sempre. Força mãe – escreveu o ex-jogador.

O Hospital Mãe de Deus não divulga informações sobre pacientes.

Em nota oficial, o Atlético-MG se solidarizou com Ronaldinho e declarou que o clube está em luto pela morte de Dona Miguelina. O meia foi campeão da Libertadores e é ídolo do Galo.

Continuar Lendo

Esportes

Bayern é campeão mundial pela 4ª vez e estabelece recorde europeu

PortalPE10 com informações UOL

Publicado

Bayern de Munique conquista o Mundial de Cubes de 2020 (Foto: Getty Images)

Sem brilho, o Bayern de Munique (ALE) confirmou o favoritismo e conquistou o título do Mundial de Clubes da Fifa da temporada 2020. A equipe alemã derrotou o Tigres (MEX) por 1 a 0 nesta quinta-feira (11), no Education City Stadium, em Doha, no Qatar. O gol foi marcado pelo lateral francês Pavard.

Foi o quarto título do time no torneio. Já havia vencido em 1976, 2001 e 2013.

A vitória confirma o domínio europeu na competição. É o oitavo título consecutivo do continente no Mundial, sequência iniciada com o próprio Bayern ao derrotar o Raja Casablanca (MAR) na final de 2013. O último campeão sul-americano foi o Corinthians, no ano anterior, após vencer o Chelsea (ING).

A maior preponderância da América do Sul aconteceu de 1977 a 1984, na antiga Copa Intercontinental —reconhecida pela Fifa como Mundial—, com sete troféus. Em 1978, a disputa não aconteceu.

Comandado pelo técnico Hans-Dieter Flick, o Bayern atingiu ainda outra marca histórica. Conquistou seis títulos relativos à mesma temporada, igualando o Barcelona de 2009, treinado por Pep Guardiola. O clube alemão venceu, além do Mundial e da Champions League, a Bundesliga, a copa nacional, a supercopa do país e a supercopa europeia.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.